Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
x Texto Cidália Fernandes

^ / ' 1 . nçaozieaoç. ggsgaaí
0,¡ - t_ u  k  
 ¡ n w o /  J 
' - .  nn¡ .  Í 1 “§.   47'; 

w: ...
à
 e ââzgv. ãn¡z: r~vz: a2jq1¡m 1iTE(= ã›i*= j›1:-gr: t
   lêílsewxs* . ÉÍÉÍFÍÊJÍÍÊJIÀL ú *I *x

   É 

raw - u
 

ls

 

...
Deu um salto bem ligeiro    .   ~ a 1 . ..â 

E viu à mesa sentada

Uma menina pequena

  

Com ar de muito zangada.
- Olá!  - disse ele sorridente -
Diz-me por que estás assim! 

Não eres brincar comi o?  . . 
q” g A menina joaninha

- Ef...
g

l *n
 *A
 
,  (x _/ 
_
k í , x 
l t' r/ f Í
l í / l z
i , v  ~ / 
d* - K
x '¡
_x

- Não quero falar contigo,  l
Desapar...
/ /   Isto lhe grita a menina

    

 / ~/ Apontando p'ra fruteira
l Onde a fruta se juntava
I De uma forma ordeira: 
' l ...
Bem triste o nosso amiguinho
Ao seu cantinho regressa; 
Foi então que uma banana

Muito sábia lhe confessa: 

- És ainda m...
Se a menina joana
Não nos come nem nos quer
Não demora muito tempo

Que irá adoecer. 

- É verdade,  é verdade!  -
interro...
- Não consigo entender -
Lamentou-se o kiwi.  -
Não gostar de comer fruta

Foi coisa que nunca vi!
I "ri t:  7 rent-t l j. :
I t' 'f'. t"»*?  l* _ l l tj . Tl¡. ?'“. ¡;? l i: 
U3: c' ti : t riu. : ' r h/ Wii; 

Hr 5:' j":...
l

l

l r** i:  "l : i

l_ Í¡ 4-¡

LW( . 

'illifl'

lflr/  flubf¡

Í l"lll

13H? !

*Ã '.  N?  2

c. 
l
. n.
r r
. . n'
....
As feridas te curamos _  .  ,

E mais te quero contar, 

Basta uma simples maçã

Para o médico afastar!   _ j_
_ l' A _ / ...
Se queres ficar hidratada
Come muita melancia.  _f   l

E para seres bem saudável  

s'

Bastam três frutas por dia.  hluâ...
:Ó  t . 

, _L¡/ Í&§VÂÍ= .J_Q As-amendoasl e as passas

' _A *  Dao-te tambem energia. 
Cu

 / “ “N / 
ctg j
d Come sempre...
/ x".  " / 
/ . v.
. - /  , 
l. 
,_, ..___z
p”, 

; à
Somos muitos como vês
E saúde te oferecemos. 
O que tens é de ingeri...
Na casca do coco viu
uma floresta encantada. 
Depois de comer pinhões

Desatou à gargalhada. 

 

. /-
y >
x
r / e .  _í
x...
Quando a mãe percebeu
Que era a filha que assim ria

Nada conseguiu dizer

 
  
  
   
  
 
 
 
   

E pensou que era magi...
Faz como a Joana e
come muita ERUliA,  para
*teres energia e seres
sAuDÁt/ ELL. 

m?   e x
E lj A i  p'  
r     

    -l
*...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A menina que não gostava de fruta

