Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Marketing para ONGs

10,403 views

Published on

http://www.nicholasgimenes.com.br Marketing Digital ONG NGO nonprofits

Published in: Business
  • Login to see the comments

Marketing para ONGs

  1. 1. Marketing para ONGs mal necessário? Nicholas Gimenes
  2. 2. o mundo está emCRI SE
  3. 3. Governos não conseguemresolver os Problemas Sociais
  4. 4. O 3º Setor é o que mais cresceuno Brasil, nos últimos 6 anos — 157% 300 mil ONGs – 1,5 milhões de pessoas
  5. 5. ESCASSEZ DE ATENÇÃOAs Idéias que Vencem são aquelasem que as Pessoas percebem Valor
  6. 6. “Marketing não é encontrar maneiras deempurrar produtos para clientes.Marketing é a arte deCriar Valor GENUÍNOaos clientes”Philip Kotler “Pai do Marketing”
  7. 7. “Marketing não é encontrar maneiras deempurrar produtos para clientes.Marketing é a arte deCriar Valor GENUÍNOaos clientes”Philip Kotler “Pai do Marketing”
  8. 8. Como Faz Sem Verba? Sem Lucro? Sem Funcionários? Sem Produtos? Sem Informação? 5 Ss
  9. 9. Como Faz Sem Verba Sem Lucro Sem Funcionários Sem Produtos Sem Informação 5S
  10. 10. PLANEJAMENTO
  11. 11. 4 As ANÁLISE ADAPTAÇÃO AVALIAÇÃO ATIVAÇÃO
  12. 12. ANÁLISE ORGANIZAÇÃO Missão Visão Valores O quê fazemos/para quem Onde queremos chegar Princípios que servem de guia Atividades Relacionamento Parcerias Segmentos-alvo Proposições de Valor Recursos CanaisCustos Receitas
  13. 13. ANÁLISE AMBIENTE Fatores  Econômicos  Tecnológicos  Demográficos  Políticos Macroambientais  Sócio-Culturais  Naturais Setorial  Tendências do Setor  Sazonalidades OPORTUNIDADES AMEAÇAS • ... • ... • ... • ... • ... • ... FORÇAS FRAQUEZAS • ... • ... • ... • ... • ... • ...
  14. 14. ANÁLISE POSICIONAMENTO É a posição/espaço que a sua marca ocupa na mente das pessoas Foco na Causa X ONG A ONG B ONG C Eficácia
  15. 15. ANÁLISE Clientes  PESSOAS Internos / ExternosSegmentação Geográfica, Demográfica, Psicográfica, Comportamental, etc Influenciadores ... ... Inovadores Altos Recursos Alta Inovação Beneficiários ... ... Motivação Principal Doadores ... ... Princípios Status Ação Voluntários ... ... Reflexivos Realizadores Experimentadores Parceiros ... ... Crentes Esforçados Fazedores Potenciais ... ... ... ... ... Baixos Recursos Sobreviventes Baixa Inovação
  16. 16. ANÁLISE PESSOAS Realização Auto- Estima Sociais Segurança Fisiológicas Hierarquia das Necessidades
  17. 17. ANÁLISE PESSOAS Pontos de Contato com a Marca Descoberta Pesquisa Decisão Participação Fidelização Recomendação Pontos de Contato com a Marca Barreiras  Físicas  Financeiras  Temporais  Sociais  Emocionais  Funcionais  Cognitivas
  18. 18. ANÁLISE PESSOASProfissionais EssenciaisPode-se agregar + de 1 função Fotógrafo + Edição de Vídeo Designer Marketing Digital Marketing de Eventos Jornalista Atendimento Líderes e Conectores
  19. 19. ADAPTAÇÃO OBJETIVOSESpecíficos Mensuráveis Atingíveis Relevantes Tempo (Prazo) - curto, médio, longoPROBLEMAS COMUNS Valor Pareto / Curva ABC Matriz de Hierarquia Peso Idéia 1 Idéia 2 Idéia n• Recursos físicos, 80% Critério 1humanos, financeiros Critério 2 A B C Critério 3• Visibilidade Critério n• Engajamento Média• Conhecimento Quantidade 20%
  20. 20. ADAPTAÇÃO BENEFÍCIOSQuais são os Problemas?Quais as Barreiras para a soluções? Físicas, Sociais, Emocionais, CognitivasFuncionais, Financeiras, TemporaisQue soluções podem ser implementadaspara amenizar ou eliminar os problemas? Quais trazem o maior retorno com omenor custo? É possível escalar?
