Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
GAMBIARRA
FAVELA TECHreconhecendo potências | despertando possibilidades
"Gambiologistas são apanhadores de
desperdícios. Para eles todo resto é proveito:
torradeira, impressora, ferros, placas, ...
Programa de imersão
10 dias | 12 jovens
40 horas de programação
Conceitos teóricos | Exercícios
práticos | Desenvolvimento...
e mais…
visitas a depósitos de lixo|
aulas expositivas|
debates|participações
de agentes locais de
transformação social
O ...
O Gambiarra Favela Tech é
um programa de imersão
em criatividade e inovação
social para jovens de favelas
e territórios po...
É objetivo do programa empoderar
os jovens com suas competências e
habilidades, além de estimular a
criação artística e a ...
"Gambiologistas são dribladores. Os
adversários, ao invés de
zagueiros, são as próprias
adversidades do cotidiano. Como
ar...
metodologia
O programa é composto por:
Exercícios e dinâmicas de geração de ideias
Levantamento de problemas
Montagem de p...
metodologia
O "KIT Gambiologista"
1 maleta
1 alicate de corte diagonal 5"
1 alicate de bico meia cana 6"
1 jogo de chave d...
metodologia
Materiais necessários
1 TV ou projetor
1 caixa de som para ligar laptop
3 laptops ou computadores para uso dos...
para quem?
Os participantes
O programa é destinado a jovens ou crianças
de periferias, podendo ser adaptado a
diversos con...
e para quem mais?
Comunicação
Além do programa presencial, a residência
pretende estimular uma rede de discussão
em torno ...
objetivos
Resultados esperados
O foco do Gambiarra Favela Tech reside no
processo e não nos produtos gerados. Ainda
assim,...
por que?
Este projeto parte do reconhecimento do
extraordinário potencial criativo dos
territórios populares, onde o impro...
quem somos
É uma empresa social focada
na promoção de diversidade
na produção de novas
tecnologias.
O Gambiarra Favela Tec...
WWW.GAMBIARRAFAVELATECH.ORG
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Gambiarra Favela Tech

O Gambiarra Favela Tech é um programa de imersão em criatividade e inovação social para jovens de favelas e territórios populares.
Durante dez dias, os participantes vivenciam uma residência artístico-tecnológica na qual lidam com ferramentas e técnicas do design, eletrônica, robótica, artesanato, artefatos manuais e gambiarras de todos os tipos. A proposta é unir "alta" e "baixa" tecnologia.

