Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

0

Share

Download to read offline

Boletim o pae junho 2017 final

Download to read offline

boletim mensal do pae

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to like this

Boletim o pae junho 2017 final

  1. 1. 1 Dez milhões de pessoas, em todo o mundo, consomem substân- cias psicotrópicas para minimizar tensões nervosas, fobias, insônias, entre outras. Uns cem milhões usam tranquilizantes, como lexotan, lorax, anafranil, benzodiazepina para trata- mento dos sintomas psicopatológicos como depressão, ansiedade, síndro- me do pânico e estresse. Há momen- tos de inquietudes e de instabilidades emotivas nos múltiplos setores da so- ciedade, em que existem de 15 a 30 milhões de pessoas com transtornos mentais, neuroses e índices acentu- ados de demência, como a epilepsia e vários outros transtornos psicóticos. Para a Psiquiatria, os desacer- tos psíquicos originam-se de fatores físicos. Já a Psicologia, especialmen- te a Psicanálise, considera-os como reflexos de traumas adquiridos na experiência da vida, “incrustados” no inconsciente. A Neurologia aponta-os como alteração da sincronia gené- tica, interferindo na estrutura dos neurônios. A despeito da ação efetiva dos psicofármacos, acreditamos que eles funcionam como paliativos nos momentos críticos das disfunções psíquicas, até porque os elementos geradores dessas patologias, a rigor, não se encontram nos neurônios do cérebro, porém, na estrutura funcio- nal do perispírito. À Doutrina dos Espíritos está reservada a tarefa de alargar os ho- rizontes das pesquisas psíquicas, contribuindo para a solução dos enig- mas que atormentam a consciência, projetando luz nas questões desa- fiadoras do ser, do destino e da dor. Os processos psicopatológicos são frutos das nossas ações e decorrem da má utilização do livre-arbítrio. O Evangelho estabelece, como medida básica, a ética do amor e da caridade, para a conquista da íntima harmonia psíquica. Portanto, com a prática dos códigos legados pelo Cristo, a Terra, com seus processos provacionais e expiatórios, representará magnífi- ca escola de crescimento individual, em cujas lições purificadoras encon- traremos a cura definitiva da maior chaga dos sentimentos humanos: O EGOISMO. Informativo Mensal do Posto de Assistência Espírita - Ano III, Número 23 - Junho/2017. Distúrbios psicológicos Editorial / Jorge Hessen
  2. 2. 2 Livro: Pensamento e Vida / Chico Xavier / FEB Cap. 28 - “Enfermidade” Ninguém poderá dizer que toda enfermidade, a rigor, esteja vinculada aos processos de elaboração da vida mental, mas todos podemos garantir que os processos de elaboração da vida mental guardam positiva influenciação sobre todas as doenças. Há moléstias que têm, sem dúvida, função preponderante nos serviços de purificação do espírito, surgindo com a criatura no berço ou seguin- do-a, por anos a fio, na direção do túmulo. As inibições congeniais, as mutilações imprevistas e as enfermidades di- ficilmente curáveis catalogam-se, indiscutivelmente, na tabela das provações necessárias, como certos medicamentos imprescindíveis figuram na ficha de so- corro ao doente; contudo, os sintomas patológicos na experiência comum, em maioria esmagadora, decorrem dos reflexos infelizes da mente sobre o veículo de nossas manifestações, operando desajustes nos implementos que o compõem. Toda emoção violenta sobre o corpo é semelhante a martelada forte sobre a engrenagem de máquina sensível, e toda aflição amimalhada é como ferrugem destruidora, prejudicando-lhe o funcionamento. Sabe hoje a medicina que toda tensão mental acarreta distúrbios de impor- tância no corpo físico. Estabelecido o conflito espiritual, quase sempre as glându- las salivares paralisam as suas secreções, e o estômago, entrando em espasmo, nega-se à produção de ácido clorídrico, provocando perturbações digestivas a se expressarem na chamada colite mucosa. Atingido esse fenômeno primário que, muita vez, abre a porta a temíveis calamidades orgânicas, os desajustamen- tos gastrintestinais repetidos acabam arruinando os processos da nutrição que interessam o estímulo nervoso, determinando variados sintomas, desde a mais leve irritação da membrana gástrica até a loucura de abordagem complexa. O pensamento sombrio adoece o corpo são e agrava os males do corpo enfermo. Se não é aconselhável envenenar o aparelho fisiológico pela ingestão de substâncias que o aprisionem ao vício, é imperioso evitar os desregramentos da alma que lhe impõem desequilíbrios aviltantes, quais sejam aqueles hauridos nas decepções e nos dissabores que adotamos por flagelo constante do campo íntimo. Cultivar melindres e desgostos, irritação e mágoa é o mesmo que semear espinheiros magnéticos e adubá-los no solo emotivo de nossa existência, é into- xicar, por conta própria, a tessitura da vestimenta corpórea, estragando os cen- tros de nossa vida profunda e arrasando, consequentemente, sangue e nervos, glândulas e vísceras do corpo que a Divina Providência nos concede entre os ho- mens, com vistas ao desenvolvimento de nossas faculdades para a Vida Eterna. Guardemos, assim, compreensão e paciência, bondade infatigável e tole- rância construtiva em todos os passos da senda, porque somente ao preço de nossa incessante renovação mental para o bem, com o apoio do estudo nobre e do serviço constante, é que superaremos o domínio da enfermidade, aprovei- tando os dons do Senhor e evitando os reflexos letais que se fazem acompanhar do suicídio indireto. Refletindo com Emmanuel
