Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Qualificacaçãoo e competeências para o administrador do novo mileênio

Slides da palestra sobre as competências e qualificações do Administrador para o novo milênio

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Qualificacaçãoo e competeências para o administrador do novo mileênio

  1. 1. O C a S % M e . l ~0 Wu D. @ê m C . ü . H ñ pla H m S a S u O e QC W . __N. &ÉJÍ Administrador Atual Francisco ? uníor
  2. 2. ,o o _zfÊ"-° N? ! v'- f ? u-_hya o”. _ . 3,_ . "a "~*'É'”° Fe; l'f1 " - d* w _~ o . à, , Qua 1 caçoes e ¡c'¡ ' : 'v til” , i Competências "t _a a ›4E: .__; ;__-f_, _ . r- 'a , . _ u f; *d: _.~'<~ Necessarias para o '° m": › '° v A ? Administrador Atual Francisco Yuníor
  3. 3. í, e r xx : e v De onde obtivemos om . conhecimento ao longo da Ê" nossa evolução?
  4. 4. Hornínlzação ; fl ll
  5. 5. Cérebro Trino MacLean Neo-Cortex Límbico Reptiliano
  6. 6. ,. f): Instintos - Intuição - insights o Instintos - comportamentos animais inconscientes (defesa da vida). Intuição - "voz interna" que ocorre no subconsciente (passa pelas nossa emoções). Pressentimento. [Efisíghts - processo cognitivo que ocorre de I forma consciente. E a nossa habilidade de conectar as coisas.
  7. 7. Observações Etnográficas o que vejo e ouço insights Conhecimento Tácito o que conheço Insights o ln-sllhu uma. .. 0mm . a. Enmndna¡ . .n m. p-I-(npçln pausa. a. , inferências
  8. 8. Insights o Insights no dicionário Oxford de Etimologia: uma visão mental ou percepçâ e; penetração através do enteracsíizttente. o Insight é uma ¡IÍÍÉQFEÊVGÊÊLÇÉQ (conclusão que “ você tirou) que explique um fato na totalidade l ou em parte e/ ou porque esse fato acontece. o Um bom insight precisa ser um n acozttecinmentso notre, diferente ou um fato n que ocorra. fcwequentezmenmte.
  9. 9. Falar, fazer - í _ -~ ' ______g__í__. --àr' . ..; ;__' . 3-. .., _ ~": -h a- › - é ~~ '--: :- - - w: : -- -v 'Usar @bserv vel W~/ ” I a _, x^/ |Pensar, Sentir e Sonhad WJ
  10. 10. &$941; _ É e / / ClLiaIiflCaÇãO Profissional Qualificação profissional são os atributos e caracteristicas de um individuo para se posicionar bem no mercado de mercado.
  11. 11. Evolução do Processo de Qualificação - Lucro - Menor custo - Ciência - Novas fontes de energia - Homem x máquina - Ritmo da máquina
  12. 12. 'W ' *v ' ~ o n r *i7 'r ? infra e. T"" art** “VT i QMÊ' 19:31 -l/ Lf/ L. lig/ Iid- flui-. - . llü-a. a-a- lã, iq! ? “VI f', aii-â c. 3? P' r "T n ; ':I, '3.. 'YiA"T bebi . JlJl. ..-_J/ ,/-i-'. /I-' -' -. Lp . sÓ/ iu ; JIJ/ Li 4 pRoDuçÃo -FABRIcAR com o MÁXIMO DE ECONOMIA DE RECURSOS ENxuTA -PRoDuzIR coM QUALIDADE - sEM DEFEITOS pax. e l l 'A i4 à TOYODA E OHNO CONCLUEM QUE O PRINCIPAL PRODUTO SISTEMA TOYOTA w 'à' Do MODELO DE 2 a' : :zszizeãgss e s cos ' g A DC¡ , Ê RECURSOS: ESFORÇO < PRODUÇÃO â HUMANO, MATERIAIS. a ENXUTA a ESPAÇO E TEMPO. D. RT¡ ¡PA à PROMOVE o ENVOLVIMENTO Dos PA c ç o FUNCIONÁRIOS No PROCESSO DECISÓRIO
