Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
INFORMATIVO DOS AGENTES JOVENS 
Comunidade Chico Mendes 
N. 1 * julho 2014 
#Compostagem comunitária 
#Agricultura urbana ...
Muita gente ainda joga lixo comum 
dentro das bombonas. Isso é ruim 
porque colocar sacolas plásticas, 
fraldas, pilhas e ...
com 
– 
MC, 
fazer 
o 
fui 
foi 
Hoje a 
pegou 
Ó: 
BALDINHOS :. 
reciclar 
que 
Nasce a Revolução dos Baldinhos a 
partir...
2 Às terças e sextas, a coleta é 
feita nos PEV’s da comunidade, em 
parceria com a Comcap. As bombonas 
de orgânicos são ...
a coleta é 
comunidade, em 
As bombonas 
à escola 
1 As famílias são 
sensibilizadas através 
da visita do grupo 
comunitá...
Muita gente ainda joga lixo comum 
dentro das bombonas. Isso é ruim 
porque colocar sacolas plásticas, 
fraldas, pilhas e ...
com 
adubo – 
MC, 
fazer 
o 
fui 
foi 
!!! 
Hoje a 
pegou 
Ó: 
BALDINHOS :. 
reciclar 
muito 
que 
separando 
Nasce a Revo...
Turma Quem disse que dinheiro não dá na 
terra é porque nunca vendeu adubo. 
Aqui na Revolução dos Baldinhos a gente trans...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Revolução dos Baldinhos

9,640 views

Published on

Informativo produzido pelos agentes jovens da Revolução dos Baldinhos, projeto de gestão comunitária de resíduos orgânicos e agricultura urbana em Florianópolis (comunidade Monte Cristo)

