Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Adolfo bezerra de menezes

  • Be the first to comment

Adolfo bezerra de menezes

  1. 1. Médico dos pobres<br />Adolfo Bezerra de Menezes<br />
  2. 2. A missão futura do Brasil: “Se a luta vai ser grande, considera que não será menor a compreensão do Senhor, que é o caminho, a verdade e a vida.”<br />Reunião Cósmica <br />
  3. 3. A 29 de Agosto de 1831, este missionário nascia no Riacho de Sangue, recebendo o nome de Adolfo Bezerra de Menezes;<br />
  4. 4. Adolfo foi então criado num clima de severa dignidade, respeito e religiosidade, não tendo qualquer contacto com o espiritismo;<br />Porém, antes de Bezerra de Menezes assumir o posto que lhe fora indicado na reunião cósmica, era necessário que ele se impusesse na Corte de então. Tinha de entrar no seio da sociedade, como patriota, médico, jornalista, político e escritor.<br />
  5. 5. Desde muito pequeno revelou-se um espírito amadurecido e determinado;<br />Aos treze anos era capaz de substituir o professor de Latim nos seus impedimentos, ensinando aos colegas.<br />
  6. 6. A 5 de Fevereiro de 1851, com 19 anos e meio de idade, com a quantia de quatrocentos mil réis, que seus parentes lhe deram para pagar a viagem, partiu para o Rio de Janeiro, para fazer o seu curso de Medicina.<br />Doutorou-se em 1858, com a tese “Diagnóstico do cancro”.<br />
  7. 7. Viu-se em pouco tempo rodeado de numerosa clientela. Mas os colegas da época não lhe invejavam o sucesso. Pois tudo era gente pobre, e Bezerra nunca pediu dinheiro a pessoa alguma. Já aqui Adolfo delineava os seus contornos interiores.<br />
  8. 8. Em 6 de Novembro de 1858, casou-se com a Sra. Maria Cândida de Lacerda, que faleceu a 24 de Março de 1863, deixando-lhe dois filhos, um de 3 anos e o outro de 1.<br />
  9. 9. Em 1860 começa a sua vida na politica;<br />O seu partido viu-o sempre incansável a lutar, quer nos comícios, quer na imprensa. Depois retirou-se algum tempo da política mas para servir ao país, criando a Companhia de Estrada de Ferro Macaé a Campos e uma outra companhia para a construção da via-férrea de Santo António de Pádua.<br />
  10. 10. A 21 de Janeiro de 1865 casara-se novamente, com a Sra. Cândida Augusta de Lacerda Machado, irmã materna de sua primeira mulher, e de quem teve sete filhos. <br />Também neste ano, pela quarta vez, é novamente candidatado, obtendo grande triunfo.<br />
  11. 11. A morte da primeira esposa, provocou-lhe um grande abalo físico e moral. Neste momento difícil, leu toda a bíblia <br />e quando acabou, sentiu necessidade de crer, não numa crença imposta à fé, mas numa crença consolidada na razão e na consciência. Mas onde iria ele descobrir a fonte dessa crença?<br />
  12. 12. Um dia o Dr. Joaquim Carlos Travassos, que traduziu O Livro dos Espíritos, ofereceu-lhe um exemplar deste livro; <br />Leu, mas não encontrava nada de novo para o seu espírito e no entanto tudo aquilo era novo para ele! Já tinha lido e ouvido tudo o que se encontrava n’O Livro dos Espíritos, mas tinha a certeza de nunca haver lido uma obra espírita.<br />
  13. 13. A 16 de Agosto de 1886 proclamou,num auditório com cerca de duas mil pessoas da melhor sociedade, a sua adesão ao espiritismo. Essa sua filiação foi uma transfusão de sangue novo para a Doutrina no Brasil, a qual daí por diante entrou em ritmo mais acelerado.<br />Em 1884 foi fundada a Federação Espírita Brasileira e Bezerra de Menezes ocupou o cargo de presidência em 1889 e em 1895, e a vice-presidência em 1890 e 1891.<br />
  14. 14. Quando no Governo Provisório da República, foi publicado o Código criminal do Brasil, condenando as práticas espíritas, Bezerra de Menezes não hesitou em lançar pelas colunas de O Paiz, onde também publicou muitos artigos espíritas, o que julgou por bem expender a respeito dessa falsa e intempestiva apreciação do Espiritismo.<br />
  15. 15. Cinco anos mais tarde, a 11 de Abril de 1900, Bezerra de Menezes morre, depois de três meses acamado, devido a um acidente vascular cerebral.<br />Muitos espíritos amigos fizeram um verdadeiro corredor, onde Bezerra de Menezes era consagrado espiritualmente como um apóstolo do bem. Ismael, defensor espiritual do Brasil, veio recebê-lo, para conduzi-lo às esferas espirituais mais evoluídas.<br />
  16. 16. “Para progredirmos, para subirmos, precisamos ter, igualmente fortificadas, as duas asas – o conhecimento das leis morais, e o conhecimento das leis do mundo físico ou Ciência.”<br />
  17. 17. Escreveu algumas obras como:<br />“A doutrina Espírita como Filosofia Teogônica”;<br />“A Loucura sob Novo Prisma”;<br />“Os Carneiros de Panúrgio”;<br />“Espiritismo (Estudos Filosóficos)”;<br />“Os Mortos que Vivem”;<br />“Segredos da Natura”;<br />“A Pérola Negra”; <br />“Evangelho do Futuro”;<br />“Lázaro, o Leproso”;<br />“História de Um Sonho”;<br />“O Bandido”;<br />“A Casa Assombrada”.<br />
  18. 18. Hoje, no Planeta Terra, a sua obra está em todos os locais como, orfanatos, asilos, hospitais, casas de socorro, albergues, centros espíritas, casas de orações…<br />"Enquanto na Terra existir um único irmão em dor e sofrimento, eu solicito a devida permissão de continuar meu trabalho, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo".<br />
  19. 19.
  20. 20. http://www.cplec.com.br/bezerra.htm;<br />http://www.oespiritismo.com.br/mensagens/bezerra.php;<br />SOARES, Sylvio. Vida e Obra de Bezerra de Menezes. Federação Espírita Brasileira, Departamento Editorial;<br />Bibliografia<br />

×