Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
O MUNDO INDUSTRIALIZADO NO
SÉCULO XIX
CONTRASTESEANTAGONISMOSSOCIAIS
A REVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA
No século XIX, a população europeia cresceu de forma significativa.
Para este espetacular crescime...
O CRESCIMENTO DAS CIDADES
A EMIGRAÇÃO
As populações em crescimento dirigiram-se para as cidades, onde as
indústrias proporcionavam mais postos de trabalho.
Em r...
O crescimento das
cidades trouxe novos
problemas: As áreas urbana e suburbana alargaram-se.
Em consequência…
 abriram-se...
…construíram-se
espaços públicos,
como
Por outro lado…
Mercados
Estações
ferroviárias
Mas, nos campos e nas cidades não ha...
…muitos foram obrigados a emigrar…
Por isso…
A emigração europeia provinha, em grande
parte:
 da Grã-Bretanha;
 da Irlanda;
 da Alemanha;
…e, a partir de fins do sé...
A SOCIEDADE DE CLASSES
A PRIMAZIA DA BURGUESIA
No século XIX…
…em resultado das revoluções liberal e industrial, formou-se uma nova
sociedade…
Ne...
Na sociedade de classes…
…ocupam lugares de importância muito
distintos…
e o proletariado
Burguesia
Burguesia
Defende a livre
iniciativa
O direito à
propriedade
Cultiva valores
próprios
 a família
 a crença no valor do
t...
A burguesia…
…é constituída por diferentes
estratos sociais:
 formada pelos grandes
capitalistas (donos de
fábricas, banc...
OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS
e os operários…
No século XIX…
…os camponeses
levavam uma vida difícil.
Os camponeses…
OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS
…com vista a melhorar a
sua situação, partiam para
as cidades ou emigravam
pa...
OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS Por sua vez…
…os operários, nos centros industriais, tinham também
uma vida dura.
OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS
 o horário de trabalho era longo (até 1860, em regra de 12 a 15 horas,
sem férias e, muitas...
Os operários, por falta de meios:
OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS
 alimentavam-se mal;
 moravam em habitações sem condiçõe...
OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS  O operariado era, também, afectado por muitos
problemas sociais:
 alcoolismo
 criminalid...
O MOVIMENTO SINDICAL
E OS PROTESTOS SOCIALISTAS
O MOVIMENTO OPERÁRIO
Os operários viviam em grandes dificuldades:
 salários baixos;
 muitas horas de trabalho por dia;
...
O MOVIMENTO OPERÁRIO
Por isso…
…recorreram à destruição de máquinas e de instalações
Ludismo
Em Inglaterra
…as greves multiplicaram-se a partir de 1790.
De igual modo, os operários procuraram organizar-se
para melho...
O Estado, a princípio, não se preocupou com a sorte dos operários.
Mas, progressivamente, tomou medidas em sua defesa.
ING...
FRANÇA
1864 – Despenalização da greve.
1874 – Proibição de trabalho a menores de 13 anos.
1884 – Reconhecimento dos sindic...
OS CONTRIBUTOS SOCIALISTAS
A situação do operariado fez surgir as
doutrinas socialistas.
Alguns pensadores começaram a pôr...
Outros pensadores como…
Marx Engels
…apresentaram propostas mais concretas para mudar a sociedade.
Entre outras ideias, de...
Marx e Engels publicaram, em 1848, o
Manifesto do Partido Comunista,
onde expuseram os princípios
fundamentais da sua conc...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

