Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Logística Reversa
LOGÍSTICA EMPRESARIAL Administrar de maneira rentável, os serviços de distribuição aos clientes e consumidores, através do...
LOGÍSTICA  EMPRESARIAL ALMOXARIFADO RECEPÇÃO  DA  INFORMAÇÃO  ON LINE  DO  PEDIDO  DO  CLIENTE  FABRICAÇÃO  EXPEDIÇÃO  FLU...
LOGÍSTICA  E  O  MEIO  AMBIENTE CONSUMO  DE  RECURSO  NATURAL DESCARTE  RUÍDO – EMISSÃO ATMOSFÉRICA – EFLUENTE LÍQUIDO – R...
Logística Reversa <ul><li>Conceito </li></ul><ul><ul><li>é uma nova área da  </li></ul></ul><ul><ul><li>logística empresar...
PRINCIPAIS  MACROPROCESSOS  LOGÍSTICOS FORNECEDOR TRANSPORTADOR FÁBRICA DISTRIBUIDOR VAREJO CONSUMIDOR LOGÍSTICA  REVERSA ...
CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO <ul><li>CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO DIRETOS </li></ul><ul><li>Responsáveis  pela  comercialização  e  en...
CANAIS  DE  DISTRIBUIÇÃO   CANAIS  DE  DISTRIBUIÇÃO  REVERSOS Constituem todas as etapas ou meios nece ssários para o reto...
CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSOS   Classificação : <ul><li>pós - consumo </li></ul><ul><li>pós - venda </li></ul>
CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSOS   PÓS-CONSUMO   <ul><li>produtos adquiridos e  descartados   </li></ul><ul><li>pelo consum...
CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSO PÓS-CONSUMO
CANAIS de DISTRIBUIÇÃO REVERSOS no PÓS-CONSUMO Canais reversos Reciclagem Reuso Desmanche
CANAIS REVERSOS DE RECICLAGEM <ul><li>Processo de reciclagem envolve várias etapas: </li></ul><ul><ul><li>Coleta de materi...
Etapas do processo de reciclagem
Canais Reversos de Reuso   <ul><li>Diz respeito  à  reutilização  de produtos  ou materiais classificados como bens duráve...
Canais Reversos de Desmanche   <ul><li>O processo de desmanche é típico de bens de pós-consumo duráveis, geralmente veícul...
Logística Reversa MOTIVOS PREOCUPAÇÃO  AMBIENTAL OBJETIVOS  ECONÔMICOS DIFERENCIAL COMPETITIVO
PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL   <ul><li>Consciência Ecológica do Consumidor : </li></ul><ul><li>dar  preferência  a  produtos de e...
PREOCUPAÇÃO  AMBIENTAL <ul><li>Consciência Ecológica do Consumidor: </li></ul><ul><li>legislação adaptada aos modos de pro...
Logística Reversa   <ul><ul><li>O  reaproveitamento  de  materiais  é  um dos processos  que  fazem  parte  da  dinâmica d...
<ul><li>DIFERENCIAL COMPETITIVO   </li></ul><ul><ul><li>Aumento da eficiência e da competitividade  das empresas. </li></u...
RECICLAGEM  DE  PAPEL / PAPELÃO <ul><li>O Brasil consome por ano cerca de </li></ul><ul><li>7,33 milhões de toneladas. </l...
RECICLAGEM  DE  PAPEL / PAPELÃO FONTE: PULP & PAPER INCORPORATION - 2004 <ul><li>O Brasil consome por ano </li></ul><ul><l...
FONTE: TETRA PAK - 2005 <ul><li>entre os países em desenvolvimento, o Brasil segue liderando. </li></ul><ul><li>a recente ...
Reciclagem de Latas de Aço São usadas como embalagens de  óleo de cozinha, conservas, tintas, entre outros. FONTE : *  CEM...
Reciclagem de Pneus FONTE: ANIP-ASSOCIAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PNEUMÁTICOS-2008 <ul><li>Desde 1999, Programa Nacional...
Reciclagem de Óleos Lubrificantes <ul><li>Consumo médio anual no Brasil é de 1 bilhão </li></ul><ul><li>de litros, de todo...
Reciclagem de Latas de Aço   <ul><li>O Brasil  evoluiu  no  índice  de reciclagem de latas de aço para bebidas (de 78% par...
Reciclagem do Alumínio (só latas) <ul><li>O Brasil, em 2004, foi pela quarta vez  consecutiva  o  recordista mundial de  r...
