Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Lentes- 8ºano

3,376 views

Published on

Manual Universo 8ºano

Published in: Education
  • Login to see the comments

Lentes- 8ºano

  1. 1. 3.2 Fenómenos óticos Lentes
  2. 2. Lentes • As lentes são meios transparentes, de vidro ou plástico, limitados por duas faces curvas ou por uma face curva e outra face plana. Numa lente, a luz sofre duas refrações: quando a luz passa do ar para o vidro e, depois, quando passa do vidro para o ar. Lente com duas faces curvas Lente com uma face curva e outra plana
  3. 3. Lentes Lentes podem ser Convexas ou de bordos delgados Côncavas ou de bordos espessos
  4. 4. Lentes convexas ou convergentes → Um feixe paralelo de luz incidente origina um feixe refratado convergente num ponto, o foco real (que se forma à frente da lente); estas lentes também se chamam convergentes.
  5. 5. Lentes côncavas ou divergentes → Um feixe paralelo de luz incidente origina um feixe refratado que parece divergir de um ponto, o foco virtual (que se forma atrás da lente); estas lentes também se chamam divergentes.
  6. 6. Características das imagens formadas pelas lentes Lentes convexas ou convergentes As imagens são: • virtuais ou reais; • direitas ou invertidas; • menores, maiores ou iguais ao objeto. O foco é real (projeta-se numa tela). Lentes côncavas ou divergentes As imagens são: • virtuais; • direitas; • menores do que o objeto. O foco é virtual (não se projeta numa tela).
  7. 7. Aplicações das lentes convexas
  8. 8. Aplicações das lentes côncavas
  9. 9. Potência de uma lente A potência de uma lente indica o seu poder convergente ou divergente. A lente B é menos potente do que a lente A, pois tem maior distância focal.
  10. 10. Potência de uma lente LENTE CONVERGENTE LENTE DIVERGENTE
  11. 11. A visão humana • Córnea e Humor aquoso- lente convergente que foca a luz para o interior do olho; • Cristalino- lente convergente que forma uma imagem real, invertida e menor do que o objeto, que é projetada na retina; • Nervo ótico- transmite a imagem da retina até ao cérebro, onde é descodificada; • Íris- controla a entrada de luz no olho, aumentando ou diminuindo o tamanho da pupila.
  12. 12. Defeitos da visão e sua correção MIOPIA • As pessoas míopes veem mal ao longe, mas veem bem ao perto; • A imagem forma-se à frente da retina pois o cristalino é demasiado convergente; • Os míopes usam lentes divergentes para a imagem se formar mais atrás e se projetar na retina. OLHO MÍOPE OLHO MÍOPE CORRIGIDO COM UMA LENTE DIVERGENTE
  13. 13. HIPERMETROPIA • As pessoas hipermétropes veem bem ao longe, mas veem mal ao perto; • A imagem forma-se atrás da retina pois o cristalino é pouco convergente; • Os hipermétropes usam lentes convergentes para a imagem se formar mais à frente e se projetar na retina. OLHO HIPERMÉTROPE OLHO HIPERMÉTROPE CORRIGIDO COM UMA LENTE CONVERGENTE

×