  13. 13. ;i JNJPLUÉN: : _uu EIPJPJJJJJÀJJÂJJNUÇ) ri p3;i-J; ›as: ri: v,~; i u: : : iguais maggio Jia : Jasmim iii! 3.11), iiisiyajiiauwmxascvsiu _i : Minuano ; i9 causam; «Ja imita sie: ilitiiilãigiêlili; . J agrupar; ;i2 tamanho glêiiiliêliisi-Jiiê , !i9 -J w ; Jazz-was ilàkflgiêiilifíil/ &iizü , Uêllãi : montagem integral, manutencao ziaianraiuianwi; . .i ; Iiiíêiii-: ilíkjügãlq iminente¡ ! iii ; múmias , de 'Iii91i! ':1giêiiii, aliam: recuso-z almirante: e íiiiíâiiiiêiíiáilíiàiã ! i2 ÍFêIIIEJyUfKQBIIJIFJÁQI5111191119 tie ; Jêiãf 2"; e GcJiJJLIIIKQJ-J; _I iêlriidlgràgãio àiàiiilai ! lu -jiiiiilsãliu ; _i Coiimbiltfiy : Jêimmliêiiiíê «Je canais-s ele swim : ias Uilivêif-: iiilãiilt-. Eü, ;iss »restaura sie predicas; l ! Mari
  14. 14. J Profundas Transformações (no mundo do trabalho, na educação, nos valores sociais. ..) J Influências Políticas e Econômicas J Novas Tecnologias *rw* T**- h J Organizações Flexíveis '. Í J Era do Conhecimento j" J Capital Humano e Inovação NA , J Capacidade de Adaptação
  15. 15. Ideia + Ação = criativídade É, Inovação = Ideia + Ação + Resultado Invenção (Patentes) ' ~ o nham; Atuilims p. .. prvblen-v u. . blink: : TI pos de Inovação Metodologias da Inovação A ewuíção dos paradigmas ms empresas mu. . nun. .. Prhcfplos pan crlar uma cultura de inovadores CD Conñança ® Comunicação Inovação como um processo de aprendlngem Tr-uuíamnr a experiénch de consumidor crhndo valor penais» @ Pensamento integraüvo
  16. 16. TECNOLOGIA (cxequfvcl) As soluções que nascem do Design Cena-ado no Scr Humano NECESSIDADES HUMANAS
  17. 17. nas empresas 1960] 197o 198011990 Fazarascolsasmalsbamlo Fanrascolsasnremores › vantagem nn qualidade. JIT.
  18. 18. Tipos de Inovação Revolucionário 9a- ! " '- I*- Ofertas Exlstentes Novas Ofertas É a a É § Ô Z É é' as à¡ É
  19. 19. Sistemas de sugestões Benchmarking Stage Gates Gestão da Inovação Funll da Inovação Inova ção (aberta ou fechada) M lh r¡ “es” : causa: Thmkmg Resolução de Problemas _Q. .-aL.
  20. 20. k 'r V 'a4 ' É, :l r" ' ' - . . ' l ' l Í « ' * , . . n) › l a - - _ a. . r ' , a _ V' ' a É" _» . r_V›-§_o. r,, ,7 AF_ , - , , , r , a , r _L, À§: :L__ 7 Métodos Analíticos para problemas bem definidos GUT I (gravidade, urgência e _ tendénda$) “ Causa - Efeito COWBUWS ('50) ' Diagrama de Pareto Ferramentas da qualidade Métodos de solução de problemas Brainstormlng Tecnologia l-llstograma Cartas de controle
  21. 21. Inovação como um processo de aprendizagem Transformar a experiência do consumidor criando valor percebido
  22. 22. À' M. : Revolução de Copérnico Modelo geocéntrloo de Ptolomeu e seus eplciclos ' . A Modelo hellocéntrloo de Copérnloo ainda com eplciclos Revolução nas empresas - de produtos para serviços "Outside in strategy"
  23. 23. “Il x¡ _ ,2- (p. . 36!'. . _ (é. _t3 . me ? fixa _ a a Principios para criar uma cultura de inovadores ® Confiança Comunicação Pensamento inüegraüharo _ 2'¡ ' l P v q' l an_ _ ¡. . à L , _a . , f; 4' íiéííl - - e; .. .u, ;-
  24. 24. _ _ . . . . . . . . . . _ _ _ ". c. r_: à.: :ã. ó.us enquadramento l sduçóes' a_buscar . n . .RColetâ-_Íçiif-¡xjàídos implementação
  25. 25. Diversidade da Força de Trabalho Implicações: os gestores não podem tratar todos da mesma forma pode aumentar a criatividade e a inovação pode aprimorar as tomadas de decisões oferecer perspectivas diferentes para os problemas Quando não é bem administrada pode aumentar a rotatividade de pessoal, dificultar a comunicação e gerar os conflitos interpessoais. _ V¡ DO( h l
  26. 26. Modelos mentais do Design Thinking nuudpslp oiuawgaaquog Adaptec ! rom Stanford asohool