4 o mundo industrializado no século xix

O mundo industrializado no século XIX

  • Be the first to comment

4 o mundo industrializado no século xix

  1. 1. O MUNDO INDUSTRIALIZADO NO SÉCULO XIX
  2. 2. CONTRASTESEANTAGONISMOSSOCIAIS
  3. 3. A REVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA No século XIX, a população europeia cresceu de forma significativa. Para este espetacular crescimento contribuíram os seguintes fatores:  aumento da produção agrícola, o que permitiu uma alimentação mais abundante e variada;  progressos na medicina, com a utilização de novos medicamentos e a prática da vacinação (criada por Jenner e Pasteur);  melhoria nos transportes, o que permitiu colocar, com mais facilidade, produtos nos mercados;  progressos da higiene em geral (pessoal e pública, com a construção de redes de esgotos e de água corrente), o que fez diminuir a propagação das doenças. Este forte crescimento da população - "revolução demográfica" foi o resultado, em grande parte, do recuo da mortalidade.
  4. 4. O CRESCIMENTO DAS CIDADES A EMIGRAÇÃO
  5. 5. As populações em crescimento dirigiram-se para as cidades, onde as indústrias proporcionavam mais postos de trabalho. Em resultado do movimento das populações, a população urbana tornou-se, em alguns países, maior do que a população rural.
  6. 6. O crescimento das cidades trouxe novos problemas: As áreas urbana e suburbana alargaram-se. Em consequência…  abriram-se novas ruas  praças  e jardins Tornou-se necessário estabelecer:  redes de água e de esgotos;  de iluminação  e meios de transporte
  7. 7. …construíram-se espaços públicos, como Por outro lado… Mercados Estações ferroviárias Mas, nos campos e nas cidades não havia trabalho para todos.
  8. 8. …muitos foram obrigados a emigrar… Por isso…
  9. 9. A emigração europeia provinha, em grande parte:  da Grã-Bretanha;  da Irlanda;  da Alemanha; …e, a partir de fins do século XIX…  da Espanha;  de Portugal;  da Itália;  da Grécia. Dirigiu-se, sobretudo, para:  Estados Unidos,  Canadá,  Brasil,  Argentina  e Austrália
  10. 10. A SOCIEDADE DE CLASSES
  11. 11. A PRIMAZIA DA BURGUESIA No século XIX… …em resultado das revoluções liberal e industrial, formou-se uma nova sociedade… Nesta sociedade, a importância de cada pessoa depende do que produz e dos bens que possui. Por isso, cada um pode ascender socialmente em função do seu esforço e capacidade.
  12. 12. Na sociedade de classes… …ocupam lugares de importância muito distintos… e o proletariado Burguesia
  13. 13. Burguesia Defende a livre iniciativa O direito à propriedade Cultiva valores próprios  a família  a crença no valor do trabalho  o gosto pelo bem-estar e pela ostentação Detém o poder económico e, em defesa dos seus interesses, procura controlar o poder político. Ocupa, por isso, na sociedade um lugar cimeiro.
  14. 14. A burguesia… …é constituída por diferentes estratos sociais:  formada pelos grandes capitalistas (donos de fábricas, bancos, firmas comerciais);  composta por membros das profissões liberais, empregados do Estado e das empresas. Na base da sociedade, situa-se…  constituído por operários e camponeses e também por mendigos e marginais.
  15. 15. OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS e os operários… No século XIX… …os camponeses levavam uma vida difícil.
  16. 16. Os camponeses… OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS …com vista a melhorar a sua situação, partiam para as cidades ou emigravam para outros países ou continentes.
  17. 17. OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS Por sua vez… …os operários, nos centros industriais, tinham também uma vida dura.
  18. 18. OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS  o horário de trabalho era longo (até 1860, em regra de 12 a 15 horas, sem férias e, muitas vezes, sem descanso ao Domingo);  o trabalho era mal pago (recorria-se com frequência à mão-de-obra feminina e infantil por ser mais barata e mais dócil);  o desemprego era elevado (10 a 15% da população activa);  a segurança nas fábricas e nas minas era muito deficiente, o que originava frequentes acidentes (explosões, incêndios, inundações).
  19. 19. Os operários, por falta de meios: OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS  alimentavam-se mal;  moravam em habitações sem condições.  Estavam sujeitos a doenças como: O tifo A cólera A tuberculose  A mortalidade infantil era elevada e a esperança de vida curta.
  20. 20. OPROLETARIADOEOSSEUSPROBLEMAS  O operariado era, também, afectado por muitos problemas sociais:  alcoolismo  criminalidade  mendicidade  prostituição E o que foi feito para melhorar a sua situação?
  21. 21. O MOVIMENTO SINDICAL E OS PROTESTOS SOCIALISTAS
  22. 22. O MOVIMENTO OPERÁRIO Os operários viviam em grandes dificuldades:  salários baixos;  muitas horas de trabalho por dia;  alimentação deficiente;  más condições de habitação. Naturalmente, a miséria levou-os à revolta
  23. 23. O MOVIMENTO OPERÁRIO Por isso… …recorreram à destruição de máquinas e de instalações Ludismo
  24. 24. Em Inglaterra …as greves multiplicaram-se a partir de 1790. De igual modo, os operários procuraram organizar-se para melhorar a sua situação.  cooperativas; Assim constituíram …  sociedades de socorros mútuos;  e sindicatos.
  25. 25. O Estado, a princípio, não se preocupou com a sorte dos operários. Mas, progressivamente, tomou medidas em sua defesa. INGLATERRA 1824 – Reconhecimento do direito de associação. 1825 – Reconhecimento do direito à greve. 1833 – Proibição do trabalho a menores de 9 anos. 1867 Direito de voto dos trabalhadores. 1871 – Reconhecimento dos sindicatos. 1898 – Lei de proteção contra acidentes de trabalho. 1908 – Horário de trabalho de oito horas diárias.
  26. 26. FRANÇA 1864 – Despenalização da greve. 1874 – Proibição de trabalho a menores de 13 anos. 1884 – Reconhecimento dos sindicatos. 1894 – Seguros contra acidentes de trabalho. 1900 – Lei das 10 horas de trabalho diárias. 1905 – Lei das oito horas diárias de trabalho para os mineiros. Os sindicatos, para terem mais força, uniram-se a nível internacional. Por isso, em 1864, foi fundada a 1ª Internacional – a Associação Internacional dos Trabalhadores.
  27. 27. OS CONTRIBUTOS SOCIALISTAS A situação do operariado fez surgir as doutrinas socialistas. Alguns pensadores começaram a pôr em causa o sistema capitalista. Entre outros… Robert Owen Charles Fourier …propuseram soluções para pôr termo à exploração do operariado e criar uma sociedade mais justa. Mas as soluções apresentadas eram pouco realizáveis… Por isso, as suas teorias foram chamadas de socialismo utópico.
  28. 28. Outros pensadores como… Marx Engels …apresentaram propostas mais concretas para mudar a sociedade. Entre outras ideias, defenderam que:  os meios de produção (fábricas, terras) deviam pertencer ao Estado;  e pôr termo ao sistema capitalista.  era sua intenção construir uma sociedade sem classes; Por isso, estes pensadores são considerados os fundadores do socialismo científico.
  29. 29. Marx e Engels publicaram, em 1848, o Manifesto do Partido Comunista, onde expuseram os princípios fundamentais da sua conceção de socialismo. As suas ideias vieram a ser aplicadas no século XX em vários países.

×