Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Temos pouco orçamento e o prazo é exíguo, vamos construir um MVP? #SQN

289 views

Published on

Esta apresentação explora o conceito de Produto Mínimo Viável como popularizado pela abordagem Lean Startup e discute como o mesmo pode ser utilizado pelas metodologias ágeis, enfatizando sua natureza de experimentação validada pelos usuários.

Published in: Technology
  • Login to see the comments

Temos pouco orçamento e o prazo é exíguo, vamos construir um MVP? #SQN

  1. 1. Temos pouco orçamento e o prazo é exíguo, vamos construir um MVP? #SQN Eduardo Meira Peres
  2. 2. Eduardo Meira Peres Sou líder da unidade Inovação e da unidade Pessoas e Cultura da DBServer, empresa que ajudei a criar há mais de 25 anos. E além de trabalhar eu dou aula na Escola Politécnica da PUCRS. Estudo sapateado, minha terapia é cozinhar e adoro compartilhar experiências. Juntar Design, Lean e Agile é algo que tem me desafiado. eduardop@dbserver.com.br
  3. 3. Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Test Earliest Lovable Product Earliest Usable Product Earliest Testable Product Minimum Marketable Product Minimum Viable Experiment Minimum Marketable Product Minimum Releasable Product Riskiest Assumption Minimum Marketable Product Minimum Releasable MVP MVE MMP MRP RAT ETP EUP ELP MMF MMR
  4. 4. Agenda O que é MVP? MVP no ciclo de vida Relatos de experiência Conclusões | Confusões
  5. 5. Mão na massa Desafio Mão na massa Passo 1. Compreendendo o cliente Vamos entrevistar nosso colega para tentar compreender como é sua experiência atual de de atendimento médico. 1 2 3 1 2 3 Como poderíamos melhorar a experiência de atendimento médico da pessoa ao meu lado?
  6. 6. Mão na massa Desafio Como poderíamos melhorar a experiência de atendimento médico da pessoa ao meu lado? Mão na massa Passo 1: Compreendendo o cliente Vamos entrevistar nosso colega para tentar compreender como é sua experiência atual de de atendimento médico. 1 2 3 1 2 3
  7. 7. Passo 2: Ideação 1 2 3 Mão na massa Pense e rabisque uma ou mais soluções para melhorar a experiência de atendimento médico da pessoa eu você entrevistou.
  8. 8. O produto mínimo viável é a versão de um novo produto que permite que um time obtenha o máximo de aprendizado validado sobre os clientes, com o mínimo de esforço. - Eric Ries
  9. 9. versão de um novo produto PRODUTO O QUE mínimo de esforço MÍNIMO COMO máximo de aprendizado validado sobre os clientes VIÁVEL PORQUE O produto mínimo viável é a versão de um novo produto que permite que um time obtenha o máximo de aprendizado validado sobre os clientes, com o mínimo de esforço. - Eric Ries
  10. 10. “O objetivo de um MVP é testar as hipóteses de negócio fundamentais e auxiliar os empreendedores a iniciarem o processo de aprendizagem o mais rápido possível.” – Eric Ries, The Lean Startup “MVP, apesar do nome, não é sobre criar produtos mínimos.” – Eric Ries “É fundamental entender que um MVP não é o produto com menos features. Em vez disso, ele é a coisa mais simples que você pode mostrar aos clientes para obter o máximo de aprendizado em um determinado momento.” - Steve Blank
  11. 11. http://www.buzinga.com.au/buzz/how-uber-dropbox-aribnb-released-mvps/ https://www.youtube.com/watch?v=xPJoq_QVsY4 Casos Clássicos
  12. 12. https://web.archive.org/web/19991127151543/http://www.zappos.com/ 1999 2018 Em 2009, após tentativas frustradas de lançar um produto, a Amazon adquiriu a Zappos por US$ 1.2 bilhões.
  13. 13. “If you are not embarrassed by the first version of your product, you’ve launched too late.” – Reid Hoffman, Co-Founder of LinkedIn Não existe MVP sem aprendizagem com os clientes.
  14. 14. MVP1 MVP2 MVP3 MVP4 Produto sem aprendizagem Produto maduro, estável Discovery Development “Um MVP não é um produto mais barato, é sobre aprendizagem inteligente” - Steve Blank #FailFast #TentativaeErro #NãoEscalável #ReduzDesperdícios