  27. 27. 47- 1 é? ! '. ; 'z 'um', ;v , "Í4› *v 'Í . .coz-. scnm-. óna x. f *ff profnssqonal A: Ê. "Í. ›¡Í -. v 1 q' f¡ ' co: .'. r$no: .:E1'I: f.E: Ê'ro
  28. 28. _ . N3*”7i"vi' namora _ i . t- - 44-. ... - _7 *I * alii: v? É uma expressão que representa uma rede de contatos. Diz respeito às pessoas que um indivíduo conhece e aos relacionamentos pessoais, comerciais e profissionais que mantém com elas. : na mu'. .~; -= . .,v »r '*°"°"““““V"""““* - Braspakn: : - Sugilil xmsdrlun¡ um. .. . Potmninnrqu¡¡igulmizqmnãnnmlnguniazutuno . n= ... ... ,.. _m_. . minha É i v Awhhmnonllhncr . um". .. rnsnimhbvh úunrnmznmnieu uswnwihtosduln¡ "'"'“ ' """""'"*"" M 'm - kçnphll: - hmnmnlhutnmnhh¡ ¡muim BW I" nau, 54m¡ 'n nsunlavviud¡ r - ›. uniu-t. °' “ ' l a v mnwmw. . ._¡
  29. 29. x __ __, ,_, ,-_”_. :_; r:! '-, ., , _WM_ I; Razões para criar o seu Networking” 'LI 143:¡ "wii" - ~ “F1 rfrâk. "' I” ntu| jn_i: ¡“ÊlM-. :Iuiíin . um. 'nr . ; n : :i-4_I“H"À : :L 'fi , : LL-fluir . ~ ; ^~v'(clí_: _gr3 '5(: »_2_| 'I| ~_: I. . . ' w _' ' ›. * i'm: : R' v'. Inefhvircílur: «ÉITkik-rgã-? r 14.331 h¡ 34s: 11"' | :: ri
  30. 30. s lí *rc _: n¡l: |': i4-›: . grunge. pintar: 1:1:lI valem-aff; 'lclulllrllqlllu C1'. ir: if: cglrrlrrfzlzafl: kolrllhlx_ *Varig-lã vlpllrlFlsz_ *_: !¡¡: «ro)¡| i1-. :r: ¡ãlaltftfhp 4 Dicas de Relacionamento Estratégico *Hull/ c Hills: um: il: farm*- ; r-. lkw-liltllfétlvh. ^¡_: lí: ›:1:4|lf: ir: 1¡'l| ~klk: . «r Iln rlir-. ulís-'lu mvld k Mtr u. : LV» »à " . Kart 34|; HF¡ : fall: 3511:; 111ml;
  31. 31. t il Trabalho em. Equipe e Gestão de Conflitos at: à». « ~. ͧí'--” ir *à Í y* a A5¡ ( a» , r
  32. 32. e Pra não ter erro, quando o assunto é interpretação. .. 1. O que essa atitude vai dizer (significar) para a equipe? 2. Essa decisão vai contribuir na formação da outra pessoa? 3. Qual é a relevância desta decisão para a outra pessoa? tflaírÍ' (7 x j; fig* . x 'íâiâ . ”f Éweaêgü . à *~'LL, :'›J' x . rar. ~
  33. 33. ° Ego ° "O melhor" não existe sem "o pior" ° O mesmo estímulo não serve para duas pessoas ° Sem julgamentos Trabalho em Equipe e j( , _ _ Gestão de Conflitos l “ . Vrum. fin¡ _g ' : o-uv-u. ;r- - 4 À m. :m4 un: Princípios de uma Equipe ° Emoção à Transparência ° A maior injustiça dentro de uma equipe é tratar todos de forma igual
  34. 34. ,mxxnw ' Empresas Modernas - Administradores Modernos SE ADAPTANDO À EMPRESA Quantas vezes já pensou na opinião que o seu chefe tem de si? Será que o acha inteligente? Criativo? Lento? Pouco organizado? A auto-promoção é uma questão de tacto. Aprenda mais Seja simpático Seja organizado Tenha ideias Seja criativo Saiba trabalhar em equipe Reconheça os seus erros Empatia Honestidade Respostas
  35. 35. 7.» *É Obrigado! A . j. . . f . | I I adm. franczscojunzonwgmazl. com u l . < . É ' 4
  36. 36. ,o o _zfÊ"-° N? ! v'- f ? u-Agta o”. _ . 3,_ . "a "~*'É'”° se; l'f1 " - s'. w _~ o . à, , Qua 1 caçoes e ¡c'¡ ' : 'v til” . e. Competências "t _a a ›4E: .__; ;__-f_, _ . r- 'a , . _ u f; *E: _.~'<~ Necessarras para o '° m": › '° v i ? Administrador Atual Francisco Yuníor

    Be the first to comment

    Login to see the comments

Slides da palestra sobre as competências e qualificações do Administrador para o novo milênio

Views

Total views

332

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

11

Actions

Downloads

9

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×