Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Pensar queer

872 views

Published on

Published in: Education
  • Login to see the comments

Pensar queer

  1. 1. Pensar Queer: sexualidade, cultura e educação Tecnologia e Comunicação Educacional II Discentes: Joana Sequeira; Carina Barbosa; Marta Noversa; Rui Cardoso; Ana Filipa Barbosa
  2. 2.  Inspirada no pós-estruturalismo francês  Critica à oposição heterossexual/homossexual que se configura como categoria central, que dita as práticas sociais, o conhecimento e relações humanas  Procura a homogeneidade, a horizontalidade, tentando não se posicionar e hierarquizar com alguma categoria.Teoria Queer
  3. 3. “ Era sempre natal contigo ali… e tu não descuravas de trazer pelo menos três presentes. Deste-me uma língua para habitar, um presente tão perfeito que parece uma invenção minha. O segundo foi a tua coragem, (que) de quem poderia passar por um estranho na cidade e transformar as distâncias entre as pessoas em intimidade com o mundo inteiro. O terceiro foi… a tua ternura – uma ternura tão delicada que pensei que não poderia durar, mas perdurou e envolveu-me nela.” Tony MorrisonCapítulo VII – Nutrindo Imagens, paredessussurrantes: intersecções de identidades eampliação de poderes no local de trabalhoacadémico
  4. 4.  Gabinete de um professor universitário: • É um espaço político de múltiplas dialéticas • Onde existe interacção entre o conhecimento e a ignorância, através do ocupante e do visitante • Numa universidade pública, um gabinete é um local público • Transmite os gostos do ocupante, visto que este o decora ao seu jeito, e nesse sentido, pode ser um local privadoImagens e interacção
  5. 5.  Pré-kindergaten Kisses: duas crianças negras, abraçadas ombro a ombro e com um sorriso completamente inocente A imagem está colocada de modo a que o professor possa se abstrair do trabalho e sinta alguma tranquilidade Os restantes quadros: encontram-se atrás dele; protegem-lhe as costas, abrigam-no dos danos que o trabalho lhe pode causar, protegem-no.Nutrindo resistência
  6. 6.  Imagens como contribuição para evolução do conhecimento. Imagens são uma tentativa para demonstrar respeito pelos alunos, colegas e outras pessoas que o visitam e partilham com ele o gabinete, pois fazem-nos levantar questões de representação aos próprios visitantes. Imagens como fonte de aprendizagem mútuaImagens no local de trabalhoe”revelação”
  7. 7.  Música “talking to the wall”: representa uma conversa que mais não resulta do que em silêncio por uma das partes Contraria esta musica dando o exemplo de que “fala” com a parede do seu gabinete todos os dias, faz com elas um diálogo espiritual e intelectualFazer justiça e os “documentos” naparede http://letras.kboing.com.br/joan- armatrading/talking-to-the-wall/traducao.html
  8. 8.  Imagens não estão rotuladas como “imagens mais apreciadas” e, que se escrevesse este artigo no próximo ano, seria capaz de escolher outras imagens e não as que ele falou até agora. Mas mesmo assim, adora estas imagens pois elas exprimem o “indízivel”.Vitórias antigas
  9. 9.  Identidade Queer significa lidar com a complexidade e a ambiguidade que rodeiam a noção do que poderá significar ser uma pessoa.  São queer as formas de falar, descontinuas, irregulares e em sentido contrário acerca de identidade.Capítulo I – O pé esquerdo de Dante atiraa teoria queer para a engrenagem
  10. 10.  A teoria queer surgiu como uma reacção, e forma deresistência, ao olhar indiferente do: não fazer nada,não ver nada, não ouvir nada. Os queer comportam-se contra práticas homofóbicasatravés de actuações agressivas, rudes e lúdicas. Estateoria ensina que a identidade é uma construçãocultural. Os queer têm pouca protecção contra adiscriminação, o que os pode fazer sentir umsentimento de vergonha e de humilhação poradmitirem as suas identidades queer.
  11. 11.  O aumento da consciência acerca desta novaárea, pode ajudar os professores a melhoreducar os seus alunos, relativamente àscomplexidades da identidade.
  12. 12.  No século XX surgem as primeiras organizações a favor dos homossexuais.  Fazem surgir vozes contra as mesmas, crescendo assim a onda contra o reconhecimento e apoio aos homossexuais.  Universidade torna-se um oposto áquilo que se vive na sociedade e fora dela.Capítulo II - Política de identidade, respostainstitucional e negociação cultural: significado deum gabinete homossexual e lésbico num campus
  13. 13.  A universidade pretende que os seus alunos estejamsujeitos a uma educação diversificada. Acesso à universidade gera discórdia. Os discursos dos professores revelam opiniõesdiversificadas e valores divergentes. O gabinete de apoio a homossexuais e lésbicas dauniversidade faz despertar a comunidade conservadorada cidade.
  14. 14.  Luta constante do professor com as suas duas facetas: a de professor e a de liberacionista homossexual Professor fala abertamente da sua homossexualidade com os alunos, mantendo os limites do considerado „bom senso‟. “…os alunos queer de todos os géneros e sexualidades têm trabalhado para alcançar um relativo grau de segurança nas escolas públicas americanas”.Capítulo IV – Transgressão e o corpolocalizado: género, sexo e o professorhomossexual
  15. 15.  Modelo queer  Filmes que tentam passar uma boa imagem dos queer  In & Out é um filme que acaba por despertar ódio pelos homossexuais  Apesar de tentarem fazer com que este filme seja uma boa maneira de aceitar os homossexuais, a história que ele mostra faz com que estes sejam, de certa forma, ridicularizadosCapítulo V - Do armário ao curral: neo-estereotipia em In & Out
  16. 16.  História do filme In & Out, através dasinopse Dessexualidade “Não pretendo ensinar a tolerância, queroensinar a igualdade” p.142 Filme Jeffrey Comparação entre os filmes
  17. 17.  Conceito queer  Temática: Homossexualidade  Diferenciação Racial  Manipulação da realidade  Lista das obrasCapítulo VI – Escolhendo alternativasao Well of Loneliness

×