  • Login to see the comments

Gambiarra Favela Tech

  1. 1. GAMBIARRA FAVELA TECHreconhecendo potências | despertando possibilidades
  2. 2. "Gambiologistas são apanhadores de desperdícios. Para eles todo resto é proveito: torradeira, impressora, ferros, placas, fitas, pedaços de qualquer coisa. Provocam renascimentos, criam novos sentidos às coisas inúteis e inventam máquinas de acaso. Outras vezes, inventam máquinas funcionais que driblam as adversidades cotidianas."
  3. 3. Programa de imersão 10 dias | 12 jovens 40 horas de programação Conceitos teóricos | Exercícios práticos | Desenvolvimento de projetos pessoais e coletivos| Mentoria personalizada O que é?
  4. 4. e mais… visitas a depósitos de lixo| aulas expositivas| debates|participações de agentes locais de transformação social O que é?
  5. 5. O Gambiarra Favela Tech é um programa de imersão em criatividade e inovação social para jovens de favelas e territórios populares. Durante dez dias, os participantes vivenciam uma residência artístico- tecnológica na qual lidam com ferramentas e técnicas do design, eletrônica, robótica, artesanato, artefatos manuais e gambiarras de todos os tipos. A proposta é unir "alta" e "baixa" tecnologia. O que é?
  6. 6. É objetivo do programa empoderar os jovens com suas competências e habilidades, além de estimular a criação artística e a experimentação de novas linguagens estéticas. Também está na nossa missão sensibilizar esses jovens para a aprendizagem de novas tecnologias. para que?
  7. 7. "Gambiologistas são dribladores. Os adversários, ao invés de zagueiros, são as próprias adversidades do cotidiano. Como artilheiros que a cada finta despertam gritos das arquibancadas, gambiologistas são capazes de fazer renascer as coisas devastadas”
  8. 8. metodologia O programa é composto por: Exercícios e dinâmicas de geração de ideias Levantamento de problemas Montagem de protótipo 3D com papelão Exercícios de poesia e livre expressão Visitas a lixos eletrônicos Produção de esculturas individuais com materiais retirados do lixo Dinâmicas de estímulo ao trabalho coletivo Princípios de comunicação afetiva Tutorias individuais e “capacitação" técnica Aulas expositivas com produtores locais sobre: Remix dos projetos individuais Criação de projetos coletivos Apresentação final aberta *cada participante recebe um kit do projeto. -Gambiarra: arte ou necessidade -Segurança e reciclagem de lixo eletrônico -Design para não designers -Elétrica e eletrônica básica -Computação física e tecnologias livres -Manual de utilização do kit Gambiologista*
  9. 9. metodologia O "KIT Gambiologista" 1 maleta 1 alicate de corte diagonal 5" 1 alicate de bico meia cana 6" 1 jogo de chave de precisão 31 peças 1 estilete magazine regulável 1 rolo silver tape 10m (ou similar) 1 pacote de durepoxi 100g (ou similar) 1 rolo de arame plastificado 30m com cortado 1 pistola de cola quente bivolt com refil 1 ferro de solda 110V com ponta fina 1 tubo de estanho sn63pb37 1 pacote com abraçadeiras de nylon 1 multímetro digital com alarme de condutividade
  10. 10. metodologia Materiais necessários 1 TV ou projetor 1 caixa de som para ligar laptop 3 laptops ou computadores para uso dos alunos (para programar, mexer com Arduino, fazer pesquisa etc) 1x impressora em papel A4 1x flipchart com papel 4x kit canetas para o flipchart 5x régua de energia 4 pinos 2x canetas permanentes (de escrever em CD) 2x extensões elétricas 1x soprador térmico 1x microretifica com acessórios 5x Arduinos com cabo USB (com luzes de led e fios) 5x protoboard 3x pacotes de post-its coloridos 2x rolos fita isolante 3M 2x rolos de fita crepe 1/2" 5m de cabo de rede 20x resistores 1Kohm Papelão
  11. 11. para quem? Os participantes O programa é destinado a jovens ou crianças de periferias, podendo ser adaptado a diversos contextos. Pode haver seleção por meio de chamada aberta ou ser focado a um público já escolhido. O importante é que os participantes tenham interesse em colocar a mão na massa, curiosidade sobre o universo da criação artística e estejam abertos ao uso dos mais diversos tipos de técnicas e materiais. Em processos de chamadas abertas, a seleção é baseada em envio de foto, vídeo e explicação de um "invento caseiro” já feito pelo candidato. Recomenda-se bolsa financeira para os participantes, para que possam se dedicar ao programa e evitar a evasão.
  12. 12. e para quem mais? Comunicação Além do programa presencial, a residência pretende estimular uma rede de discussão em torno de temas como apropriação de novas tecnologias, novas linguagens artísticas, transformação social e empoderamento de jovens de periferia. Por isso, a comunicação é um eixo estratégico do projeto. São feitos registros em fotos e vídeos, disponibilizados nas redes sociais do Olabi e do Observatório de Favelas. O projeto possui ainda website e blog próprio, para fins de registro e divulgação. Ações especiais de comunicação podem ser realizadas. Olabi Página no Facebook: 47 mil pessoas Grupo no Facebook: 2,7 mil pessoas Perfil no Instagram: 1,7 mil pessoas Observatório de Favelas Página no Facebook: 60 mil pessoas (dados de fevereiro de 2016)
  13. 13. objetivos Resultados esperados O foco do Gambiarra Favela Tech reside no processo e não nos produtos gerados. Ainda assim, “instalações artísticas” são criadas, gerando materiais para uma exposição coletiva. As peças podem ter caráter mais conceitual e artístico ou serem produtos com utilidades variadas. Além disso, os jovens se engajam em uma rede do projeto, que se baseia em um grupo no Facebook e no WhatsApp e seguem em diálogo com outros participantes. A meta do programa é promover um espaço de experimentação para jovens criativos de territórios populares. Os resultados do programa são medidos a partir do retorno narrativo dos participantes e nas histórias de sucesso coletadas.
  14. 14. por que? Este projeto parte do reconhecimento do extraordinário potencial criativo dos territórios populares, onde o improviso e invenção são cotidianos. A partir da democratização do conhecimento sobre o uso das tecnologias, Gambiarra Favela Tech busca provocar nos jovens um novo olhar sobre o seu entorno e suas próprias práticas, empoderando-os como protagonistas na disputa pela cidade.
  15. 15. quem somos É uma empresa social focada na promoção de diversidade na produção de novas tecnologias. O Gambiarra Favela Tech é um projeto do Olabi em parceria com o Observatório de Favelas. Organização da sociedade civil que produz conhecimentos e metodologias de ações públicas voltadas para a superação das desigualdades territoriais e sociais.
  16. 16. WWW.GAMBIARRAFAVELATECH.ORG

×