  15. 15. Temos o produto certo! Vamos Desenvolver Você tem certeza disto?
  16. 16. Temos o produto certo! IT1 F1 F2 F3 IT2 F4 F5 F6 IT3 F7 F8 F9 IT4 F10 F11 F12 Backlog Inicial F1 F2 F4 F5 F7 F8 F10 F11 visão Vamos desenvolver. Visão e Backlog inicial do Produto O que eu quero entregar. F3 F6 F9 F12
  17. 17. IT1 F1 F2 F3 IT2 F4 F5 F6 IT3 F7 F8 F9 IT4 F10 F11 F12 Backlog Inicial F1 F2 F3 F4 F5 F6 F7 F8 F9 F10 F11 F12 Visão e Backlog inicial do Produto O que eu quero entregar. Temos o produto certo, muita pressa e pouca grana! Temos muita pressa e pouca grana visão Vamos desenvolver. MVP1 MVP2 O conjunto mínimo de features.
  18. 18. Temos o produto certo. Vamos Desenvolver Temos o produto certo ? Vamos Experimentar
  19. 19. “MVP é um processo em que você repete várias vezes: identifique sua premissa de maior risco, encontre o menor experimento possível para testá-la e use os resultados do experimento para corrigir a direção. “ - Y Combinator https://blog.ycombinator.com/minimum-viable-product-process/
  20. 20. Hipóteses Hipótese 1 Hipótese 2 Hipótese 3 Feedback Loops Visão e Hipóteses do produto O que eu quero aprender. Temos o produto certo? Medir Construir Aprender hipótese mvp O que vou experimentar. Como vou validar. Vamos experimentar. visão
  21. 21. Learn, Measure, Build Mão na massa O você quer aprender? Como você vai validar? Qual é o experimento? 1 2 3 Qual é sua premissa de maior risco? Qual é o menor experimento que você pode fazer para testar esta premissa? Como você vai colocar o experimento nas mãos dos usuários e medir este uso? e não build- measure-learn Passo 3:
  22. 22. Inovação Temos o produto certo? Reduzir a incerteza
  23. 23. DESIGN Design Thinking CONCEPÇÃO IMPLEMENTAÇÃO Lean StartUp + Agile Pesquisa Insights Estratégia Prototipação Teste Oportunidade Construir Medir Aprender Planejamento Execução Revisão Retrospectiva Pivotar MVP Produto ? Desafio Ideação Visão do Produto Mapeamento ? ? Temos um produto Temos uma necessidade Temos uma ideia É o produto certo? Vamos escalar Vamos experimentar
  24. 24. DESIGN Design Thinking CONCEPÇÃO Pesquisa Insights Estratégia Prototipação Teste Oportunidade Planejamento Execução Revisão Retrospectiva Produto ? Desafio Ideação Visão do Produto Mapeamento Temos um produto Temos uma necessidade Temos uma ideia É o produto certo? Vamos escalar IMPLEMENTAÇÃO Lean StartUp + Agile Construir Medir Aprender Pivotar MVP ? ? Vamos experimentar
  25. 25. Produto ? Mínimo ? Viável ? Requisitos ? Hipóteses ? Experimentações Primeiro Caso Segundo Caso
  26. 26. Time de Negócios Time de Desenvolvimento PRIMEIRO CASO 3 2 4 1
  27. 27. 1. Design 1 mês 2. Concepção 1 semana 3. Implementação do MVP 3 meses Trecho da proposta: “A etapa de desenvolvimento contempla a implementação do MVP.” (trechos da proposta) Trecho da proposta: “O planejamento de entregas irá contemplar a definição do produto mínimo viável (MVP) e funcionalidades para releases futuras do produto. “ Primeiro Caso
  28. 28. Produto Mínimo Viável Produto Mínimo Viável Produto Mínimo Viável PRIMEIRO CASO
  29. 29. Desenvolvimento de App para comandar artefato IoT. Temos o produto certo! Desenvolver um app com um conjunto de funcionalidades para operação do equipamento culinário. Temos o produto certo? Construir um MVP para validar a hipótese de que as pessoas usariam um app para operar o equipamento culinário. SEGUNDO CASO:
  30. 30. Construindo o MVP Segundo Caso Seria possível criarmos uma experiência segura e agradável para o usuário através de um aplicativo móvel conectado ao fogão inteligente?
  31. 31. Validando o MVP com os usuários Segundo Caso
  32. 32. Aprendendo com o uso Segundo Caso
  33. 33. Há muita confusão sobre o conceito. Não é só produto mínimo. Tem que ir para mão do cliente o mais breve possível. É um processo recorrente de corrigir rumos via aprendizagem com experimentos validados. MVP
  34. 34. Obrigado! Diversidade na TI, eu apoio.

×