Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

of

Reforma religiosa Slide 1 Reforma religiosa Slide 2 Reforma religiosa Slide 3 Reforma religiosa Slide 4 Reforma religiosa Slide 5 Reforma religiosa Slide 6 Reforma religiosa Slide 7 Reforma religiosa Slide 8 Reforma religiosa Slide 9 Reforma religiosa Slide 10 Reforma religiosa Slide 11 Reforma religiosa Slide 12 Reforma religiosa Slide 13 Reforma religiosa Slide 14 Reforma religiosa Slide 15 Reforma religiosa Slide 16 Reforma religiosa Slide 17 Reforma religiosa Slide 18 Reforma religiosa Slide 19 Reforma religiosa Slide 20 Reforma religiosa Slide 21 Reforma religiosa Slide 22 Reforma religiosa Slide 23 Reforma religiosa Slide 24
Upcoming SlideShare
Las 95 tesis
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

5 Likes

Share

Download to read offline

Reforma religiosa

Download to read offline

Lutero, Calvino e Henrique VIII

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Reforma religiosa

  1. 1. REFORMA RELIGIOSA Prof.ª Karina de Lima.
  2. 2. PARA INÍCIO DE CONVERSA... Reforma = 1 Ato ou efeito de reformar. 2 Nova forma. 3 Mudança para melhor; melhoramento. 4 Nova organização. 5 Restauração. 6 Reparação, conserto. 7 Correção, emenda, revisão. (...)
  3. 3. ENTÃO... Reforma Religiosa Mudança na Religião
  4. 4. ORIGENS (CAUSAS)...  Declínio do Feudalismo ;  Formação do capitalismo;  Efeitos da Guerra dos Cem Anos ( Inglaterra X França - 1337 1453);  Devastação causada pela Peste Negra (ou Peste Bubônica);  Temor provocado pelo triunfo dos Turcos em Constantinopla (castigo aplicado por Deus); JUIZO FINAL
  5. 5. TAMBÉM PODEMOS CITAR:  Heresias (questionar a religião – Inquisição);  Ascenção da burguesia (questão da usura – juros – que a Igreja condenava);  Espírito Crítico (Renascimento Cultural);  Insuficiência das pregações católicas no sentido de dar alento às almas;  Vendas de indulgências (perdões);  Vendas de lugares do “Céu”;  Corrupção dentro do Clero.
  6. 6. OS PRINCIPAIS “REFORMADORES”
  7. 7. MARTINHO LUTERO (1483 – 1546) ALEMANHA  Monge e teólogo agostiniano;  “Deus não nos julga pelos pecados e nossas obras, mas pela nossa fé”;  Afirmava que o papa não era divino;  Contra a hierarquia na Igreja;  Contra os dogmas;  Contra o celibato;  Contra as crenças em imagens;  Não acreditava no purgatório;  Contra a transubstanciação (materialização do corpo de Cristo)  À favor da consubstanciação (recebimento do espírito de Cristo)  Cada governo pode ter sua própria religião pois a religião é submissa ao Estado.
  8. 8. UM ATO QUE MUDOU TUDO...  Indignado com a pregação de João Tetzel – padre dominicano que vendia indulgências , Lutero escreve e publica as 95 teses as fixa na catedral de Wittenberg.  Traduz a bíblia do latim para o alemão.
  9. 9.  Inicia um conflito entre os clérigos na Alemanha;  Papa Leão X foi contra Lutero;  Lutero recebeu apoio de diversos humanistas;  1520 – Bula papal condenando as pregações de Lutero;  Lutero queimou a Bula papal em público;  Príncipes e a nobreza alemã apoiavam Lutero;  Dieta de Worms: condenação de Lutero mas não foi executada pois Lutero teve a proteção dos nobres;  Imperador da Alemanha, Carlos V, convoca a Dieta de Spira - tolerância ao luteranismo apenas onde este já existia (1529);  Outros principados protestaram contra a determinação – origem do termo “protestante”;  Carlos V convoca a Dieta de Augsburg - acordo entre católicos e protestantes mas os protestantes mas algumas ideias dos Luteranos impossibilitaram a sua concretização;  Carlos V declara guerra ao luteranos.
