Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Supervisora rosana

664 views

Published on

Published in: Education
  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Supervisora rosana

  1. 1. ORIENTAÇÃO TÉCNICAPROFESSORES COORDENADORES 12 e 13/06 de 2012
  2. 2. Verificação da aprendizagem: verificação das habilidades - organização de avaliação pela UE utilizando os exercícios encaminhados pela DEPlanilhas de monitoramento:• Modelos permanecem• Alterar as habilidades – somente as trabalhadas• Relatório de monitoramento: não será solicitado neste mês
  3. 3. Análise dos dados das planilhas: Maioria das U.Es:• Alunos: poucos desenvolveram as habilidades – Matemática e L. Portuguesa. (1ª e 2ª avaliação) – conversar /alunos.• Continuidade das atividades para desenvolver essas habilidades.• Apoio dos demais componentes curriculares.• Acompanhamento do Professor Coordenador em sala de aula.
  4. 4. Sala de aula:• Organização da sala (limpeza, disposição das carteiras, iluminação, ventilação, material de apoio para aprendizagem);• Plano de aula do professor;• Retomada da aula anterior;• Organização do professor ao desenvolver a aula / Forma que o professor explica / Recursos utilizados;• Movimentação do professor / Verificação do caderno do aluno pelo professor;• Exercícios/problemas sobre o trabalhado desenvolvido em aula
  5. 5. HTPCs:Todos os professores:• Análise dos dados das planilhas / gráfico• Cartaz: Habilidades dos componentes curriculares• Apoio para L. Portuguesa e Matemática - discussão e ação• Levantamento dos conteúdos mais importantes ( mapa de relevância).
  6. 6. Lembrete:Sequência Didática: é um conjunto de aulas planejadas para ensinar um determinado conteúdo. Sua duração varia de dias a semanas. O princípio da sequência didática é dar ao aluno desafios cada vez maiores para que ele desenvolva habilidades cada vez mais complexas. As aulas devem ter várias atividades, jogos, questionamentos,situações problemas, aumentando gradativamente a complexidade dos desafios propostos.
  7. 7. Atenção para alguns procedimentos em sala de aula:1-CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA ESTUDADO e SIGNIFICAÇÃO NO QUE SE BUSCA APRENDER Contextualização:Significa introduzir, inserir um certo tema no tempo e espaço. Os saberes escolares são mais facilmente arquivados pelo aluno quando os fatos que estuda estão relacionados as questões sociais, culturais, políticas e econômicas.
  8. 8. São mais facilmente compreendidos quando seassociam ao futebol que joga, à novela a queassiste ou aos desafios que, no pátio da escola,todo dia enfrenta, ao cotidiano. Porém, a contextualização não se limita a estarligado à vida do aluno e pode estar relacionadoa própria disciplina. Pode-se colocar o objeto deestudo dentro de um universo que ele façasentido. Ex: o estudo sobre o DNA passa a serobjeto de estudo dentro do conteúdo de divisãocelular.
  9. 9. Portanto, é importante o educandoreconhecer as possibilidades deassociação do conteúdo com contextoslocais para que haja significado imediatodaquilo que ele estuda em sala de aula.O conteúdo aproximando-se da cultura,da região, de quem aprende dásignificado ao que se aprende. É o ensinoque se reveste da identidade de seualuno.
  10. 10. Cabe ao professor construir para os alunos as significações nos conteúdos que transmite, associando ou ajudando os estudantes a associarem os temas escolares a fatos ou ocorrências do cotidiano.2-QUALIDADE DAS ANOTAÇÕES FEITAS EM AULA: Para boas anotações, é bom criar mapas conceituais ou uma linha de sequência de conteúdos que o aluno perceba o todo e não o conteúdo fragmentado.
  11. 11. 3-ALTERNÂNCIAS QUANTO AO TIPO DE LINGUAGEM UTILIZADA (VISUAL, AUDITIVA E CINESTÉSICA) É inteiramente válido o professor passar os conteúdos para linguagens diferentes, estimulando o estudante, quando possível, a ler, escrever, falar, cantar, desenhar, colar, fazer mímicas, construir paródias, buscar metáforas ou fazer fábulas, representar.4-CRIAR DÚVIDAS O questionamento deve fazer parte da aula
  12. 12. 5 – RECURSOS MNEMÔNICOS: auxiliar de memória. São, tipicamente, verbais, e utilizados para memorizar listas ou fórmulas, e baseiam- se em formas simples de memorizar maiores construções, baseados no princípio de que a mente humana tem mais facilidade de memorizar dados quando estes são associados a informação pessoal, espacial ou de carácter relativamente importante, do que dados organizados de forma não sugestiva (para o indivíduo) ou sem significado aparente. Porém, estas sequências têm que fazer algum sentido, ou serão igualmente difíceis de memorizar.
  13. 13. • Wikipédia• Celso Antunes- http://www.educacional.com.br• http://www.educacaopublica.rj.gov.br/bibliotec• Revista Nova Escola, edição 188, 12/2005
  14. 14. • Outro exemplo: Prometa telefonar, Ana - para gravarmos na memória etapas da mitose biológica (prófase, telófase e anáfase).
  15. 15. Atenção para a Circular nº 23, de 06/06/2012:1- Republicação de Documento de Recuperação - anexo2- Relatar boas práticas educacionais (ver detalhes na circular) e encaminhar material até 22/06/2012, por e-mail acquaex@ig.com.br ou handy.ana@hotmail.com ou na caixinha da Supervisora Rosana.

×