Published in: Environment
  • Login to see the comments

Revolução dos Baldinhos

  1. 1. INFORMATIVO DOS AGENTES JOVENS Comunidade Chico Mendes N. 1 * julho 2014 #Compostagem comunitária #Agricultura urbana #Nossa história #Rap dos Baldinhos Turma de 2014 Turma de 2013 adubo. de comunitária Cristo info revolução.indd 1 11/08/14 14:38
  2. 2. Muita gente ainda joga lixo comum dentro das bombonas. Isso é ruim porque colocar sacolas plásticas, fraldas, pilhas e coisas do tipo junto com o resíduo orgânico contamina o adubo – que acaba não servindo para nada. Quando começou a Revolução dos Baldinhos aqui na comunidade Chico Mendes, em 2007, eu Maicon, mais conhecido como Komay MC, fui convidado para fazer o que sei fazer de melhor: um rap - na verdade, o Rap dos Baldinhos. A Lene começou com uma ideia, eu fui rimando, a gente foi construindo juntos e a coisa foi virando música e narrando a NÃO MISTURE !!! nossa história e dando a devida importância pra nossa Revolução. Hoje a criançada canta na escola. E a letra já pegou na comunidade e também nos projetos do bairro Monte Cristo todo. É ISSO AQUI QUE DIZ, Ó: É muito importante reciclar para não espalhar as doenças. Melhorou muito a comunidade depois que a Revolução começou, ajude sempre separando corretamente seu lixo. Nasce partir Dutra, de Barros Temporária morte por leptospirose de uma e incidência orgânicos separados, compostados Escola, trabalho grupo comunitário. deixando Envolva Conquista até então: Tecnologia Banco de replicação comunitária é avaliada e nacionais. COMO SEPARAR OS RESÍDUOS? Restos de comida em geral, pó de café e chimarrão, cascas de verduras, legumes, frutas SEPARE EM BALDE OU POTE COM TAMPA! Levar até a bombona mais próxima da sua casa. Cada rua tem, pelo menos, dois PEV’s. Plásticos, papéis, metais e vidros Coloque em sacos e leve até a ARESP Fraldas, p. higiênico, bitucas, embalagem lambuzada Coleta convencional Este é o OURO da Revolução! Dica da Gisele França Marinho (agente comunitária): *Essa Fundação Hatsi Rio Apa CMY 6 e 3-final.pdf 1 06/08/14 13:51 > Equipe Cepagro Fernando Angeoletto Rafael Beghini Gisa Garcia Júlio Maestri Marcos José de Abreu Renato Trivella > Equipe Énois Amanda Rahra Nina Weingrill > Produção de conteúdos Turma de 2013 Cleverton W. de Oliveira Dion José Machado Fernando A. Ferreira de Jesus Maicon W. de Jesus Chaves Roberto Carlos L. dos Santos Turma de 2014 Amilton de Jesus Daiane Soares Geisiele França Marinho Gisele França Marinho Jaqueline Matilde Ju Soares Junior Dutra Rose Helena R. Oliveira Se você ficar jogando lixo na rua Você está acabando com o nosso planeta Você tá alimentando os vermes e as baratas Fora o maldito do rato que rasga a sacola de casa Aí não dá Aí eu não vou aguentar Pegar a doença do rato Haha Eu tô fora (refrão) Mano, é muito fácil É só jogar o resíduo no balde Depois despejaremos em mais um outro balde Aí é só levar o resíduo e fazer uma compostagem Com essa compostagem plantaremos muitas árvores Com apoio da família Nós tamo de boa! Fora a criançada que não tá com nóis à toa O colégio e os projetos também tá com a gente nessa O Cepagro, os baldinhos, consciência é o que interessa (refrão) .: INFORMATIVO REVOLUÇÃO DOS BALDINHOS :. Apoio Realização Agentes jovens comunitários Junte das Peça em um Pregue pelo batata pneu. um coloque cebolinha, outra C M Y CM MY CY CMY K 2 e 7-final.pdf 1 06/08/14 13:57 info revolução.indd 2 11/08/14 14:38
  3. 3. com – MC, fazer o fui foi Hoje a pegou Ó: BALDINHOS :. reciclar que Nasce a Revolução dos Baldinhos a partir da união da Escola América Dutra, Posto de Saúde, creches Matheus de Barros e Chico Mendes, Frente Temporária de Trabalho e Cepagro. A morte de duas crianças da comunidade “Revolucionários”, os agentes comunitários jovens, fazem palestras e ministram oficinas em Brasília, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. No final do ano, são convidados à participar do encontro mundial do movimento Slow Food, junto a representantes de mais de 100 países, na Itália. É a primeira vez que muitos deles saem da comunidade e viajam de avião. O projeto recebe o primeiro apoio financeiro e começa a conquistar espaço na mídia. Galpão cedido pela prefeitura, na Rua dos Pinheiros, torna-se a sede da Revolução dos Baldinhos - compostagem e agricultura urbana. Um supermercado da região doa 100 baldinhos para distribuição na comunidade. por leptospirose despertou a urgencia de uma solução para o acúmulo de lixo e incidência de ratos. Resíduos orgânicos começam a ser separados, coletados e compostados na Escola, com o trabalho de um grupo comunitário. um pouco da nossa* deixando espaço para as plantas Envolva cada borda já separada com um saco de cebola ou de Grupo comunitário se reorganiza e segue participando de capacitação para formar uma cooperativa, visando manter o trabalho e viabilizar a comercialização do adubo. Prefeitura solicita desapropriação de um terreno para criação de uma Praça Ecológica na comunidade, mas a efetivação da posse