Reciclagem de Aluminio ( só latas ) <ul><li>1 latinha pesa 14,5 gramas. </li></ul><ul><li>67 latinhas corresponde a 1 Kg. ...
Reciclagem de Aluminio ( só latas ) <ul><li>para reciclar o aluminio são gastos apenas 5% </li></ul><ul><li>da energia uti...
Reciclagem de Plásticos Fontes: *Plastivida/ **Associação Nacional de Embalagens PET/EUA (Napcor)/ ***Pro Europe - referên...
Reciclagem de Plasticos ( só rígidos ) <ul><li>O  Brasil  consome cerca de </li></ul><ul><li>2,0 milhões de toneladas de <...
Reciclagem de Vidro <ul><li>Apresentou crescimento de três pontos percentuais entre 2002 e 2004. </li></ul>Fontes: *Associ...
Reciclagem de Vidros <ul><li>47 % da produção nacional é reciclada. </li></ul><ul><li>desse total 10 % é gerado por sucate...
Reciclagem de PET <ul><li>48 % da resina PET produzida no Brasil é reciclada </li></ul><ul><li>50 milhões de garrafas PET ...
<ul><li>DIFICULDADES PARA AS EMPRESAS : </li></ul><ul><li>dificuldades no gerenciamento completo do retorno </li></ul><ul>...
A Importância dos   4 Rs <ul><li>Repensar </li></ul><ul><li>Como você pode diminuir a quantidade de lixo que você produz ?...
RECICLAGEM <ul><li>O Brasil segue crescendo no cenário internacional de reciclagem </li></ul>
Reciclagem <ul><li>O Brasil mantém excelente  desempenho na reciclagem de: </li></ul><ul><ul><li>Latas de aço e de alumíni...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

B2 C Logistica Reversa

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

B2 C Logistica Reversa

  1. 1. Logística Reversa
  2. 2. LOGÍSTICA EMPRESARIAL Administrar de maneira rentável, os serviços de distribuição aos clientes e consumidores, através do planejamento, organização e controles efetivos para as atividades de manuseio, movimentação interna, armazenagem e transportes que visam facilitar o fluxo de insumos e produtos acompanhados do fluxo de informações. <ul><li>CONCEITO : </li></ul>
  3. 3. LOGÍSTICA EMPRESARIAL ALMOXARIFADO RECEPÇÃO DA INFORMAÇÃO ON LINE DO PEDIDO DO CLIENTE FABRICAÇÃO EXPEDIÇÃO FLUXO DE MATERIAIS E PRODUTOS NA QUANTIDADE , QUALIDADE E NO MOMENTO CERTO FORNECEDOR FLUXO DA INFORMAÇÃO E LOGÍSTICA REVERSA ( EM ALGUNS CASOS ) ARMAZEM OU CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO
  4. 4. LOGÍSTICA E O MEIO AMBIENTE CONSUMO DE RECURSO NATURAL DESCARTE RUÍDO – EMISSÃO ATMOSFÉRICA – EFLUENTE LÍQUIDO – RESÍDUOS SÓLIDOS
  5. 5. Logística Reversa <ul><li>Conceito </li></ul><ul><ul><li>é uma nova área da </li></ul></ul><ul><ul><li>logística empresarial </li></ul></ul><ul><ul><li>que atua de forma a </li></ul></ul><ul><ul><li>gerenciar e operacionalizar </li></ul></ul><ul><ul><li>o retorno de bens e materiais, </li></ul></ul><ul><ul><li>após sua venda e consumo, </li></ul></ul><ul><ul><li>às suas origens, </li></ul></ul><ul><ul><li>agregando valor aos mesmos. </li></ul></ul>
  6. 6. PRINCIPAIS MACROPROCESSOS LOGÍSTICOS FORNECEDOR TRANSPORTADOR FÁBRICA DISTRIBUIDOR VAREJO CONSUMIDOR LOGÍSTICA REVERSA DISTRIBUIÇÃO FÍSICA OPERAÇÕES SUPRIMENTOS
  7. 7. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO <ul><li>CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO DIRETOS </li></ul><ul><li>Responsáveis pela comercialização e entrega de produtos ao consumidor ou cliente final. </li></ul>
  8. 8. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSOS Constituem todas as etapas ou meios nece ssários para o retorno de uma parcela dos produtos comercializados. <ul><li>possíveis motivos de retorno : </li></ul><ul><li>defeitos de fabricação </li></ul><ul><li>prazo de validade vencido </li></ul><ul><li>ciclo de vida útil encerrado </li></ul><ul><li>reaproveitamento de embalagens </li></ul><ul><li>outros motivos. </li></ul>