A menina que não gostava de fruta

  • Be the first to comment

A menina que não gostava de fruta

  1. 1. x Texto Cidália Fernandes ^ / ' 1 . nçaozieaoç. ggsgaaí 0,¡ - t_ u k ¡ n w o / J ' - . nn¡ . Í 1 “§. 47'; w: _1:_;1_ I" v ~ . e ; n 4 _ _*' I ' g › ~ n_ u *. I . s _ 4 Â_ _: f__-í: _'! ; v_ ' , .› ? r « . c ~ . C ~ . “íh ¡' 6 LÍFÍÍ. ¡ÍLÊÍÉ n . s_ c . U._. _ _J d . f/x x Ilustrações Sandra Serra ¡ 's . . N] _ / › r . qu' L i-¡< . FJHL UIHELIL
  2. 2. à e ââzgv. ãn¡z: r~vz: a2jq1¡m 1iTE(= ã›i*= j›1:-gr: t lêílsewxs* . ÉÍÉÍFÍÊJÍÍÊJIÀL ú *I *x É raw - u ls 'a . Êta R* . ~ 5.a: _ ¡ _". « _ _ _ç _Jr ~. ¡ âliulyãã ; é ; u; Í v : . e* A . í. 91:! ” #A - -/ ,›” 34-( C-_Z_; «_1¡J§': '¡ I c e . vfàssb . â-, )ul. .:, ,â r 'f nas _ É** r EA? , e v 11 . ..u= .^aaç~e-q_, . J e¡ 1-( l › : P- ; VTI
  3. 3. Deu um salto bem ligeiro . ~ a 1 . ..â E viu à mesa sentada Uma menina pequena Com ar de muito zangada.
  4. 4. - Olá! - disse ele sorridente - Diz-me por que estás assim! Não eres brincar comi o? . . q” g A menina joaninha - Efâ como SG chamava - Não queres olhar para mim. ? Quando viu o moranguinho Ficou ainda mais brava.
  5. 5. g l *n *A , (x _/ _ k í , x l t' r/ f Í l í / l z i , v ~ / d* - K x '¡ _x - Não quero falar contigo, l Desaparece daqui! Não gosto nada de fruta, E muito menos de ti!
  6. 6. / / Isto lhe grita a menina / ~/ Apontando p'ra fruteira l Onde a fruta se juntava I De uma forma ordeira: ' l 1/ à Uma manga e uma pera, o b Bananas, kiwis, romãs, t ' Um melão e dois damascos, Tangerinas e maçãs.
  7. 7. Bem triste o nosso amiguinho Ao seu cantinho regressa; Foi então que uma banana Muito sábia lhe confessa: - És ainda muito jovem Não fiques preocupado; Pois daqui a bocadinho Alguém fica ao nosso lado.
  8. 8. Se a menina joana Não nos come nem nos quer Não demora muito tempo Que irá adoecer. - É verdade, é verdade! - interrompeu a maçã. - Foi isso que o pai ! he disse Ainda esta manhã. wl/ __
  9. 9. - Não consigo entender - Lamentou-se o kiwi. - Não gostar de comer fruta Foi coisa que nunca vi!
  10. 10. I "ri t: 7 rent-t l j. : I t' 'f'. t"»*? l* _ l l tj . Tl¡. ?'“. ¡;? l i: U3: c' ti : t riu. : ' r h/ Wii; Hr 5:' j": :I j): m [1 l” ; si 'i t: ,ltfâff : t›°f^; _l. ¡l”l"¡: §:, 'r "l ! (535 f: _v~*: ;'¡: *“ f 'll , lr É "P3 ? t l gl : ta-h : '55 ! T . l“rr: .Àsjiãiã . lt , '-'ll'.4."ll. ,›: .
  11. 11. l l l r** i: "l : i l_ Í¡ 4-¡ LW( . 'illifl' lflr/ flubf¡ Í l"lll 13H? ! *Ã '. N? 2 c. l . n. r r . . n' . l . É K . v . r _. r. ll g. l I. 'l l . . . Í q) _ 1 All Í . I. .. .a Il . af _. I Í' .
  12. 12. As feridas te curamos _ . , E mais te quero contar, Basta uma simples maçã Para o médico afastar! _ j_ _ l' A _ / *~ _lí/ Por exemplo as laranjas , '› “~ A crescer te ajudarão; O alperce e a papaia j_ . " São ótimos para a visão. e. WWW _ ,
  13. 13. Se queres ficar hidratada Come muita melancia. _f l E para seres bem saudável s' Bastam três frutas por dia. hluâjÍX - ka Eis que um verde abacate interrompe calmamente: **~, ¡i - Tens nozes e avelãs t / /l i “x / A t- ' . M g_ Que desenvolvem a mente. '-4. A_ r 'E
  14. 14. :Ó t . , _L¡/ Í&§VÂÍ= .J_Q As-amendoasl e as passas ' _A * Dao-te tambem energia. Cu / “ “N / ctg j d Come sempre frutas secas J e , e** (ea. E correrás todo o dia. Estamosainda nos sumos Que frescos podes beber. Nas Compotas e nos bolos, Só precisas de escolher.
  15. 15. / x". " / / . v. . - / , l. ,_, ..___z p”, ; à Somos muitos como vês E saúde te oferecemos. O que tens é de ingerir As vitaminas que temos, l - A menina já sorria Com tanta animação. Tanta cor tanta alegria Tanta fruta ali à mão. As cerejas atrevidas Corriam-lhe entre os dedos, /r O moranguinho feliz Sussurrava-lhe segredos. A. .. Ã_
  16. 16. Na casca do coco viu uma floresta encantada. Depois de comer pinhões Desatou à gargalhada. . /- y > x r / e . _í x / J . -.
  17. 17. Quando a mãe percebeu Que era a filha que assim ria Nada conseguiu dizer E pensou que era magia. Afastou-se a sorrir Também a cantarolar. E aquela novidade A correr ao pai foi dar. E foi assim que a joana Naquele dia aprendeu A descobrir o milagre Que a natureza nos deu.
  18. 18. Faz como a Joana e come muita ERUliA, para *teres energia e seres sAuDÁt/ ELL. m? e x E lj A i p' r -l *v F Ff* QN JJ

×