Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Tráfico de animais silvestres.

3,967 views

Published on

Sobre o comércio ilegal de animais silvestres.

Published in: Education
  • Login to see the comments

Tráfico de animais silvestres.

  1. 1. TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES DISCENTE: Ingrid Carvalho DOCENTE: Lúcio Leopoldo Universidade Federal da Bahia Deontologia e Legislação Aplicada a Medicina Veterinária
  2. 2.  O que é um animal silvestre? http://1.bp.blogspot.com/DHTVUPtSFLA/UToPMvIlIfI/AAAAAAAAAS o/ocRx2bTJe4g/s640/Jabuti+Tinga.jpg A Lei 9.605/98, em seu Artigo 29, Parágrafo 3º, define animais silvestres com clareza: "são espécimes da fauna silvestre todos aqueles pertencentes às espécies nativas, migratórias e quaisquer outras, aquáticas ou terrestres, que tenham todo ou parte de seu ciclo de vida ocorrendo dentro dos limites do território brasileiro, ou águas jurisdicionais brasileiras". https://encryptedtbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ9a0vylIGzLqcEr1UGYYrnTjP7or4U3 Bf2S1iYI37kMGwH2HvG
  3. 3.  Nos termos da Lei 5.197/67 art. 1º. entende-se por fauna silvestre: “os animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento que vivem naturalmente fora do cativeiro”. http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/wp-content/uploads/sites/37/import/iguana3.jpghttp://www.3lagoas.com.br/fotos/noticias/a1f702c46a.JPG
  4. 4.  O Brasil possui a maior biodiversidade do planeta, abriga mais de 20% dos seres vivos catalogados nele.  Na classificação mundial em diversidade de espécies o Brasil é o primeiro em primatas, borboletas e anfíbios.  O Brasil é um dos principais alvos dos traficantes da fauna silvestre devido a sua imensa biodiversidade.  Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas) estima o comércio ilegal de animais silvestres na terceira maior atividade ilícita do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e de armas.
  5. 5.  O tráfico de animais é o 3º crime mais lucrativo do mundo. (ROCHA, 1995; LOPES, 2000 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.14)  O mercado negro de fauna movimenta em torno 20 bilhões de dólares por ano no mundo. (ROCHA, 1995; LOPES, 2000 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.14)  O Brasil é responsável por 15% de todo o tráfico de animais do mundo. (ROCHA, 1995; LOPES, 2000 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.14).  Estimativas indicam que 38 milhões (Renctas) de animais são retirados da natureza no Brasil para o tráfico e apenas 1% chega a seu destino.  Estima-se que 70% do comércio ilegal de animais no Brasil é para abastecer o mercado interno. (FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA; RENCTAS, 2005, p.36; WWF-BRASIL, 1995, p.17)  Cerca de 80% dos animais apreendidos do tráfico no Brasil são aves. (RENCTAS 2001, p.37).  Estima-se que 60 milhões de brasileiros possuem animais silvestres.. (PRAXEDES, 1995 apud FERREIRA, 2000, p.16). O TRÁFICO EM NÚMEROS
  6. 6. O COMÉRCIO ILEGAL DA FAUNA SILVESTRE DIVIDE-SE EM DUAS MODALIDADES BÁSICAS:  O tráfico interno  O tráfico internacional http://blogs.diariodepernambuco.com.br/meioambiente/wp-content/uploads/2011/10/papagaios.jpg
  7. 7.  CAPTURA Região Norte, o Pantanal e o Nordeste As principais áreas de captura: Maranhão, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Minas Gerais e região amazônica. Até chegar no eixo Rio - São Paulo. http://img.cdn.tnhmotor.com.br/BuvGnMaaCcQMlKQKKPTpC5HlmI8=/fitin/1000x0/s3.tudonahora.com.br/uploads/images/2013/11/eaa4 2ebf763ce710a41091d73d6632936ef1fec2.jpg
  8. 8.  DESTINOS Feiras, outros vão para criadores ou criadouros, animais para fins científicos, quando exportados, o destino é normalmente a Ásia, a Europa ou o Estados Unidos. Os animais deixam o país através dos portos e aeroportos das principais cidades brasileiras ou então, através das fronteiras dos países limítrofes ao Brasil, como Argentina, Paraguai, Bolívia, Colômbia, Venezuela, Guianas e principalmente o Suriname, onde jatinhos particulares, aguardam a chegada de dezenas de caminhões brasileiros que levam nossos animais, aos milhares, para terras internacionais. http://www.brasilescola.com/upload/e/trafico%20animais%20be1.jpghttp://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/blog/curiosidade- animal/files/2013/08/Michael_Whitehead-Creative-Commons.jpg
