Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Visita a bibliotecas preparacao e apresentacao

Material de preparação para pesquisa contextual em bibliotecas

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Visita a bibliotecas preparacao e apresentacao

  1. 1. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATADAS DESIGN THINKING FOR LIBRARIES - BRAZIL
  2. 2. Agora que já selecionamos algumas bibliotecas para visitar, vamos nos dividir e investigar qual delas será mais beneficiada pelo nosso grupo e também nos ajudará à colocar em prática o que estamos aprendendo. Para isso, vamos entender - Qual nosso objetivo na visita, respostas que estamos indo buscar - Planejamento da Visita - Como nos apresentamos lá - O que vamos observar / perguntar - O que precisamos registrar VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas
  3. 3. OBJETIVO NA VISITA No próximo encontro devemos levar as informações, motivações, dificuldades e oportunidades relacionadas à bibliotecas que visitarmos. Temos que estar preparados para responder as questões: O que? | Qual é o papel desta biblioteca? De que forma poderíamos atuar junto à ela? Para quem? | Qual é o público que ela atende? Quem seriam os maiores beneficiados pelo nosso estudo e ação lá? Para que? | Qual é a missão da biblioteca? Qual a nossa missão como grupo atuando lá? Por que? | Se a escolheremos, qual a relevância do que estaríamos fazendo (para esta biblioteca e outras, quando tivermos o case) VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas
  4. 4. PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DA VISITA, OU..NOSSO PRIMEIRO “CAMPO”
  5. 5. LOCAL E DATA • Contato: Quem irá nos atender lá? Que dia estará no esperando. AGENDE! • Local: Mapeie como chegar • Flow: Desenhe o esquema de como será a investigação com antecedência EQUIPE • Moderador (Quem vai liderar a visita? Nos apresentar? Entrevistar os funcionaários?) • Apoio: Responsabiizar cada um por tomar notas, logística, gravar, tira fotos,etc. PILOTO • Roteiro de como será o campo, pontuando imprevistos e faça um piloto utilizando toda a tecnologia e material. MATERIAL • Check list: Aparelhos, Carregadores, Mapa, Protótipos, Guias, Incentivo, etc. Tradução e Adaptação de apresentação de Alison Meier, IA SUMMIT 2014 VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas PLANEJAMENTO DA VISITA
  6. 6. COMO NOS APRESENTAMOS LÁ VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas "Olá meu nome é ______________________. Eu faço parte de um grupo de estudos independente sobre Bibliotecas, e, eu e meus colegas viemos conhecer (NOME DA BIBLIOTECA) para identificar se podemos desenvolver nossos estudos por aqui. Nosso projeto não tem fins lucrativos e não estamos vinculados à nenhuma instituição, a ideia é que, se escolhida e se for possível para vocês, sua biblioteca seja um laboratório para aplicação de nossos estudos para criamos um modelo que seja replicável para outras instituições. Para isto, se você nos autorizar, será necessário tirarmos algumas fotos e realizarmos algumas entrevistas e gravações e com isto elaborarmos um material para divulgação. Todos os dados e informações que se referem a biblioteca só será publicado após sua avaliação e se você concordar.
  7. 7. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas O QUE VAMOS OBSERVAR / PERGUNTAR TEREMOS QUATRO ÁREAS BÁSICAS PARA INVESTIGAR, E VAMOS APROFUNDANDO POR MEIO DAS ENTREVISTAS - DINÂMICA DA BIBLIOTECA - ESTRUTURA DA BIBLIOTECA - PESSOAS E SUAS NECESSIDADES
  8. 8. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas DINÂMICA E ESTRUTURA DA BIBLIOTECA O que vamos observar / perguntar DINÂMICA da biblioteca : horário de funcionamento, pessoas que frequentam, dias que são mais frequentados, políticas de empréstimo, serviços oferecidos, público potencial ESTRUTURA da biblioteca: divisão dos espaços, arquitetura, janelas, iluminação, estantes, acervo, espaços de leitura, espaços pouco ou não utilizados.