  3. 3. 3 ............ Espaço da Codificação ............ “O Livro dos Espíritos” 375. Qual, na loucura, a situação do Espírito? “O Espírito, quando em liberdade, recebe diretamente suas impres- sões e diretamente exerce sua ação sobre a matéria. Encarnado, po- rém, ele se encontra em condições muito diversas e na contingência de só o fazer com o auxílio de órgãos especiais. Altere-se uma parte ou o conjunto de tais órgãos e eis que se lhe interrompem, no que destes dependam, a ação ou as impressões. Se perde os olhos, fica cego; se o ouvido, torna-se surdo, etc. Imagina agora que seja o órgão, que presi- de às manifestações da inteligência, o atacado ou modificado, parcial ou inteiramente, e fácil te será compreender que, só tendo o Espírito a seu serviço órgãos incompletos ou alterados, uma perturbação resultará de que ele, por si mesmo e no seu foro íntimo, tem perfeita consciência, mas cujo curso não lhe está nas mãos deter.” a) Então, o desorganizado é sempre o corpo e não o Espírito? “Exatamente; mas, convém não perder de vista que, assim como o Es- pírito atua sobre a matéria, também esta reage sobre ele, dentro de certos limites, e que pode acontecer impressionar-se o Espírito tem- porariamente com a alteração dos órgãos pelos quais se manifesta e recebe as impressões. Pode mesmo suceder que, com a continuação, durando longo tempo a loucura, a repetição dos mesmos atos acabe por exercer sobre o Espírito uma influência, de que ele não se libertará senão depois de se haver libertado de toda impressão material.” Passados 160 anos do lançamento de “O Livro dos Espíritos”, é justo que perguntemos à própria consciência: Quais os nossos reais propósitos na atividade espírita? Que espécie de motivação interior impulsiona nossos atos? Estamos servindo ao Senhor ou nos servindo Dele para a expansão do nosso orgulho? Comobaseparaanossareflexão,sugerimosaleituradotextoabaixo,contido em “O Evangelho segundo o Espiritismo”, cap. XX, “Os trabalhadores da última hora”, com suas graves advertências: Os obreiros do Senhor Aproxima-se o tempo em que se cumprirão as coisas anunciadas para a transformação da Humanidade. Ditosos serão os que houverem trabalhado no campo do Senhor, com desinteresse e sem outro móvel, senão a caridade! Seus dias de trabalho serão pagos pelo cêntuplo do que tiverem esperado. Ditosos os que hajam dito a seus irmãos: “Trabalhemos juntos e unamos os nossos esforços, a fim de que o Senhor, ao chegar, encontre acabada a obra”, Época de reflexão Fabiano Augusto
  4. 4. 4 Conselho Diretor - Presidente: Wilson Barbosa / Vice-Presidente: Jorge Hessen Secretária: Diomarsi Souza / 2.º Secretário: Josias da Silva Tesoureiro: João Batista Conselho Fiscal - José Amin, Francisco Soares e Marcos Marques Editores - Jorge Hessen e Fabiano Augusto Site - http://opaespirita.wixsite.com/opae Blog - http://paespirita.blogspot.com.br/ QNM 40 AE N.° 02, Taguatinga Norte/DF - Fone: (61) 3491-2552 Expediente Sábados - 18 horas Dia 3 - Jorge Hessen (PAE) Dia 10 - Warwick Mota (FEDF) Dia 17 - Sidney de Paula (FEB) Dia 24 - Carlos Sá (FEB) Quartas-feiras - 20 horas Dia 7 - Valdivino Oliveira (PAE) Dia 14 - Cirne Ferreira (FEB) Dia 21 - Maria Omilta (PAE) Dia 28 - Arildo Marques (B. Menezes) Quadro de Reuniões Públicas e Expositores do Mês de Junho porquanto o Senhor lhes dirá: “Vinde a mim, vós que sois bons servidores, vós que soubestes impor silêncio aos vossos ciúmes e às vossas discórdias, a fim de que daí não viesse dano para a obra!” Mas, ai daqueles que, por efeito das suas dissensões, houverem retardado a hora da colheita, pois a tempestade virá e eles serão levados no turbilhão! Clamarão: “Graça! graça!” O Senhor, porém, lhes dirá: “Como implorais graças, vós que não tivestes piedade dos vossos irmãos e que vos negastes a estender-lhes as mãos, que esmagastes o fraco, em vez de o amparardes? Como suplicais graças, vós que buscastes a vossa recompensa nos gozos da Terra e na satisfação do vosso orgulho? Já recebestes a vossa recompensa, tal qual a quisestes. Nada mais vos cabe pedir; as recompensas celestes são para os que não tenham buscado as recompensas da Terra.” Deus procede, neste momento, ao censo dos Seus servidores fiéis e já marcou com o dedo aqueles cujo devotamento é apenas aparente, a fim de que não usurpem o salário dos servidores animosos, pois aos que não recuarem diante de suas tarefas é que ele vai confiar os postos mais difíceis na grande obra da regeneração pelo Espiritismo. Cumprir-se-ão estas palavras: “Os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros no reino dos céus.” – O Espírito de Verdade. (Paris, 1862.) Atividades Programadas para Junho Domingos Campanha da Fraternidade Auta de Souza - 9h40min as 12h 4, 25 Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita - 8h as 9h30min 25 Realização do Almoço Fraterno - 12h as 14h 11 Reunião com as Famílias Assistidas - 10h as 12h 4 Visita ao Abrigo de Velhinhos Casa de Jacó - 9h as 15h 18

boletim mensal do pae

Views

Total views

149

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

2

Actions

Downloads

0

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×