  9. 9.  As áreas da Bahia que mais sofrem atualmente com o tráfico de animais silvestres são as vegetações no entorno do Parque Nacional da Chapada Diamantina, Boa Nova, além da região oeste (onde se destaca o município de Irecê), e no centro-sul baiano, onde a cidade de Milagres lidera as estatísticas do comércio ilegal. http://1.bp.blogspot.com/-EfdgXjGKSrk/Tskg2CTRNlI/AAAAAAAAAA4/BluAOUS4ma4/s1600/aves+vitimas+do+trafico.png
  10. 10. AMPARO LEGAL  O tráfico de animais silvestres é uma apropriação indevida de um patrimônio que pertence ao Poder Público e à sociedade.  Os animais silvestres estão tutelados pela proteção constitucional genérica e pelas normas infraconstitucionais, ou seja, estão sob o amparo específico das Leis 5.197/67 e 9.605/98.
  11. 11. LEI Nº 5.197 DE 03 DE JANEIRO DE 1967  Art. 1º. Os animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento e que vivem naturalmente fora do cativeiro, constituindo a fauna silvestre, bem como seus ninhos, abrigos e criadouros naturais são propriedades do Estado, sendo proibida a sua utilização, perseguição, destruição, caça ou apanha.  Art. 2º. É proibido o exercício da caça profissional.  Art. 3º. É proibido o comércio de espécimes da fauna silvestre e de produtos e objetos que impliquem na sua caça, perseguição, destruição ou apanha.  Art. 4º. Nenhuma espécie poderá ser introduzida no País, sem parecer técnico oficial favorável e licença expedida na forma da Lei.
  12. 12. LEI Nº 9.605 / 98. CRIADA EM FEVEREIRO DE 1998 Conhecida como lei de crime ambientais, considera os animais, seus ninhos, abrigos e criadouros naturais, propriedade do Estado, considerando que a compra, a venda, a criação ou qualquer outro negócio envolvendo animais silvestres é crime inafiançável. Ela proíbe a utilização, perseguição, destruição e caça de animais. http://www.diariodonoroeste.com.br/uploads/noticia/img_52349_20120922.jpg
  13. 13.  Dos Crimes contra a fauna (arts. 29 a 37): São as agressões cometidas contra animais silvestres, nativos ou em rota migratória, como a caça, pesca, transporte e a comercialização sem autorização; os maus-tratos; a realização experiências dolorosas ou cruéis com animais quando existe outro meio, independente do fim. Também estão incluídas as agressões aos habitats naturais dos animais, como a modificação, danificação ou destruição de seu ninho, abrigo ou criadouro natural. A introdução de espécimes animal estrangeiras no país sem a devida autorização também é considerado crime ambiental, assim como a morte de espécimes devido à poluição. Determina ainda pena de detenção de seis meses a um ano e multa que é de R$ 500 por animal e pode chegar a R$ 5 mil se for ameaçado de extinção.
  14. 14. ANIMAIS MAIS PROCURADOS PELO TRÁFICO  Papagaio-de-cara-roxa  Arara canindé  Arara-vermelha  Corrupião  Curió  Saíra-sete-cores  Tucano  Mico-leão-dourado  Macaco-prego  Jaguatirica  Tartarugas http://ambientes.ambientebrasil.com.br/fauna/trafico_ de_animais_silvestres/midia/imagens/861.jpg http://www.correiodoestado.com.br/upload/dn_noticia/862292723.jpg
  15. 15.  Animais para colecionadores particulares e zoológicos: este talvez seja o mais cruel dos tipos de tráfico da vida selvagem, pois ele prioriza principalmente as espécies mais ameaçadas de extinção. Quanto mais raro for o animal, quanto mais ameaçado, ou quanto menos exemplares existir na natureza, maior é o seu valor de mercado.  Exemplos: Arara Azul de Lear Arara Canindé (azul/amarela) Papagaio Cara Roxa Mico Leão Dourado Jaguatirica http://emc.viaeptv.com/dbimagens/20101007151704.jpg
  16. 16.  ANIMAIS PARA FINS CIENTÍFICOS Neste grupo encontram-se as espécies que fornecem a química base para a pesquisa e produção de medicamentos.  Exemplos: Jararacas Cascavel Sapos Amazônicos Aranha marrom e outras Besouros Vespas  Os animais abaixo têm substâncias extraídas para serem vendidas por grama.  Exemplos: Jararaca Urutu Surucucu Coral Aranha marrom Escorpião brasileiro http://www.cobras.net.br/wp-content/uploads/2012/10/24.jpg
  17. 17. VALORES NO MERCADO INTERNACIONAL  Animais de Estimação (nome comum) Valor em US$ / Unidade: Jiboia 800 a 1.500 Tartaruga 350 Arara-Vermelha 3.000 Tucano-toco 2.000  Animais para Coleção (nome comum) Valor em US$ / Unidade: Arara-azul-de-lear 60.000 Papagaio-de-cara-roxa 6.000 Mico-leão-dourado 20.000 Jaguatirica 10.000  Animais para Fins Cientifícos (nome comum) Valor em US$ : Jararaca-ilhoa 20.000 (por unidade) Cascavel 1.400 (por unidade) Surucucu-pico-de-jaca 3.200 (por unidade) Coral-verdadeira 31.300 (por grama de veneno)
