Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O Pós 25 de Abril de 1974

40,424 views

Published on

  • Login to see the comments

O Pós 25 de Abril de 1974

  1. 1. Programa do MFA (Movimento das Forças Armadas)
  2. 2. Pós 25 de Abril <ul><li>Nos dias que sucederam o 25 de Abril, após a enorme euforia, realizou-se o programa do M.F.A. (Movimento das Forças Armadas) que ficou conhecido como os 3 D’s: </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Democratizar </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Descolonizar </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Desenvolver </li></ul></ul></ul></ul></ul>Este movimento tinha como objectivo tirar o país do atraso económico e social e resolver os graves problemas decorrentes dos 13 anos da guerra colonial.
  3. 3. <ul><li>Com a Ditadura que já tanto tinha atrasado Portugal face aos países da Europa, o principal objectivo era implantar uma Democracia de modo a livrar o nosso país da tensão vivida até ao 25 de Abril de 1974. </li></ul><ul><li>Com a Democracia, a população poderia exprimir as suas opiniões que tinham sido guardadas com rancor naqueles longos anos da Ditadura. A população poderia vir a saber as verdadeiras notícias do dia até agora censuradas pelo Estado Novo. Ou seja, com a democratização a liberdade estava alcançada. </li></ul>Democratizar
  4. 4. <ul><li>Mas para atingir esta liberdade foi formado um Governo Provisório do qual fazia parte os generais Spínola e Costa Gomes e foram tomadas algumas medidas como: </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Extinção da Polícia Política (PIDE/DGS); </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Abolição da Censura; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Libertação de todos os presos políticos e permissão do regresso dos exilados; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Autorização dos partidos políticos e de sindicatos livres; </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  5. 5. Descolonizar <ul><li>As colónias portuguesas queriam a independência, mas Salazar não queria de todo diminuir o seu Império. </li></ul><ul><li>Após a Revolução dos Cravos o M.F.A negociou a independência das colónias, que além dos problemas causados, era uma despesa extra para Portugal. </li></ul><ul><li>Foi em 1973 que se iniciou a descolonização de África, dando a independência das colónias portuguesas. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Foi com a declaração unilateral da República da Guiné-Bissau que a comunidade internacional reconheceu a sua independência. </li></ul><ul><li>As restantes colónias de Portugal conseguiram a independência em 1975, excepto Macau e Timor. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Quando se deu a descolonização mais de 800 mil indivíduos regressaram a Portugal. </li></ul><ul><li>Como sabemos Portugal tinha problemas económicos, e a chegada de tanta gente ao país agravou ainda mais o seu estado, sobretudo a nível de desemprego. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Por outro lado a integração desta população na sociedade Portuguesa não foi fácil devido à diferença de culturas, aos problemas humanos, provocados pela separação de familiares, ao abandono de regiões onde viviam, trabalhavam e onde tinham os seus bens, causando marcas que nunca mais se apagariam. </li></ul><ul><li>Mas há sempre quem consiga dar a volta à situação e muitos deles recomeçaram as suas vidas, com novas profissões contribuindo para dinamizar alguns sectores da indústria portuguesa. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Nos territórios independentes a evolução política não foi fácil devido à existência de guerras civis, destruição de aldeias e cidades, morte e a desorganização económica levaram a que alguns destes países vivessem uma longa crise económica e social, em que muitas destas crises ainda se mantêm. </li></ul>
  10. 10. Desenvolver <ul><li>Com os 48 anos de Ditadura o país atrasara-se em relação aos restantes países Europeus, por isso, o grande objectivo deste Programa era retirar o país da cauda da Europa, desenvolvendo-o. </li></ul><ul><li>A pouca competitividade dos produtos nacionais nos mercados internacionais revelava o grande atraso na economia Portuguesa. O escudo estava muito desvalorizado dando-se a diminuição do poder de compra da população portuguesa. </li></ul><ul><li>O desemprego aterrorizava todos os trabalhadores e o que ainda agravou mais esta crise foi a chegada de ex-residentes das antigas colónias. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Para resolver este défice Portugal tem vindo a tomar algumas medidas … </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Portugal depois de aderir à União Europeia, foi dos primeiros países a aderir ao Euro… </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Promoveu acontecimentos com vista internacional… </li></ul>Expo’98 Euro 2004
  14. 14. <ul><li>Desempenhou um papel importante na independência de Timor </li></ul>
  15. 15. <ul><li>O Português Durão Barroso assume a Presidência da União Europeia… </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Apesar dos esforços de Portugal de desenvolvimento económico, ainda há muito a fazer para que Portugal possa acompanhar os restantes países da União Europeia… </li></ul>
  17. 17. Trabalho realizado por: <ul><li>Nuno Montenegro, nº 21 </li></ul><ul><li>João Ferraz, nº 15 </li></ul><ul><li>Georgina Esteves, nº 10 </li></ul><ul><li>Loic Santos, nº 16 </li></ul><ul><li>Marta Gonçalves, nº 20 </li></ul><ul><li>Pedro Bartilotti, nº 23 </li></ul><ul><li>Externato Mª Auxiliadora </li></ul><ul><ul><li>Prof. Sónia Cruz - História </li></ul></ul>

×