Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Capacitação 360° - Da Cultura Inovadora a Aplicação                                                Roberto Agune1 e José A...
também profunda alteração nos programas de capacitação oferecidos aosservidores de todos os escalões.Embora o quadro atual...
Embora a dificuldade para sua implementação deva ser reconhecida, dadoque a abordagem por nós defendida implica na ruptura...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Capacitação 360°: Da cultura inovadora a aplicação - Sumário Executivo

2,814 views

Published on

Não basta capacitar. Temos que ministrar as disciplinas certas com o método pedagógico adequado.

Published in: Education
  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Capacitação 360°: Da cultura inovadora a aplicação - Sumário Executivo

  1. 1. Capacitação 360° - Da Cultura Inovadora a Aplicação Roberto Agune1 e José Antônio Carlos2Resumo Executivo- ObjetivosAs mudanças tecnológicas, econômicas, sociais e culturaisassociadasàglobalização e a transformação do conhecimento no maisimportante recurso econômico de nossos dias vem ampliando o debatesobre o funcionamentodos governos nesse novo ambiente.Embora esta discussão ainda esteja longe de apontar respostas claras econclusivas, um ponto, ao menos, parece ser consensual: a tarefagovernamental de formular, gerir e operar políticas e serviços de altaqualidade, será, doravante, muito mais complexa do que a experimentadaao longo do século XX, ampliando os requisitos de excelência dos quadrosda administração pública, em todos os seus níveis.Dentro deste cenário, o trabalho por nós apresentado procurará discutir opapel,a importância e o perfil dosprogramas de capacitação,perante odesafio de garantir a excelência no exercício do serviço público.- MetodologiaO programa de qualificação que estamos propondo no presente artigo éproduto de três frentes distintas de observação e análise por parte dosautores: 1. Lições aprendidas em mais de 20 anos de participação em projetos de modernização governamental; 2. Lições aprendidas em programas anteriores de capacitação para os quais temos contribuído como coordenadores, docentes e produtores de material didático, desde 1995; 3. Reflexões teóricas sobre o papel do setor público no século XXI vis a visos novos métodos, técnicas, processos e ferramentas de trabalho, hoje disponíveis no mercado,orientados para acelerar a criação de conhecimento, a inovação, a colaboração e a criatividade.- Características Centrais do Programa de Capacitação PropostoAs profundas mudanças ocorridas na sociedade contemporânea, asofisticação da agenda governamental e a demanda por novascompetências para o serviço público implicam, necessariamente, em uma1 Coordenador da Assessoria de Inovação em Governo da Secretaria de Planejamento e DesenvolvimentoRegional de São Paulo2 Técnico da Assessoria de Inovação em Governo da Secretaria de Planejamento e DesenvolvimentoRegional
  2. 2. também profunda alteração nos programas de capacitação oferecidos aosservidores de todos os escalões.Embora o quadro atual reforce a necessidade de programas continuados dequalificação, a forma e o conteúdo dessa intervenção devem ser totalmentereinventados, de modo a atender as novas demandas propostas aosgovernos.Estamos chamando este novo esforço de “Capacitação 360°”, uma novageração de programas de capacitação governamental, que cobre desdeações que favoreçam a mudança de paradigmas e modelos mentais até aajuda paraa prototipação de aplicaçõesbem próximas ao dia a dia dosservidores.Para tanto, este programa se assenta em cinco grandes vetores de atuação: 1. Formação de Cultura Inovadora; 2. Uso da Inovação como Elemento Estruturador e Integrador; 3. Introdução de Novas Disciplinas; 4. Utilização de Métodos Pedagógicos que Privilegiem a Aplicação e a Inovação; e 5. Mudança e Ampliação do Ambiente Capacitante.- ConclusãoAs rápidas alterações de cenário e o encurtamento dos ciclos de vida deprodutos, serviços e processos que marcam nossos dias são fenômenos quetendem a se acelerar ainda mais com o passar dos anos e com acristalização da sociedade do conhecimento.Nas organizações privadas, a luta pela manutenção dos níveis decompetitividade em um mercado cada vez mais globalizado e sofisticadotem acentuado as mudanças referentes a processos produtivos, métodosde trabalho, organogramas, layouts físicos, relação com fornecedores,relação com clientes e em diversos outros procedimentos, com vistas aajustá-los aos novos desafios.Do lado da sociedade civil, a continuidade das mudanças econômicas etecnológicas que tem permitido a ampliação e o barateamento no acessodas pessoas à internet de alta velocidade e aos dispositivos móveis -notadamente smartphones e tablets – irão aprofundar o grau deconectividade entre pessoas e a consequente presença das mesmas nasmídias sociais, fortalecendo, ainda mais, o poder de fogo da cidadania.Nesse quadro, que consideramos inexorável, não caberá aos governos outrocaminho senão promover ajustes com a mesma magnitude dos que estãoocorrendo nas organizações privadas e na sociedade civil, sob pena de umaindesejável e perigosa perda de representatividade.A compreensão da proposta de ampliação dos programas de qualificaçãopara funcionários de governo e a radical mudança nos métodos e noconteúdo programático dos mesmos, por nós advogada, não pode serentendida fora do contexto acima exposto.
  3. 3. Embora a dificuldade para sua implementação deva ser reconhecida, dadoque a abordagem por nós defendida implica na ruptura de modelos mentais,procedimentos burocráticos e diplomas legais de forte efeito paralisante,fazer vistas grossas a essa realidade comprometerá a formação delideranças inovadoras capazes de recriar o governo à semelhança do queocorre com as instituições que o cercam.Por último, gostaríamos de mencionar que, independente das discussõesideológicas sobre o tamanho ótimo do estado, estamos convencidos que adimensão física dos governos perde sentido se não lhes forem garantidas,sejam eles grandes ou pequenos, a capacidade de definir estratégias, gerarpolíticas públicas adequadas e exercer seu poder de coordenação eregulação.Tal desafio não se fará, por sua vez, sem a formação permanente dequadros qualificados e lideranças inovadoras capazes de entender adiferença entre ditar rumos e acompanhar tendências. O desenho atual dosetor público, infelizmente,pende para a segunda opção, o que é pouco paraquem, como nós, sonha alto.Palavras-Chave: Inovação, Capacitação, Gestão Pública, Governo, SetorPúblico, Conhecimento, Criatividade

×