  18. 18. QUAIS ÓRGÃOS ENVOLVIDOS?  ONGs: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres SOS Fauna  IBAMA  Centro de Triagem de Animais Silvestres  Policia Ambiental, Civil, Militar, Estadual, Rodoviária Federal  Interpol  Secretaria de Meio Ambiente  Inema  Bombeiros  Embaixadas de outros países http://i1.wp.com/www.petrede.com.br/wp- content/uploads/2014/04/duque-de-caxias-deposito-pamb-2.jpg
  19. 19. PARA ONDE VÃO OS ANIMAIS APREENDIDOS?  Os animais apreendidos terão a seguinte destinação (Lei 9.605/98 e Decreto 3.179/99): a) libertados em seu habitat natural, após verificação da sua adaptação as condições de vida silvestre; b) entregues à jardins zoológicos, fundações ambientalistas ou entidades assemelhadas, desde que fiquem sob a responsabilidade de técnicos habilitados; ou c) na impossibilidade de atendimento imediato das condições previstas nas alíneas anteriores, o órgão ambiental atuante poderá confiar os animais a fiel depositário.  A maioria dos animais silvestres apreendidos - sendo que mais de 95% destes são aves - não regressa à natureza .
  20. 20. CRIAÇÃO LEGAL  Onde posso adquirir um animal silvestre com origem legal? Somente pode adquirir um animal da fauna brasileira, de um criador comercial devidamente registrado no IBAMA, exigindo a nota fiscal do animal (documento que comprova a origem legal do animal). No site do Ibama (www.ibama.gov.br) no link fauna você vai poder encontrar a lista de criadores comerciais autorizados pelo Ibama.  Tenho animais pegos da natureza e quero legalizá-los, como faço? O IBAMA não regulariza nenhuma espécie de animal silvestre, que não tenha comprovante de origem legal. Sua situação se encontra irregular e você poderá ser penalizado conforme estipula a Lei 9.605/98 e o Decreto 6538/08. O mais aconselhável é que entregue este animal à Unidade do IBAMA mais próxima. A entrega voluntária não implica em penalidades. Atente, porém, que a entrega não é considerada voluntária quando a mesma é feita em decorrência de uma atividade de fiscalização.
  21. 21.  Quais são os problemas de quem cria animais silvestres em casa? Risco de agressividade Zoonoses  Quais são os problemas para os animais silvestres que são criados em casa? Perda de identidade do animal. Solidão e depressão Dificuldades para reproduzir. Adquirir doenças dos humanos. Estereótipias http://2.bp.blogspot.com/-BJrxlYJ5v0o/UgvZYu7- FPI/AAAAAAAADtA/RIGdP0m_rS0/s400/macaco+sagui+criar+domestico+co mprar+preco+sagui+macaco+criar+legal+biologia+eu+quero+biologia.jpg
  22. 22. O QUE PODEMOS FAZER?  Não compre animais silvestres.  Não compre artesanatos feitos com partes de animais, como penas coloridas de animais silvestres.  Se presenciar a venda na feira livre ou depósito de tráfico, avise a polícia.  Se te oferecem um animal na beira da estrada, não compre e repreenda o vendedor dizendo que isso é crime.  Somente a conscientização da população poderá desestimular este comércio ilegal e proteger o direito à vida e liberdade dos animais.  Se ninguém compra, ninguém vende, ninguém caça.
  23. 23. O QUE PODEMOS FAZER? DENUNCIAR  Linha Verde do IBAMA - 0800- 61 8080  Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) - 0800 284 8823  Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) - 71 3433-1241
  24. 24. REFERÊNCIAS  http://ambientes.ambientebrasil.com.br/fauna/trafico_de_animais_silvestres/trafico_de_animais_silvestres.ht ml  http://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/questoes_ambientais/animais_silvestres/  http://www.ambitojuridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=1672  http://www.natureba.com.br/trafico-animais-silvestres.htm  http://www.pea.org.br/crueldade/trafico/  http://www.faunanews.com.br/p/trafico-animais/o-trafico-em-numeros/  http://especial.g1.globo.com/bom-dia-brasil/trafico-de-animais-silvestres/  http://www.euquerobiologia.com.br/2013/08/animais-silvestres-domesticados-riscos.html  http://www.tribunadabahia.com.br/2014/09/29/na-bahia-20-mil-animais-silvestres-sao-apreendidos-por-ano- na-rede-de-trafico  http://sosfauna.org/  http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/ambiente/conteudo_471991.shtml  http://www.ibama.gov.br/areas-tematicas-fauna-silvestre/criador-amadorista-de-passeriformes  https://www.trabalhosgratuitos.com/Biol%C3%B3gicas/Medicina/Estereotipias-Em-Animais-558352.html  http://especial.g1.globo.com/bom-dia-brasil/trafico-de-animais-silvestres/

×