Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Upcoming SlideShare
What to Upload to SlideShare
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

0

Share

Download to read offline

Boletim o pae maio 2018 pdf

Download to read offline

boletim do PAE

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to like this

Boletim o pae maio 2018 pdf

  1. 1. 1 TrêsjovensdacidadedeXinguara, no norte do Piauí, caíram de uma ponte ao tentar tirar uma foto no dia 22 de abril de 2018. De acordo com a polícia local, as garotas tentavam fazer uma selfie quando a lateral da ponte desabou, fa- zendo com que elas despencassem de uma altura de 10 metros, fraturando as pernas e os pés. A ponte passa sobre o rio Cais e é utilizada como linha férrea, apesar de degastada com o tempo. As adolescentes estavam tirando selfies no local, quando a plataforma da lateral desabou com elas.1 Essa não é a primeira vez que uma tentativa de selfie termina mal. Na Rússia, o governo chegou a criar um manual para evitar novas mortes por esse motivo. Entre as indicações há a exibi- ção de riscos ao subir em pontes, parar no meio da rua ou mesmo se esticar em uma pla- taforma de trem. Uma pessoa de bem consigo mesma, na maioria das vezes, posta selfies com imagens mais espon- tâneas, ao invés daquelas estrategica- mente montadas e editadas. Pessoas mais desatentas tendem a postar sel- fies às vezes mais erotizadas e exibi- cionistas, com o intuito de receber o maior número de “curtidas”, e com isso obterem uma falsa percepção de que são “amadas”. Há aqueles que fazem selfies nas academias retratando os corpos “sa- rados”, e se não tiverem “curtidas” e “comentários” ficam frustrados, depri- midos e aumentam os exercícios para esculturar o visual. Há, sem dúvida, alguns transtornos que podem estar associados ao comportamento des- controlado da produção dessas fotos, como depressão, fobia social, transtor- no afetivo bipolar e transtorno dismór- fico corporal2 . Tais transtornos trazem prejuízos concretos à vida do indivíduo, como isolamento social, anorexia, bu- limia, automutilação e, no extremo, até suicí- dio. Nesse sentido, o vício em tirar cente- nas de selfies não é uma prática recomen- dável, até porque a “autorrepresentação seletiva” não aumenta a autoestima e nem a autoconfiança. Normalmente, carências afetivas são as principais causas da necessidade de se expor, de chamar a atenção. Quando não preenchidas, comumente Informativo Mensal do Posto de Assistência Espírita - Ano IV, Número 33 - Maio/2018. Selfies associadas às carências afetivas Editorial - Jorge Hessen
  2. 2. 2 Livro: O Consolador / Chico Xavier / FEB Questão 216 O “amor-próprio”, o “brio”, o “caráter”, a “honra”, são atitudes que a sociedade humana reclama da personalidade; como proceder em tal caso, quando os fatos colidem com os nossos conhecimentos evangélicos? O círculo social exige semelhantes atitudes da personalidade, contu- do, essa mesma sociedade ainda não soube entendê-las, senão pela pauta das suas convenções, quando o amor-próprio, o brio, o caráter e a honra deveriam ser traços do aperfeiçoamento espiritual e nunca demonstrações de egoísmo, de vaidade e orgulho, quais se manifestam, comumente, na Terra. Quando o homem se cristianizar, compreendendo essas posições morais no seu verdadeiro prisma, não mais se verificará qualquer colisão entre os acontecimentos da existência comum e os seus conhecimentos do Evangelho, porquanto o seu esforço será sempre o da cooperação sincera a favor do reerguimento e da elevação espiritual dos semelhantes. Refletindo com Emmanuel provocam situações psicopatológicas extremas. Há pessoas (alucinadas) que vão tirar selfies próximas a animais ferozes, subindonotrilhodeumtrem,equilibran- do-se no parapeito de uma ponte, nas culminâncias das torres ou ainda nos pontos mais altos de edifícios gigantes, que aliás têm sido uma das “modas” mais perigosas dos últimos tempos, e isso tem trazido consequências graves. A tecnologia de registro de ima- gens precisa estar a nosso favor e a benefício da sociedade. Que tal se, em vez de postar constantemente o pró- prio retrato, postássemos imagens com informações culturais ou compartilhás- semos projetos sociais importantes? Isso sim seria muito útil à sociedade. Obviamente, não será através da pos- tagem de milhares de fotos de si mes- mo que se estará colaborando com a melhoria da vida no planeta. O sentimento de inferioridade ou de baixa autoestima associa os vicia- dos nas selfies a uma auto-exposição exagerada, a uma autonegligência ou desmazelo das coisas pessoais. O nos- so avanço espiritual consiste, exclusi- vamente, na forma de vermos a vida, e isso nada mais é do que a demonstra- ção de uma nova visão otimista de nós mesmos e do mundo ao nosso redor. Pensemos nisso! Referências: 1 Disponível em https://g1.globo.com/pi/ piaui/noticia/tres-jovens-caem-de-ponte-no- piaui-ao-tirar-selfies-e-sofrem-fraturas.ghtml 2 Termo usado para designar a discre- pância ou diferença entre aquilo que a pes- soa acredita ser, em termos de imagem cor- poral, e aquilo que realmente é.