  9. 9. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas PESSOAS STAKE HOLDERS/ TOMADORES DE DECISÃO: Pessoas chave na nossa comunicação com a biblioteca e quem são os tomadores de decisão que nos ajudarão a tornar isso viável). FUNCIONÁRIOS da biblioteca: quem é responsável, quantas pessoas trabalham lá, qual a função delas, qual o nível de autonomia na tomada de decisão FREQUENTADORES: quem são, o que buscam (que tipo de informação, conteúdo, experiência) lá.
  10. 10. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas ENTREVISTAS CONTEXTUAIS – BIBLIOTECÁRIO / RESPONSÁVEL - Apresentação do nosso grupo - Apresentação do bibliotecário - como chegou até esta biblioteca, desde quando está lá, onde estava antes, onde mora, com quem vive, como é o dia a dia - Qual o seu papel na biblioteca? Como é um dia normal seu aqui (desde que chega até ir embora) - Quem são os frequentadores? - Público atendido / Faixas etárias / Escolaridade / Interesses e solicitações / Atividades mais frequentadas / Atividades menos frequentadas - O que você gostaria de mudar? Por que? - O que você acha que dá mais certo na dinâmica atual? Por que? - Como você imagina a biblioteca daqui 5 anos? Por que? - E como você gostaria que ela estivesse? Por que? - Identificar a abertura da biblioteca para o nosso programa - Qual a flexibilidade e autonomia que possui.
  11. 11. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas ENTREVISTAS CONTEXTUAIS – FUNCIONÁRIOS - Apresentação do nosso grupo - Apresentação do funcionário - como chegou até esta biblioteca, desde quando está lá, onde estava antes, onde mora, com quem vive, como é o dia a dia - Qual o seu papel na biblioteca? Como é um dia normal seu aqui (desde que chega até ir embora) - Quem são os frequentadores? - Público atendido / Faixas etárias / Escolaridade / Interesses e solicitações / Atividades mais frequentadas / Atividades menos frequentadas - O que você gostaria de mudar? Por que? - O que você acha que dá mais certo na dinâmica atual? Por que? - Como você imagina a biblioteca daqui 5 anos? Por que? - E como você gostaria que ela estivesse? Por que?
  12. 12. VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas ENTREVISTAS CONTEXTUAIS – USUÁRIO DA BIBLIOTECA - Faixa etária - Por que você veio aqui hoje? - O que você mais usa na biblioteca? - O que você mais usa para se manter informado? - Quantos livros você leu nos últimos 3 meses? - Você prefere ler no papel ou na tela? - O que tem aqui na biblioteca que não tem em outros lugares? - O que mudaria na biblioteca?
  13. 13. O QUE PRECISAMOS REGISTRAR VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas Quando estamos em campo temos que estar atento ao que está acontecendo para entender o cenário e também temos que estar pensando em captar conteúdo que nos ajude a contar uma história depois. Nós vamos dividir os achados com os colegas do nosso grupo e também, ao final, dividiremos isso como parte do nosso case.
  14. 14. Conteúdo que você precisa registrar no em campoAudio VídeosFotos gravações> storytelling O QUE PRECISAMOS REGISTRAR Tradução e Adaptação de apresentação de Alison Meier, IA SUMMIT 2014 VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas
  15. 15. + NOTAS O QUE ANOTAR ? - QUOTES (FRASES PRONUNCIADAS PELAS PESSOAS) - RESPOSTAS DIRETAS ÀS PERGUNTAS - OPORTUNIDADES - BARREIRAS - TUDO O QUE AJUDE A RESPONDER – O QUE, PARA QUEM, PARA QUE. PORQUE Tipos de notas : • Notas em tempo real, por alguém que apoia a entrevista; • Notas remotamente, quando alguém apoia ‘atrás do espelho’; • Notas atrasadas– feitas por quem moderou, logo após a entrevista; • Transcrições – levam mais tempo e dão mais trabalho; O QUE PRECISAMOS REGISTRAR Tradução e Adaptação de apresentação de Alison Meier, IA SUMMIT 2014 VISITA BIBLIOTECAS CANDIDATAS Design thinking para bibliotecas

×