  21. 21. RELACIONAMENTO ADAPTAÇÃO E FIDELIZAÇÃO Campanhas específicas para cada segmento Seja + que ONG, seja um movimento Escassez Autenticidade e Transparência Branding e Storytelling Autoridade Reciprocidade Posicionamento: a marca deve ocuparuma posição distinta na mente das pessoas PERSUASÃO Co-criação, Comunidade, Células Comprometi Cursos, Eventos mento Prova Social Ranking, Títulos, Jogos, Tracking Afinidade Elementos de Persuasão e InfluenciadoresCRM e Lembretes
  22. 22. ADAPTAÇÃO CANAIS Pessoas  Sites de Busca  Eventos, Mídia e RP E-mail  Redes Sociais  Impressos e Brindes Blog  Outros Sites Meios de Distribuição  Locais e Horários Pontos de Contato com a Marca Descoberta Pesquisa Decisão Participação Fidelização Recomendação Pontos de Contato com a Marca
  23. 23. ADAPTAÇÃO RECEITAS Evite Recomendações Desperdiçar Trabalho e Doações Tempo Microcrédito Dinheiro  Programas de Fidelidade Recursos  Meios de Pagamento  Capital Social  Notas Fiscal Paulista Adote um XXX Esforço Físico, Assinaturas, Compras Emocional,  Certificação, Leilões Cognitivo Facilite
  24. 24. ADAPTAÇÃOATIVIDADES PRINCIPAIS O quê? Quem? Quando? Como? Empreste, Compartilhe, Alugue, Revenda,RECURSOS NECESSÁRIOS Reutilize, Peça Descontos, Isenções, Doações, Permutas, Tecnologia (Skype, Google, Zoho, Open-Source, Freeware, Cloud Computing)PARCEIROS POTENCIAIS Empresas, Governo, Universidades, Igrejas, ONGs, Celebridades, Acadêmicos, Atletas, Blogueiros , JornalistasCUSTOS ESTIMADOS Custos Fixos, Custos Variáveis, Sazonalidades, Transparência, Contabilidade
  25. 25. “Na teoria, não há diferençaentre teoria e prática.Na prática, tem.”– Jan Snepscheut
  26. 26. VALIDAÇÃO ADAPTAÇÃO  No papel, tudo funciona. Na vida real, não.TESTE ANTES!!!  Até agora temos apenas HIPÓTESES  Faça Pesquisas para validá-las Quantitativas, Qualitativas, Grupos de Foco, Imersão  Defina os INDICADORES DE SUCESSO  Crie Formas de Mensurá-los e ter Feedback  Comece pequeno  Testes A/B  Procure Estimar a Demanda NÃO IMPORTA QUÃO LEGAL É O PLANO. SE OS RESULTADOS NÃO BATEREM, MUDE O PLANO.
  27. 27. ATIVAÇÃO MARKETING DIGITAL
  28. 28. ATIVAÇÃO MARKETING DE GUERRILHA Camisetas, Adesivos Action Kit – Como Ajudar Datas Comemorativas Manifestações Broches, Máscaras Cartazes, Cartões Portas, Elevadores Filas, Janelas Ônibus, Metrôs Revistas, Jornais etc
  29. 29. ATIVAÇÃO CROWDSOURCING Conhecimento ColetivoLançar perguntas na rede e partilhar informaçõesMicrovolunteering – VoluntariosOnline.org.brDisponibiliza na rede algumas tarefas pequenasCrowd CreationLançar na rede requisitos e colher idéias parasoluções, produtos, serviçosCrowd VotingAbrir uma votação de idéias na redeCrowd Funding . – Catarse.meDisponibilizar um projeto na rede com um custodivulgado e permitir que internautas financiem o projeto
  30. 30. ATIVAÇÃO STORYTELLING Tipos de História • Aspirações e Crenças • Avanlanche prestes a desabar • Contrárias ao senso-comum • Personalidades Marcantes e Histórias Pessoais • Lições e conselhos Filme e Fotografe Tudo Documentários, Livro, Eventos Incentive as Pessoas a mandarem vídeos Orgulho da História, Fundadores, Líderes, Desafios Otimismo em relação ao Futuro Preserve a Memória - Museu e Histórico
  31. 31. AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO E APRENDIZADO Analise os Dados e Feedback colhidos Os objetivos foram atingidos? Quais foram os pontos positivos? Quais foram os pontos negativos? Como poderia melhorar? O que fará diferente? Quais as lições aprendidas? Em que outros projetos poderão ser aplicadas no futuro?
  32. 32. BONS EXEMPLOS
  33. 33. SEJA AMUDANÇA que você deseja verNO MUNDO Mahatma Gandhi

×