  3. 3. 3 ............ Espaço da Codificação ............ O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. II, item 5. Pelo simples fato de duvidar da vida futura, o homem dirige to- dos os seus pensamentos para a vida terrestre. Sem nenhuma certeza quanto ao porvir, dá tudo ao presente. Nenhum bem divisando mais precioso do que os da Terra, torna-se qual a criança que nada mais vê além de seus brinquedos. E não há o que não faça para conseguir os únicos bens que se lhe afiguram reais. A perda do menor deles lhe ocasiona causticante pesar; um engano, uma decepção, uma ambição insatisfeita, uma injustiça de que seja vítima, o orgulho ou a vai- dade feridos são outros tantos tormentos, que lhe transformam a existência numa perene angústia, in- fligindo-se ele, desse modo, a si próprio, verdadeira tortura de todos os instantes. Colocando o ponto de vista, de onde considera a vida corpórea, no lugar mesmo em que ele aí se encontra, vastas proporções assumem tudo o que o rodeia. (...) De todos os planetas, o mais adiantado sob todos os aspectos é Jú- piter. É o reino exclusivo do bem e da justiça, porquanto só tem espíritos bons. Pode fazer-se uma idéia do estado feliz de seus habitantes pelo quadro que de- mos de um mundo habitado apenas por espíritos da segunda ordem. A superioridade de Júpiter não está somente no estado moral de seus habi- tantes; está também na sua constituição física. Eis a descrição que nos foi dada desse mundo privilegiado, onde encon- tramos a maior parte dos homens de bem que honraram nossa Terra por suas virtudes e talentos. A conformação do corpo é mais ou menos a mesma daqui, porém é menos material, menos denso e de uma maior leveza específica. Enquanto rastejamos penosamente na Terra, o habitante de Júpiter transporta-se de um a outro lugar, deslizando sobre a superfície do solo, quase sem fadiga, como o pássaro no ar ou o peixe na água. Sendo mais depura- da a matéria de que é formado o corpo, dispersa-se após a morte sem ser sub- metida à decomposição pútrida. Ali não se conhece a maioria das moléstias que nos afligem, sobretudo as que se originam dos excessos de todo gênero e da devas- tação das paixões.Aalimentação está em relação com essa organização etérea; não seria suficientemente substancial para os nossos estômagos grosseiros, sendo a nossa por demais pesada para eles; compõe-se de frutos e plantas; de alguma sorte, aliás, a maior parte eles a haurem no meio ambiente, cujas emana- ções nutritivas aspiram.Aduração da vida é, proporcionalmente, muito maior que na Terra; a média equivale a cerca de cinco dos nossos séculos; o desenvolvimento é também muito mais rápido e a infância dura apenas alguns de nossos meses. Revista Espírita - Março de 1858 Trecho do texto: Júpiter e alguns outros mundos
  4. 4. 4 ......... Mural do DIJ/PAE ......... As experiências de aprendizagem previstas pela Escola Espírita de Evangelização são situações simuladas, planejadas pelo evange- lizador para serem vivenciadas pelo educando, com o fim de favorecer a aquisição dos conteúdos de ensi- no. Portanto, nessas experiências, a ênfase é dada às atividades do edu- cando, pois ele aprende por meio do que faz. Essa visão educativa forma um consenso em torno de alguns aspectos importantes da aprendiza- gem: construção do conhecimento e expressão do conhecimento. Procure-nos! Matricule seu filho na Evangelização! Turmas dos 3 aos 21 anos. Aos sábados das 18h às 19h. Não perca essa oportunidade. Conselho Diretor - Presidente: Jorge Hessen / Vice-Presidente: João Batista Secretário: Josias da Silva/2.º Secretário: Walter A. Costa/Tesoureira: Diomarsi Souza Conselho Fiscal - Wilson Barbosa, Jurandir Correia e Ismael de Jesus Editores - Jorge Hessen e Fabiano Augusto Site - Departamento de Formação Doutrinária - http://opaespirita.wixsite.com/opae Blog - http://paespirita.blogspot.com.br/ QNM 40 AE N.° 2, Taguatinga Norte/DF - Fone: (61) 3491-2552 Expediente Sábados / 18 horas Dia 5 - André Ferreira (Atualpa) Dia 12 - Jorge Hessen (PAE) Dia 19 - Mauricio Curi (Atualpa) Dia 26 - Fabiano Augusto (CEFE) Quartas-feiras / 20 horas Dia 2 - Sérgio de Jesus Rossi (CEPT) Dia 9 - Edmar Jorge (Fraternidade) Dia 16 - José Luiz (CEAL) Dia 23 - Carlos Sá (FEB) Dia 30 - Renata Dourado (Instituto Vida) Quadro de Reuniões Públicas e Expositores do Mês de Maio Atividades Programadas em Maio Domingos Reunião com as Famílias Assistidas 6 (dia das mães) Campanha da Fraternidade Auta de Souza (9h40min às 12h) 13 e 27 Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita (8h às 9h30min) 13 e 27 Realização de Almoço Fraterno 20

boletim do PAE

Views

Total views

108

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

3

Actions

Downloads

0

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×