  9. 9. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSOS Classificação : <ul><li>pós - consumo </li></ul><ul><li>pós - venda </li></ul>
  10. 10. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSOS PÓS-CONSUMO <ul><li>produtos adquiridos e descartados </li></ul><ul><li>pelo consumidor. </li></ul><ul><li>constituem-se pelo fluxo reverso </li></ul><ul><li>de produtos ou materiais que </li></ul><ul><li>surgem no descarte dos produtos </li></ul><ul><li>e que retornam ao ciclo produtivo </li></ul>
  11. 11. CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO REVERSO PÓS-CONSUMO
  12. 12. CANAIS de DISTRIBUIÇÃO REVERSOS no PÓS-CONSUMO Canais reversos Reciclagem Reuso Desmanche
  13. 13. CANAIS REVERSOS DE RECICLAGEM <ul><li>Processo de reciclagem envolve várias etapas: </li></ul><ul><ul><li>Coleta de material ou produto </li></ul></ul><ul><ul><li>Seleção do item que será reaproveitado </li></ul></ul><ul><ul><li>Preparação para reaproveitamento </li></ul></ul><ul><ul><li>Processo industrial </li></ul></ul><ul><ul><li>Retorno ao processo produtivo (matéria-prima). </li></ul></ul>
  14. 14. Etapas do processo de reciclagem
  15. 15. Canais Reversos de Reuso <ul><li>Diz respeito à reutilização de produtos ou materiais classificados como bens duráveis, cuja vida útil estende-se por vários anos. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><ul><li>Comércio de </li></ul></ul><ul><ul><li>automóveis usados </li></ul></ul>
  16. 16. Canais Reversos de Desmanche <ul><li>O processo de desmanche é típico de bens de pós-consumo duráveis, geralmente veículos e máquinas de diversos tipos. </li></ul><ul><li>Trata-se de uma atividade rentável e muito explorada, principalmente por pequenos comerciantes . </li></ul>carro reconstruído
  17. 17. Logística Reversa MOTIVOS PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL OBJETIVOS ECONÔMICOS DIFERENCIAL COMPETITIVO
  18. 18. PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL <ul><li>Consciência Ecológica do Consumidor : </li></ul><ul><li>dar preferência a produtos de empresas que </li></ul><ul><li>demonstram preocupação com a preservação </li></ul><ul><li>ecológica </li></ul>
  19. 19. PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL <ul><li>Consciência Ecológica do Consumidor: </li></ul><ul><li>legislação adaptada aos modos de produção e </li></ul><ul><li>consumo sustentáveis, que visam minimizar </li></ul><ul><li>aos Impactos das atividades produtivas ao </li></ul><ul><li>meio ambiente. </li></ul>
  20. 20. Logística Reversa <ul><ul><li>O reaproveitamento de materiais é um dos processos que fazem parte da dinâmica da logística reversa. </li></ul></ul><ul><ul><li>possibilidades para agregar valor aos materiais retornáveis no processo inverso. </li></ul></ul><ul><li>OBJETIVOS ECONÔMICOS </li></ul>
  21. 21. <ul><li>DIFERENCIAL COMPETITIVO </li></ul><ul><ul><li>Aumento da eficiência e da competitividade das empresas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mudança na cultura de consumo por parte dos clientes também tem incentivado a logística reversa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Consumidores exigindo um nível de serviço mais elevado. </li></ul></ul><ul><ul><li>As empresas buscam a diferenciação e a fidelização dos clientes. </li></ul></ul>Logística Reversa
  22. 22. RECICLAGEM DE PAPEL / PAPELÃO <ul><li>O Brasil consome por ano cerca de </li></ul><ul><li>7,33 milhões de toneladas. </li></ul><ul><li>O papel reciclado por ano é de </li></ul><ul><li>3,36 milhões de toneladas. </li></ul><ul><li>A taxa de recuperação é de 45,8 % . </li></ul><ul><li>A reciclagem usa apenas 30 % da energia </li></ul><ul><li>necessária para a produção de papel virgem. </li></ul><ul><li>Diminui 75 % a emissão de poluentes. </li></ul><ul><li>Consumo de água cai de 90 a 98 %. </li></ul>
