Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação modernidade, globalização e individualismo final

2,028 views

Published on

Published in: News & Politics
  • Login to see the comments

Apresentação modernidade, globalização e individualismo final

  1. 1. Modernidade, globalização e individualismo Visões de Zygmunt Bauman e Gilles Lipovetsky Alfredo H. Dutra Rachel Oliveira Silva
  2. 2. Zygmunt Bauman explora os temas modernidade e globalização e faz uma análise de suas consequências . Um dos impactos gerados por estes fenômenos na atualidade é o processo de individualização da sociedade. Zygmunt Bauman, fevereiro de 2005, em Varsóvia..
  3. 3. Modernidade para Bauman • Rompimento do controle divino • Centralização no homem • Ciência, técnica, racionalidade • Domínio do mundo através da razão • Divisão entre sólida e líquida Luís XIV e Colbert em visita à Academia de Ciências de Paris (1671). Gravura de Sebastian Le Clerc.
  4. 4. Modernidade Sólida • Projeto moderno • Forte papel do Estado • Controle de instituições políticas e científicas • Preocupações com a igualdade e liberdade • Indivíduo ambiciona identidade proposta pelo Estado • Erradicar o que é imprevisível, indeterminado e diferente Trabalhador americano na década de 1930.
  5. 5. Modernidade Líquida • Efêmera, Globalizada e volátil • Enfraquecimento do Estado • Tecnologias da informação e transportes • Alteração na percepção do espaço e tempo • Força das grandes corporações e do capital • Estado e sociedade reféns das manobras de acionistas • Medo, exclusão e produção do mal
  6. 6. Modernidade Líquida • Alterações profundas nas relações sociais • Consumo como fonte de satisfação • Identidade única construída através do consumo • A mídia cria e alimenta imaginários e desejos de consumo • A individualidade é acentuada • Os indivíduos se tornam frágeis, descartáveis, sem essência e produzidos para um propósito definido.
  7. 7. Gilles Lipovetsky analisa como a sociedade sofreu profundas transformações na hipermodernidade. As pessoas se tornam mais individualistas e as relações sociais são vazias. A cadeia do consumo valoriza a individualidade do ser humano que quer ser enxergado como único. O filósofo Gilles Lipovetsky
  8. 8. Grafitti do artista Banksy Era do vazio • Sociedade pós-moderna • Personalização da sociedade baseada na informação e necessidades. • Menos controle e mais flexibilidade das relações humanas • Espaço público x emoções privadas • Forma de organização social guiada pelos desejos
  9. 9. Era do vazio • Estímulo desenfreado ao “direito de ser ele mesmo” em detrimento das relações com o outro e com a sociedade. É o chamado direito de ser si mesmo • Os desejos individuais passam a ser mais valorados que os interesses dos grupos
  10. 10. Chris Anderson – The Long Tail • Novas tecnologias, hoje, liberaram o usuários para descobrir e explorar o seu individualismo • Democratização das ferramentas de produção • Democratização da produção Chris Anderson
  11. 11. Bibliografia ANDERSSON, Chris. The Long Tail: Wliy the Future of Business is Seliing Less of More. Nova York: Hyperion, 2006. LIPOVETSKY, Gilles, A Era do Vazio. Lisboa: Relógio D’ Água, 1989. SANTOS, J. DOS. BAUMAN: MODERNIDADE E CONSEQUENCIAS DA GLOBALIZAÇÃO. Revista Internacional de Direito e Cidadania, p. 155–164, 2011. Disponível em: <http://reid.org.br/arquivos/00000286-11- jucelia_reid-11.pdf>. Acesso em: 6/9/2014.

×