Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Dirigir situacoes de aprendizagem

1,474 views

Published on

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Dirigir situacoes de aprendizagem

  1. 1. Organizar e dirigir situações de aprendizagem UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE EDUCAÇÃO Dr. João Alberto da Silva http://euestudojeanpiaget.spaces.live.com/
  2. 2. Por que é uma nova competência? <ul><li>A aula baseada no maestro </li></ul><ul><li>Conceber e dirigir situações terapêuticas </li></ul><ul><li>Organizar aulas com base na intuição (vocação) </li></ul><ul><li>A ilusão de que, ao falar, cada um escuta de acordo com suas necessidades </li></ul><ul><li>Dirigir situações de ensino X Dirigir situações de aprendizagem </li></ul><ul><li>A aprendizagem como capital cultural </li></ul><ul><li>A formação como um título de nobreza </li></ul>
  3. 3. <ul><li>O que é traduzir um conteúdo em um objetivo de aprendizagem? </li></ul>
  4. 4. <ul><li>“ O que se concebe...” (p. 27) </li></ul>
  5. 5. Representações dos alunos <ul><li>O que é uma representação? </li></ul>
  6. 6. Planejamento de Seqüência Didática <ul><li>Tema: Trabalhar o texto descritivo </li></ul><ul><li>Objetivos de aprendizagem: </li></ul><ul><li>Que os alunos percebam a importância da descrição na constituição do texto </li></ul><ul><li>Que identifiquem as marcas de um texto descritivo, tais como a abundância de advérbios (tempo e espaço), adjetivos e menor ocorrência de verbos de ação </li></ul><ul><li>Compreender que o texto descritivo exige um caráter de descentração para o pensamento do outro </li></ul>
  7. 7. Procedimentos <ul><li>Fornecer para cada aluno uma imagem de paisagem ou situação </li></ul><ul><li>Pedir que elaborem um texto (sem defini-lo como descritivo) para contar a um colega qual a imagem que receberam </li></ul><ul><li>Recolher as produções, sem identificação e redistribui-las ao acaso. </li></ul><ul><li>Pedir que os alunos, a partir do novo texto que receberam, identifiquem as imagens descritas </li></ul><ul><li>Propor que reescrevam os textos para tornar mais fácil a identificação </li></ul><ul><li>Devolver ao primeiro autor </li></ul>
  8. 8. Conteúdos <ul><li>Pedir que os primeiros autores reescrevam seus textos </li></ul><ul><li>Introduzir um elemento literário, de romance sobre a imagem </li></ul><ul><li>Trocar novamente os textos </li></ul><ul><li>Pedir que identifiquem os elementos que se julgar interessante (adjetivos, advérbios, etc). </li></ul><ul><li>Destrocar os textos </li></ul><ul><li>Propor a investigação de um elemento histórico para agregar ao texto </li></ul>
  9. 9. Os obstáculos <ul><li>Alunos que, de partida, já criaram um texto narrativo e não permitiram a identificação do desenho </li></ul><ul><li>Os erros são pontos de partida para novas propostas (investigação da prática) </li></ul>
  10. 10. Postura de Investigação <ul><li>Alunos que trazem textos carregados de suas experiências particulares </li></ul><ul><li>Alunos que investigam a intenção do colega e seu próprio desempenho como autor </li></ul><ul><li>Professor que analisa o impacto da proposta, que é capaz de investigar o resultado da atividade </li></ul><ul><li>Diferentes possibilidades de respostas </li></ul>
  11. 11. Um projeto maior... <ul><li>A construção de uma obra coletiva reunindo as diferentes produções sobre diferentes gêneros e com múltiplas representações </li></ul>

×