  23. 23. RECICLAGEM DE PAPEL / PAPELÃO FONTE: PULP & PAPER INCORPORATION - 2004 <ul><li>O Brasil consome por ano </li></ul><ul><li>cerca de 7,6 milhões de </li></ul><ul><li>toneladas. </li></ul><ul><li>75% dos papéis circulantes </li></ul><ul><li>no país são recicláveis. </li></ul><ul><li>Cada 50kg de papel reciclado </li></ul><ul><li>corresponde a uma árvore </li></ul><ul><li>não cortada. </li></ul><ul><li>Há pouco incentivo à reciclagem </li></ul><ul><li>porque o país é um grande </li></ul><ul><li>produtor de celulose virgem. </li></ul>
  24. 24. FONTE: TETRA PAK - 2005 <ul><li>entre os países em desenvolvimento, o Brasil segue liderando. </li></ul><ul><li>a recente descoberta da Tecnologia Plasma- desenvolvida por </li></ul><ul><li>brasileiros – contribui para impulsionar os indíces nacionais. </li></ul>
  25. 25. Reciclagem de Latas de Aço São usadas como embalagens de óleo de cozinha, conservas, tintas, entre outros. FONTE : * CEMPRE ( PÓS-CONSUMO) ** RECYCLING INTERNATIONAL (NOV 2005) ***APEAL-ASSOCIATION OF EUROPEAN PROUCERS OF STEEL (2004)
  26. 26. Reciclagem de Pneus FONTE: ANIP-ASSOCIAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PNEUMÁTICOS-2008 <ul><li>Desde 1999, Programa Nacional de Coleta </li></ul><ul><li>e Destinação de Pneus Inservíveis. </li></ul><ul><li>Criados 283 postos de coletas mantidos </li></ul><ul><li>pela ANIP em 21 Estados e do DF. </li></ul><ul><li>Em 2007, foram reciclados 150 mil </li></ul><ul><li>toneladas de produtos, equivalente </li></ul><ul><li>a 30 milhões de pneus de carro. </li></ul><ul><li>Estima-se que entre 50 % e 70 % dos </li></ul><ul><li>pneus consumidos no país chegam </li></ul><ul><li>aos postos de coleta. </li></ul><ul><li>Usados no co-processamento na indústria </li></ul><ul><li>de cimento ( 84% ), pó de borracha para </li></ul><ul><li>produção de asfalto ( 12% ), </li></ul><ul><li>matéria – prima para solados de sapatos </li></ul><ul><li>e dutos fluviais. </li></ul>
  27. 27. Reciclagem de Óleos Lubrificantes <ul><li>Consumo médio anual no Brasil é de 1 bilhão </li></ul><ul><li>de litros, de todos os tipos automotivos e </li></ul><ul><li>indústrial. </li></ul><ul><li>Os lubrificantes usados coletados no país é </li></ul><ul><li>de apenas 240 milhões de litros por ano. </li></ul><ul><li>Na Europa, o volume coletado chega a 50% </li></ul><ul><li>do que é comercializado. </li></ul><ul><li>Estudos recentes mostram que 1 litro de </li></ul><ul><li>lubrificante usado contamina a potabilidade </li></ul><ul><li>de 1 milhão de litros de água. </li></ul>FONTE: CONSELHO EM REVISTA – CREA/RS - 2008
  28. 28. Reciclagem de Latas de Aço <ul><li>O Brasil evoluiu no índice de reciclagem de latas de aço para bebidas (de 78% para 88%). </li></ul><ul><li>O uso de sucata na produção de aço novo se manteve estável – o equivalente a 26% do total. </li></ul>
  29. 29. Reciclagem do Alumínio (só latas) <ul><li>O Brasil, em 2004, foi pela quarta vez consecutiva o recordista mundial de reciclagem de latas </li></ul><ul><li>de alumínio para bebidas. </li></ul><ul><li>Nesse período, Polônia aumentou seus índices e França e Noruega mantiveram suas marcas. </li></ul>*Cempre – somente pós-consumo/**Associação Brasileira do Alumínio (Abal) – anos 2003 e 2004/Pro Europe –referência ano 2004
