Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Upcoming SlideShare
What to Upload to SlideShare
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

0

Share

Download to read offline

Frederico Lopes- 1,2,3 macaquinho do xinês

Download to read offline

Construir cidades com as crianças: projetos, reflexões e experiências 15 novembro 2019, Universidade de Aveiro (https://www.facebook.com/groups/cidadescomascriancas/)

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to like this

Frederico Lopes- 1,2,3 macaquinho do xinês

  1. 1. Um projeto de Playwork
  2. 2. Entre Setembro de 2016 e Novembro de 2019… Público-alvo: • Crianças dos 0 aos 15 anos • Cuidadores e Educadores Serviços: • Intervenções no espaço público • Transformação de recreios • Formação (cuidadores e educadores) Números: • 30 intervenções • Cerca de 2000 pessoas atingidas directamente (crianças, educadores, cuidadores) • 1000 Likes • Lisboa, Cascais, Oeiras,Loures e Coimbra. • IPSS’s, Associações, Privados, Juntas de Freguesia, Escolas, Municípios. Projectos Actuais: • Brincapé-Caminho, Brinco, Participo • Brincapé- Com Tralha (BIPZIP, Câmara Muncipal de Lisboa) Defesa e provisão do brincar livre
  3. 3. Falta de acesso a vários de tipos de brincar PsicopatologiasFalta de autonomia Falta de regulação emocional Riscos para a saúde mental das crianças Iliteracia motora Riscos para a saúde física das crianças ObesidadeDoenças do foro respiratório Brincar é uma necessidade…
  4. 4. Aumento da urbanização e afastamento da Natureza Espaço público motorizado Recreios e espaços de jogo estéreis Aversão a uma cultura lúdica de risco de aventura Horários de trabalho alargados Rotinas de vida das crianças agenciadas pelos adultos Falta de acesso a vários de tipos de brincar Brincar é inacessível…
  5. 5. • Decide livremente ao que quer brincar, com que materiais quer brincar e com quem quer brincar. • Começa e acaba livremente as suas brincadeiras. • Brinca por brincar, pelas suas próprias razões, sem precisar de explicar porquê. • Não tem que atingir nenhum objectivo ou corresponder às expectativas do adulto. (adaptado de Play Wales, 2015; Hughes, 2001) O brincar livre e espontâneo acontece quando a criança:
  6. 6. Princípios do Playwork… Reconhecem que a capacidade das crianças e jovens para um desenvolvimento positivo será melhorada se lhes for dado acesso ao conjunto mais alargado de ambientes e de oportunidades para brincar. (adaptado de Play Wales, 2015; Hughes, 2001)
  7. 7. Princípios do Playwork… •Apoiam e facilitam o brincar livre das crianças e dos jovens. •Possibilitam às crianças e jovens alargar o seu brincar para níveis mais arriscados e desafiantes, apropriados ao seu desenvolvimento e bem-estar. •Actuam enquanto defensores do direito a brincar em face de agendas definidas pelos adultos. •Apoiam todas as crianças e jovens na criação de um espaço no qual possam brincar. •Escolhem um estilo de intervenção que permite às crianças e jovens estender o seu brincar. •Equilibram o risco com o benefício para o desenvolvimento e bem-estar das crianças. (adaptado de Play Wales, 2015; Hughes, 2001)
  8. 8. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Dão oportunidade à criança de dirigir as suas brincadeiras. • Observam de forma imparcial o comportamento da crianças.
  9. 9. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Apoiam as crianças na criação de novas brincadeiras. • Potenciam o acesso a todos os tipos de brincar.
  10. 10. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Promovem um confronto com o risco saudável. • Realizam pequenas tarefas a pedido das crianças.
  11. 11. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Apelam às capacidades de negociação da criança. • Promovem a inclusão de todas as crianças na brincadeira.
  12. 12. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Procuram reduzir a desigualdade de género no acesso às brincadeiras. • Valorizam as opiniões da criança.
  13. 13. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Defendem o Direito a Brincar. • Negoceiam com os adultos a flexibilização das regras.
  14. 14. Os brinconautas (playworkers) são adultos treinados que: • Estudam a literatura científica actual e reflectem sobre o processo de brincar em conjunto com os seus pares.
  15. 15. Os materiais soltos (tralha) são ideais como potenciadores do brincar livre porque: •não têm valor para o adulto •podem ter vários fins •flexibilidade combinatória e criatividade cartão, pedras, cepos, areia, cascalho, tecido, galhos, madeira, paletes, bolas, baldes, cestas, caixas, plásticos, troncos, pedras, flores, cordas, pneus, conchas, sementes, moedas, chaves, porcas, parafusos, botões, giz,, cordas, madeiras, pneus, ferragens, rodas, etc. The theory of Loose Parts (Nicholson, 1971)
  16. 16. Agora tu, agora eu
  17. 17. A soma das partes e o todo
  18. 18. Se não me vêem, eu não existo
  19. 19. Borboletas na barriga
  20. 20. Espelho meu, espelho meu…
  21. 21. “We aim to provide a play environment in which children will laugh and cry; where they can explore and experiment; where they can create and destroy; where they can achieve; where they can feel excited and elated; where they may sometimes be bored and frustrated, and may sometimes hurt themselves; where they can get help, support, and encouragement from others when they require it; where they can grow to be independent and self-reliant; where they can learn—in the widest possible sense—about themselves, about others, and about the world.” Stuart Lester in “The Playwork Primer” by Penny Wilson, 2010 A essência do nosso trabalho
  22. 22. 123macaquinhodoxines@gmail.com https://123macaquinhodoxines.wordpress.com/ https://www.facebook.com/123macaquinhodoxines/

Construir cidades com as crianças: projetos, reflexões e experiências 15 novembro 2019, Universidade de Aveiro (https://www.facebook.com/groups/cidadescomascriancas/)

Views

Total views

232

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

11

Actions

Downloads

2

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×