Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

6 dogma central da biologia molecular transcrição

3,722 views

Published on

Published in: Education, Technology
  • Login to see the comments

6 dogma central da biologia molecular transcrição

  1. 1. Biologia Molecular Dogma central da Biologia Molecular - TRANSCRIÇÃO Prof. Helber Astolpho
  2. 2. Introdução Replicação DNA Transcrição Transcrição Reversa RNA Tradução Proteína
  3. 3. Introdução  Síntese de RNA ocorre a partir do DNA.  Durante a transcrição, apenas pequenas partes da molécula de DNA (genes) são transcritas.  A transcrição é um processo seletivo, ou seja, genes são transcritos quando seus produtos são necessários.
  4. 4. Introdução Indica onde estão os GENES Com a excessão das MUTAÇÕES, a informação contida na sequência de DNA é ESTÁTICA Quando serão traduzidos A quantidade de transcritos produzidos
  5. 5. Introdução
  6. 6. Características do RNA  A molécula de RNA é fita simples.  Sua pentose é uma ribose.  Na transcrição a timina é substituída pela uracila (ACGU) TIMINA URACILA
  7. 7. Características da transcrição  A transcrição ocorre em apenas um dos dois filamentos de nucleotídeos de DNA.  A molécula de RNA sintetizada é complementar com a fita de DNA 3’- 5’.  Com a excessão da base nitrogenada URACILA, todos os nucletídeos do RNA serão iguais a da fita de DNA 5’- 3’.
  8. 8. Características da transcrição Filamento molde Filamento não-molde (Filamento codificante)
  9. 9. Características da transcrição  Na maioria dos organismos, cada gene é trancrito a partir de uma única fita de DNA, mas genes diferentes podem ser transcritos a partir de fitas de DNA diferentes.
  10. 10. Características da transcrição  Os RNAs são sintetizados a partir de trifosfatos de ribonucleosídeos (rNTPs).
  11. 11. Características da transcrição  Nucleotídeos são adicionados ao grupo 3’- OH da molécula crescente de RNA pela RNA polimerase.  Sentido da transcrição da RNA Poli: 5’- 3’.  A síntese de RNA não requer um primer, como ocorre na replicação.
  12. 12. Características da transcrição  A RNA polimerase não possui atividade revisora 3’- 5’ como a DNA polimerase, pois um erro na transcrição é menos grave que um erro na replicação.  Uma das subunidades da RNA Poli. possui atividade de helicase, promovendo a formação de uma forquilha de transcrição.
  13. 13. Características da transcrição
  14. 14. Classes de RNA RNAs estruturais RNAs: RNAs: ••Transportadores Transportadores ••Ribossômicos Ribossômicos ••PequenosRNAs Pequenos RNAs RNAs RNAs informacionais informacionais RNA RNA Mensageiros Mensageiros
  15. 15. RNAs estruturais • Procariotos – RNAt e RNAr • Eucariotos – RNAt, RNAr e pequenos RNA
  16. 16. RNAs estruturais • Nunca são traduzidos São representados por:  Poucos genes  Muitas cópias no genoma  Mais estáves que o RNAm Grande quantidade nas células
  17. 17. RNAs informacionais • São codificantes pois podem ser traduzidos em proteínas (RNAm)
  18. 18. Regiões gênicas
  19. 19. Regiões gênicas  Os genes, tanto de eucariotos como de procariotos, possuem regiões especializadas para a transcrição, são elas:  Promotora: Sequência específica de DNA onde se liga a RNA polimerase. Situado perto do início da região a ser transcrita.  Região codificante de RNA: sequência de nucleotídeos de DNA que é transcrita em uma molécula de RNA.  Finalizadora: sequência de nucleotídeos que indica onde termina a transcrição.
  20. 20. Regiões gênicas
  21. 21. Fases da transcrição
  22. 22. Fases da transcrição • 3 fases - Iniciação, alongamento e terminação • Fases da transcrição (INICIAÇÃO e ALONGAMENTO) de eucariotos e procariotos são bem semelhantes. • No entanto, a fase de TERMINAÇÃO nos eucariotos ainda ‘não é muito bem conhecida.
  23. 23. Transcrição – fase de iniciação A fase iniciação da transcrição possui 4 passos: Reconhecimento do promotor pelo aparelho de transcrição. Formação da bolha de transcrição. Adição das primeiras base nitrogenadas . Liberação do aparelho de transcrição do promotor.
  24. 24. Transcrição – fase de alongamento Na fase de alongamento: A RNA polimerase move-se ao longo do molde deselicoidizando o DNA na margem da bolha de transcrição, adicinando nucleotídeos à molécula de RNA de acordo com a sequência do molde e reelicoidizando o DNA na margem antecedente da bolha.
  25. 25. Transcrição – fase de alongamento Observações: A transcrição ocorre dentro de um curto trecho de cerca de 18 nucleotídeos de DNA desenrolado. As topoisomerases aliviam o estresse deselicoidização e reelicoidização do DNA. causado pela
  26. 26. Transcrição – fase de terminação (procariotos)  A transcrição termina após ser transcrito o finalizador. Eventos necessários para o fim da transcrição: • A RNA polimerase deve parar a síntese. • A molécula de RNA deve ser liberada da RNA polimerase. • A molécula de RNA deve se dissociar totalmente do DNA. • A RNA polimerase deve se separar do molde de DNA.
  27. 27. Transcrição (procariotos) Fase de terminação independente de rô
  28. 28. Transcrição (procariotos) Fase de terminação dependente de rô
  29. 29. Transcrição em eucariotos • Embora haja muitas semelhanças no processo de transcrição com os procariotos… • … em eucariotos a transcrição é mais complicada por 3 motivos primários:
  30. 30. Transcrição em eucariotos  Há muito mais DNA não codificante Ex: Densidade de genes em:  Escherichia coli – 900 genes por milhão pb;  Drosophila melanogaster – 110 genes por milhão pb;  Homo sapiens – 9 genes por milhão A iniciação se torna complicada
  31. 31. Transcrição em eucariotos Os eucariotos dividiram o trabalho da transcrição entre 3 polimerares diferentes: RNA pol I – genes de RNAr 18S e 28S; RNA pol II – genes de RNAm e alguns pequenos RNAs; RNA pol III – RNAs estruturais (RNAt, alguns pequenos RNAs e RNAr 5S).
  32. 32. Transcrição em eucariotos • É necessária a montagem de muitas proteínas, conhecidas como fatores de transcrição, antes que a RNA polimerase II possa começar a sintetizar RNA.
  33. 33. Processamento do RNA em eucariotos

×