aguarda outros trâmites legais. O projeto recebe premiações importantes e estruturantes. Os agentes comunitários participam da Rio +20. Esse também é um ano difícil para os revolucionários, que sofrem um furto de 60 ton. de adubo do terreno onde faziam a compostagem. Obrigados a abandonar a área, retomam o trabalho na Escola. A equipe revolucionária conta com cinco bolsistas e sete voluntários. Hortas coletivas e cultivos nas residências multiplicam-se. Participam de encontros de Agroecologia, como oficineiros, em Mato Grosso, Fortaleza e Joinville. A empresa de limpeza urbana passa a colaborar na coleta de resíduos orgânicos, com um pequeno caminhão e 2 funcionários. Ampliam a compostagem para uma área abandonada da comunidade. Conquista do maior prêmio até então: o 2o. lugar como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil. A possibilidade de replicação do modelo de gestão comunitária de resíduos orgânicos é avaliada por parceiros locais e nacionais. TAMPA! e convencional Marinho *Essa História só foi possível com os apoios de Eletrosul, CESE, Instituto Vonpar, Caixa/ODM, Fundação Banco do Brasil, FAPESC, UN-HABITAT e Oi / Oi Futuro, por meio do programa Oi Novos Brasis. conteúdos Chaves Marinho Oliveira Junte 3 pneus velhos. Corte uma das bordas com uma faca de serra. Vire os pneus do lado avesso. Separe 3 ripas de madeira de 2 metros e 2 ripas de 1,5 metros. Peça ajuda para pregar as três ripas em volta do primeiro pneu, deixando um espaço de 30 cm. até o chão. Pregue os outros dois pneus, com pelo menos 30 cm de distância, crescerem. batata e encaixe dentro de cada pneu. A rede deixa a água passar de um pneu para o outro sem empoçar. Vire o adubo dentro do pneu e coloque as mudas que quiser. Pode ser salsinha, alface, repolho, cebolinha, orégano, chás e qualquer outra planta que não cresça muito. Agora é só esperar e colher ;) info revolução.indd 3 11/08/14 14:38
  4. 4. 2 Às terças e sextas, a coleta é feita nos PEV’s da comunidade, em parceria com a Comcap. As bombonas de orgânicos são levadas à escola América Dutra Machado. 3 Fazemos a virada das bombonas nas leiras. São mais de 30 bombonas por dia. Colocamos serragem e palha por cima das pilhas, para dar início ao processo da compostagem. C M Y CM MY CY CMY K 4 e 5-final.pdf 1 10/07/14 17:15 info revolução.indd 4 11/08/14 14:38
  5. 5. a coleta é comunidade, em As bombonas à escola 1 As famílias são sensibilizadas através da visita do grupo comunitário, com instruções sobre a correta separação dos orgânicos. info revolução.indd 5 11/08/14 14:38
  6. 6. Muita gente ainda joga lixo comum dentro das bombonas. Isso é ruim porque colocar sacolas plásticas, fraldas, pilhas e coisas do tipo junto com o resíduo orgânico contamina o adubo – que acaba não servindo para nada. Quando começou a Revolução dos Baldinhos aqui na comunidade Chico Mendes, em 2007, eu Maicon, mais conhecido como Komay MC, fui convidado para fazer o que sei fazer de melhor: um rap - na verdade, o Rap dos Baldinhos. A Lene começou com uma ideia, eu fui rimando, a gente foi construindo juntos e a coisa foi virando música e narrando a NÃO MISTURE !!! nossa história e dando a devida importância pra nossa Revolução. Hoje a criançada canta na escola. E a letra já pegou na comunidade e também nos projetos do bairro Monte Cristo todo. É ISSO AQUI QUE DIZ, Ó: É muito importante reciclar para não espalhar as doenças. Melhorou muito a comunidade depois que a Revolução começou, ajude sempre separando corretamente seu lixo. Nasce partir Dutra, de Temporária morte por de e orgânicos separados, compostados Escola, trabalho grupo comunitário. Conquista até Tecnologia Banco de replicação comunitária é avaliada e nacionais. COMO SEPARAR OS RESÍDUOS? Restos de comida em geral, pó de café e chimarrão, cascas de verduras, legumes, frutas SEPARE EM BALDE OU POTE COM TAMPA! Levar até a bombona mais próxima da sua casa. Cada rua tem, pelo menos, dois PEV’s. Plásticos, papéis, metais e vidros Coloque em sacos e leve até a ARESP Fraldas, p. higiênico, bitucas, embalagem lambuzada Coleta convencional Este é o OURO da Revolução! Dica da Gisele França Marinho (agente comunitária): Hatsi Rio Apa C M Y CM MY CY CMY K 6 e 3-final.pdf 1 06/08/14 13:51 > Equipe Cepagro Fernando Angeoletto Rafael Beghini Gisa Garcia Júlio Maestri Marcos José de Abreu Renato Trivella > Equipe Énois Amanda Rahra Nina Weingrill > Produção de conteúdos Turma de 2013 Cleverton W. de Oliveira Dion José Machado Fernando A. Ferreira de Jesus Maicon W. de Jesus Chaves Roberto Carlos L. dos Santos Turma de 2014 Amilton de Jesus Daiane Soares Geisiele França Marinho Gisele França Marinho Jaqueline Matilde Ju Soares Junior Dutra Rose Helena R. Oliveira Se você ficar jogando lixo na rua Você está acabando com o nosso planeta Você tá alimentando os vermes e as baratas Fora o maldito do rato que rasga a sacola de casa Aí não dá Aí eu não vou aguentar Pegar a doença do rato Haha Eu tô fora (refrão) Mano, é muito fácil É só jogar o resíduo no balde Depois despejaremos em mais um outro balde Aí é só levar o resíduo e fazer uma compostagem Com essa compostagem plantaremos muitas árvores Com apoio da família Nós tamo de boa! Fora a criançada que não tá com nóis à toa O colégio e os projetos também tá com a gente nessa O Cepagro, os baldinhos, consciência é o que interessa (refrão) .: INFORMATIVO REVOLUÇÃO DOS BALDINHOS :. Apoio Realização Agentes jovens comunitários Junte das Separe metros Peça em um Pregue pelo deixando Envolva batata pneu. um coloque cebolinha, outra C M Y CM MY CY CMY K 2 e 7-final.pdf 1 06/08/14 13:57 info revolução.indd 6 11/08/14 14:38