  10. 10. DESTA FORMA...  Papa descomunga Lutero e seus apoiadores, inclusive os nobres (deixaram de receber tributos);  Criação da Igreja Luterana (1531);  1555 – vitória protestante (Paz de Augsburg);  Príncipes e nobres protestantes adquiriram o direito de anexar os bens da Igreja e impor aos seus súditos sua religião (sob pena de expulsão e confisco de bens)
  11. 11. 1524 - 1525 RevoltadosCamponeses Thomas Münzer Anabatista – Sem padres e liturgia; restauração do reino de Deus na Terra – partilha de riquezas e propriedades. Lutero condenou os anabatistas e, com ajuda dos nobres, Thomas M. foi preso e executado.
  12. 12. JOÃO CALVINO – (1509 – 1564) GENEBRA  Advogado francês;  Influência do humanismo;  Influência de Lutero;  Perseguido por suas ideias e foge para a Suíça;  “Nação humana está corrompida”;  Salvação pela Escritura e fé;  Predestinação (Santo Agostinho)
  13. 13. O QUE É PREDESTINAÇÃO? É a capacidade de Deus de decidir previamente os acontecimentos no tempo e no espaço. Predestinação é um conceito teológico.
  14. 14. ENTÃO...  Livre interpretação da Bíblia (não havia nada escrito condenando os juros);  Onipotência de Deus : Não compará-lo a um Humano;  Dupla Obediência: Autoridade civil é a mesma da espiritual;  Calvino e oligarquia religiosa passaram a governar Genebra;  Exílio e condenação de quem não fosse adepto;  Religião do capitalismo;  Huguenotes – protestantes calvinos franceses.
  15. 15. TAMBÉM...
  16. 16. HENRIQUE VIII (1491 – 1547)  Formação da monarquia Nacional;  Apoio da burguesia;  Papa Clemente VII negou-se a anular o casamento de Henrique VIII com Catarina de Aragão;  Medidas contra a Igreja;  Nomeação de um novo arcebispo que consedeu o divórcio.
  17. 17. ENTÃO...  Excomunhão de Henrique VIII;  Parlamento inglês rompe com Roma (Ato de Supremacia – 1534 – tornando o rei o chefe da igreja anglicana);  Forte oposição católica – julgamentos e execuções aos opositores;  Abolição dos mosteiros;  Confisco de bens e propriedades católicas em seu país.
  18. 18. DEPOIS DA MORTE DE HENRIQUE VIII  Eduardo VI – influência do calvinismo proporciona transformações no anglicanismo;  Maria Tudor (Maria Sangrenta)– Reconciliação com Roma e a Igreja católica e persegue os “protestantes”.  Elizabeth I – consolidação do anglicanismo; supremacia do Estado.
  19. 19. AS ESPOSAS DE HENRIQUE VIII  Catarina de Aragão, de 1509 a 1533 ("divorciada")  Ana Bolena, os três anos seguintes (executada)  Jane Seymour, de 1536 a 1537 (morta 12 dias após dar à luz Eduardo VI)  Ana de Clèves (repudiada pouco após o casamento, em janeiro de 1540)  Catarina Howard (executada em fevereiro de 1542 com menos de 20 meses de vida em comum)
  20. 20. CATARINA DE ARAGÃO (DIVORCIO) ANA BOLENA (DECAPITADA)
  21. 21. JANE SEYMOUR (MORREU NO PARTO) ANA DE CLÈVES (REPUDIADA)
  22. 22. CATARINA HOWARD (DECAPITADA) CATARINA PARR (FICOU VIÚVA)
  23. 23. FILMES & SÉRIES
  • DayanneSantos21

    Sep. 4, 2020
  • MarceloOliveira863

    Aug. 21, 2020
  • LaraLiz1

    Aug. 23, 2019
  • RafaelaBorges27

    Jun. 20, 2017
  • jonasemiliano

    Jan. 14, 2017

Lutero, Calvino e Henrique VIII

Views

Total views

2,151

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

2

Actions

Downloads

48

Shares

0

Comments

0

Likes

5

×