Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Upcoming SlideShare
Slide libras (1)
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

Share

LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais

Download to read offline

Slide apresentado no Curso de Psicopedagogia do IESB, na disciplina Deficiência Auditiva, pela Profª Dulcilene Saraiva Reis, nos dias 06 e 07/08/2011

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais

  1. 1. Língua Brasileira de Sinais<br />ProfªDulcilene Saraiva Reis<br />
  2. 2. Lei nº 10.436, dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais.<br />A língua de sinais é visual-espacial. <br />
  3. 3. A língua portuguesa é <br />oral-auditiva. <br />A língua de sinais é baseada nas experiências visuais das comunidades surdas mediante as interações culturais surdas. <br />
  4. 4. Alíngua portuguesa constitui-se baseada nos sons. <br />A língua de sinais utiliza as referências anafóricas através de pontos estabelecidos no espaço que exclui ambiguidades que são possíveis na língua portuguesa. <br />
  5. 5. A língua de sinais não tem marcação de gênero, enquanto que na língua portuguesa o gênero é marcado a ponto de ser redundante. <br />
  6. 6. A língua de sinais atribui um valor gramatical às expressões faciais. <br />Esse fator não é considerado como relevante na língua portuguesa, apesar de poder ser substituído pela prosódia. <br />
  7. 7. Jeito “Surdo” de Escrever<br />
  8. 8.
  9. 9. LIBRAS<br />
  10. 10.
  11. 11. LIBRAS<br />“FLORESTA TER<br />MUITOS ANIMAIS<br />FLORES FRUTAS<br />MUITO FELIZ AQUI<br />FLORESTA TAMBÉM<br />VIVER LOBO MAU <br />CAÇADOR”<br />
  12. 12. Língua e Linguagem<br />Língua: Sistema de comunicação comum a uma comunidade linguística.<br /> LIBRAS FSL ASL<br />
  13. 13. Linguagem<br />Sistema constituído por elementos que podem ser Gestos,Sinais,Sons, Símbolos ou Palavras. Representam conceito de comunicação, ideias, significados e pensamentos. É o estudo científico da língua.<br />A linguagem difere o Homem dos outros animais.<br />
  14. 14. VARIAÇAÕ DIALETAL NO PORTUGUÊS E NA LIBRAS<br />Dialetos: Se refere a dimensão geográfica, pois envolvem as variações regionais.<br />Língua Portuguesa<br />Macaxeira<br />Mandioca<br />Aipim<br />
  15. 15. Libras<br />“MAS”<br />
  16. 16. EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS<br />Bater as Botas<br />Morrer, Falecer<br />
  17. 17. Pedra no Sapato<br />Ter um problema por resolver.<br />
  18. 18. Pôr as barbas de molho<br />Precaver-se<br />
  19. 19. Uma mão lava a outra<br />Trabalhar em equipe ou para o mesmo fim.<br />
  20. 20. Alfabeto<br />
  21. 21. Propagandas <br />em Libras<br />
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24. Por que a Libras é importante?<br />As línguas de sinais são línguas NATURAIS, ricas e complexas, e a gesticulação espontânea NÃO é Língua de sinais.<br />Estas línguas têm parâmetros, normas e regras próprias: sua gramática deve ser respeitada.<br />O estudo dos termos técnicos e científicos devem ser estudados nas escolas, visando registro e sistematização das mesmas: dicionários.<br />Quais as alterações a nível cerebral que uma língua natural proporciona para nossa inteligência?<br />
  25. 25. Como dever ser realizado?<br />Preferencialmente por um professor que também tenha a Libras como sua língua natural ou outro professor que use esta língua fluentemente em seu cotidiano.<br />O professor também com surdez favorecerá ao aluno melhor percepção de si enquanto ser integral em formação: questão do modelo.<br />Deve trabalhar a partir de um contexto: seja imagético ou vivencial.<br />O acolhimento e a avaliação ao aluno são fundamentais para o início do processo.<br />
  26. 26. E a Família?<br />Tem que estar envolvida INTRINSECAMENTE no processo: sua participação e aprendizado é fundamental para que ocorram as trocas simbólicas necessárias ao desenvolvimento intelectual.<br />Deve fazer parte TOTALMENTE desse processo, percebendo-se como agente de transformação do futuro da criança.<br />Gestores podem fazer os encaminhamentos políticos e institucionais necessários para que esta família possa se organizar e PARTICIPAR ATIVAMENTE: o poder público também é responsável.<br />
  27. 27. Sugestões Didáticas<br />Maquetes<br />Materiais concretos<br />Filmes<br />Slides<br />Filmagens<br />Livros didáticos e paradidáticos. <br />
  28. 28.
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31. Não ouvir é só um detalhe. Pior que não ouvir é fechar os olhos quando se pode ver.<br />
  • CssiaKarinyPedrosa

    Aug. 25, 2021
  • fernandatchau

    Aug. 18, 2021
  • AdelianaCarlos

    Jun. 24, 2021
  • NiceMendes3

    Aug. 27, 2020
  • LeonaraMergareno

    Apr. 28, 2020
  • AparecidaGoncalves

    Dec. 9, 2019
  • GuilberthKilder

    Oct. 13, 2019
  • rozianamilioranca

    Oct. 12, 2019
  • patriciagomesfrana

    Sep. 25, 2019
  • ElieteMuquem

    Aug. 29, 2019
  • WilsonDaSilvaDeSouza

    Aug. 26, 2019
  • ElisangelaOliveira118

    Aug. 19, 2019
  • jackinhak

    Jul. 31, 2019
  • JoiceGomesGomes

    Jun. 11, 2019
  • RozanaAguiar

    May. 24, 2019
  • Vgeo30

    Feb. 27, 2019
  • jaquelinemacedo5661

    Feb. 11, 2019
  • silviamelo1253

    Jan. 18, 2019
  • BrunoRafaelLeitedeSo

    Jan. 9, 2019
  • KarolinaGuimaraesNeg

    Dec. 26, 2018

Slide apresentado no Curso de Psicopedagogia do IESB, na disciplina Deficiência Auditiva, pela Profª Dulcilene Saraiva Reis, nos dias 06 e 07/08/2011

Views

Total views

51,648

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

337

Actions

Downloads

2,622

Shares

0

Comments

0

Likes

69

×