  7. 7. com adubo – MC, fazer o fui foi !!! Hoje a pegou Ó: BALDINHOS :. reciclar muito que separando Nasce a Revolução dos Baldinhos a partir da união da Escola América Dutra, Posto de Saúde, creches Matheus de Barros e Chico Mendes, Frente Temporária de Trabalho e Cepagro. A morte de duas crianças da comunidade “Revolucionários”, os agentes comunitários jovens, fazem palestras e ministram oficinas em Brasília, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. No final do ano, são convidados à participar do encontro mundial do movimento Slow Food, junto a representantes de mais de 100 países, na Itália. É a primeira vez que muitos deles saem da comunidade e viajam de avião. O projeto recebe o primeiro apoio financeiro e começa a conquistar espaço na mídia. Galpão cedido pela prefeitura, na Rua dos Pinheiros, torna-se a sede da Revolução dos Baldinhos - compostagem e agricultura urbana. Um supermercado da região doa 100 baldinhos para distribuição na comunidade. por leptospirose despertou a urgencia de uma solução para o acúmulo de lixo e incidência de ratos. Resíduos orgânicos começam a ser separados, coletados e compostados na Escola, com o trabalho de um grupo comunitário. um pouco da nossa* Grupo comunitário se reorganiza e segue participando de capacitação para formar uma cooperativa, visando manter o trabalho e viabilizar a comercialização do adubo. Prefeitura solicita desapropriação de um terreno para criação de uma Praça Ecológica na comunidade, mas a efetivação da posse aguarda outros trâmites legais. O projeto recebe premiações importantes e estruturantes. Os agentes comunitários participam da Rio +20. Esse também é um ano difícil para os revolucionários, que sofrem um furto de 60 ton. de adubo do terreno onde faziam a compostagem. Obrigados a abandonar a área, retomam o trabalho na Escola. A equipe revolucionária conta com cinco bolsistas e sete voluntários. Hortas coletivas e cultivos nas residências multiplicam-se. Participam de encontros de Agroecologia, como oficineiros, em Mato Grosso, Fortaleza e Joinville. A empresa de limpeza urbana passa a colaborar na coleta de resíduos orgânicos, com um pequeno caminhão e 2 funcionários. Ampliam a compostagem para uma área abandonada da comunidade. Conquista do maior prêmio até então: o 2o. lugar como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil. A possibilidade de replicação do modelo de gestão comunitária de resíduos orgânicos é avaliada por parceiros locais e nacionais. TAMPA! papéis, sacos e convencional Gisele Marinho *Essa História só foi possível com os apoios de Eletrosul, CESE, Instituto Vonpar, Caixa/ODM, Fundação Banco do Brasil, FAPESC, UN-HABITAT e Oi / Oi Futuro, por meio do programa Oi Novos Brasis. conteúdos Chaves Marinho Oliveira Junte 3 pneus velhos. Corte uma das bordas com uma faca de serra. Vire os pneus do lado avesso. Separe 3 ripas de madeira de 2 metros e 2 ripas de 1,5 metros. Peça ajuda para pregar as três ripas em volta do primeiro pneu, deixando um espaço de 30 cm. até o chão. Pregue os outros dois pneus, com pelo menos 30 cm de distância, deixando espaço para as plantas crescerem. Envolva cada borda já separada com um saco de cebola ou de batata e encaixe dentro de cada pneu. A rede deixa a água passar de um pneu para o outro sem empoçar. Vire o adubo dentro do pneu e coloque as mudas que quiser. Pode ser salsinha, alface, repolho, cebolinha, orégano, chás e qualquer outra planta que não cresça muito. Agora é só esperar e colher ;) info revolução.indd 7 11/08/14 14:39
  8. 8. Turma Quem disse que dinheiro não dá na terra é porque nunca vendeu adubo. Aqui na Revolução dos Baldinhos a gente transforma o morador da Chico Mendes é só chegar no nosso galpão, na rua dos Pinheiros (perto do campinho resto de comida em alimento para as plantas. Se você é debaixo), e pedir o seu. É GRATIS ;-) Para quem é de fora, cobramos baratinho, em pacotes de 0,5 a 20 kg, de adubo grosso ou peneirado. SEJA UM REVOLUCIONÁRIO: DEIXE SUA PLANTINHA COM MUNDO VAI SER MAIS FELIZ! MAIS RAIZ, PORQUE ASSIM SEU Contatos: (48) 9810-5776 (TIM) revolucaodosbaldinhos@gmail.com segunda a sexta, das 8 às 12h e 14 às 18h produzido através de compostagem comunitária no bairro Monte Cristo composto ORGÂNICO para uso doméstico e jardinagem amadora C M Y CM MY CY CMY K 1 e 8-final.pdf 1 10/07/14 17:09 info revolução.indd 8 11/08/14 14:39

×