  30. 30. Reciclagem de Aluminio ( só latas ) <ul><li>1 latinha pesa 14,5 gramas. </li></ul><ul><li>67 latinhas corresponde a 1 Kg. </li></ul><ul><li>cada 1.000 Kg corresponde a 5.000 Kg de minério </li></ul><ul><li>bruto ( bauxita ) poupadas. </li></ul><ul><li>O Brasil possui uma das 3 maiores reservas de </li></ul><ul><li>bauxita do mundo. </li></ul>
  31. 31. Reciclagem de Aluminio ( só latas ) <ul><li>para reciclar o aluminio são gastos apenas 5% </li></ul><ul><li>da energia utilizada na extração, ou seja, uma </li></ul><ul><li>economia suficiente para manter iluminadas </li></ul><ul><li>48 residências. </li></ul><ul><li>no Brasil são consumidas 51 latas/habitantes/ano. </li></ul><ul><li>no EUA 375 latas/habitante/ano. </li></ul><ul><li>uma lata de aluminio demora mais de 100 anos </li></ul><ul><li>para se decompor na natureza. </li></ul>
  32. 32. Reciclagem de Plásticos Fontes: *Plastivida/ **Associação Nacional de Embalagens PET/EUA (Napcor)/ ***Pro Europe - referência ano 2004
  33. 33. Reciclagem de Plasticos ( só rígidos ) <ul><li>O Brasil consome cerca de </li></ul><ul><li>2,0 milhões de toneladas de </li></ul><ul><li>embalagens por ano. </li></ul><ul><li>16,5 % dos plásticos rígidos </li></ul><ul><li>e filmes retornam à produção </li></ul><ul><li>como matéria-prima. </li></ul><ul><li>400 mil toneladas de plástico </li></ul><ul><li>são despejadas anualmente </li></ul><ul><li>nos lixões. </li></ul>
  34. 34. Reciclagem de Vidro <ul><li>Apresentou crescimento de três pontos percentuais entre 2002 e 2004. </li></ul>Fontes: *Associação Técnica Brasileira das Indústrias Automáticas de VidroAbividro/ProEurope – referência ano 2004
  35. 35. Reciclagem de Vidros <ul><li>47 % da produção nacional é reciclada. </li></ul><ul><li>desse total 10 % é gerado por sucateiros. </li></ul><ul><li>O Brasil prouz 1,5 milhão toneladas de </li></ul><ul><li>embalagens vidro por ano. </li></ul>
  36. 36. Reciclagem de PET <ul><li>48 % da resina PET produzida no Brasil é reciclada </li></ul><ul><li>50 milhões de garrafas PET por ano deixam de ser </li></ul><ul><li>enviadas para aterros sanitários, rios e esgotos. </li></ul><ul><li>redução no consumo de cerca de 2,7 mil toneladas </li></ul><ul><li>por ano de matérias-primas não renováveis. </li></ul>
  37. 37. <ul><li>DIFICULDADES PARA AS EMPRESAS : </li></ul><ul><li>dificuldades no gerenciamento completo do retorno </li></ul><ul><li>das embalagens e de produtos defeituosos. </li></ul><ul><li>reduzir o custo operacional da logística reversa. </li></ul><ul><li>a falta de instalações licenciadas no Nordeste como </li></ul><ul><li>aterros classe I e II, incineradores, recuperadoras, </li></ul><ul><li>plantas de co-processamento, descontaminadoras, </li></ul><ul><li>tratamentos físico-químicos </li></ul>
  38. 38. A Importância dos 4 Rs <ul><li>Repensar </li></ul><ul><li>Como você pode diminuir a quantidade de lixo que você produz ? </li></ul><ul><li>Reutilizar </li></ul><ul><ul><li>Usar novamente o que já foi utilizado. </li></ul></ul><ul><li>Reaproveitar </li></ul><ul><li>Aproveitar para outra coisa o que já foi reutilizado. </li></ul><ul><li>Reciclar </li></ul><ul><ul><li>Reciclar o que não dá mais para aproveitar. </li></ul></ul>
  39. 39. RECICLAGEM <ul><li>O Brasil segue crescendo no cenário internacional de reciclagem </li></ul>
  40. 40. Reciclagem <ul><li>O Brasil mantém excelente desempenho na reciclagem de: </li></ul><ul><ul><li>Latas de aço e de alumínio </li></ul></ul><ul><ul><li>Embalagens Longa Vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>Garrafas PET. </li></ul></ul><ul><li>Destaca-se frente a várias nações européias em plástico . </li></ul><ul><li>Apresenta bons níveis na recuperação de papel / papelão . </li></ul>

×