Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino

Apresentação do Congresso Luso-Brasileiro de TEA e Educação Inclusiva

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

O Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino

  1. 1. O POTENCIAL DA EXPERIÊNCIA TANGÍVEL COMO PRÁTICA DE ENSINO: LIÇÕES APRENDIDAS COM O PROJETO AR SANDBOX Universidade Federal de Pelotas Centro de Desenvolvimento Tecnológico Curso de Bacharelado Ciência da Computação Natália Toralles Darley*, Tatiana Aires Tavares*, Gilberto Loguercio Collares**, *Curso de Ciência da Computação, Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDTec) **Curso de Engenharia Hídrica, Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDTec) Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – Pelotas, RS – Brasil
  2. 2. 2 ❖ Realidade Virtual ❖ Realidade Virtual e Aumentada ❖ Interação Tangível ❖ Projeto AR Sandbox Introdução
  3. 3. 3 ❖ UC Davis; ❖ Modelo Tridimensional e Interativo do Mapa Topográfico; ❖ Reprodução do relevo; ❖ Simulação de precipitação; Introdução Projeto AR Sandbox
  4. 4. 4 Objetivo
  5. 5. 5 Computador Infraestrutura na UFPel Implantação Projetor de Imagem Kinect Caixa de Areia
  6. 6. 6 Metodologia Utilizada
  7. 7. 7 80 voluntários 74 alunos de graduação 2 alunos de mestrado 3 professores 1 “outro” 22 alunos de computação 52 alunos da Eng. Hídrica, Eng. Geológica e de outros cursos Questionários Resultados e Discussões Ferramenta AttrakDiff
  8. 8. 8 Avaliação de Usabilidade Resultados e Discussões
  9. 9. 9 Avaliação de Usabilidade Resultados e Discussões
  10. 10. 10 Avaliação de Usabilidade Resultados e Discussões
  11. 11. 11 Avaliação de Usabilidade Resultados e Discussões
  12. 12. 12 Avaliação de Usabilidade Resultados e Discussões
  13. 13. 13 Avaliação de Experiência de Usuário Resultados e Discussões
  14. 14. 14 Avaliação de Experiência de Usuário Resultados e Discussões
  15. 15. 15 Avaliação de Experiência de Usuário Resultados e Discussões
  16. 16. 16 Avaliação de Experiência de Usuário Resultados e Discussões
  17. 17. 17 Avaliação de Experiência de Usuário Resultados e Discussões
  18. 18. 18 Discussão • A interação tangível se mostrou muito envolvente, motivante e desafiadora para os usuários (interagibilidade); • Importância de recursos complementares como facilitadores do aprendizado especialmente na compreensão de estruturas complexas (infraestrutura); • Validação com alunos e professores da ferramenta utilizada denotam o potencial de uso e a aplicabilidade em cenários de aprendizagem (avaliação).
  19. 19. O POTENCIAL DA EXPERIÊNCIA TANGÍVEL COMO PRÁTICA DE ENSINO: LIÇÕES APRENDIDAS COM O PROJETO AR SANDBOX Universidade Federal de Pelotas Centro de Desenvolvimento Tecnológico Curso de Bacharelado Ciência da Computação Natália Toralles Darley*, Tatiana Aires Tavares*, Gilberto Loguercio Collares**, *Curso de Ciência da Computação, Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDTec) **Curso de Engenharia Hídrica, Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDTec) Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – Pelotas, RS – Brasil Visite: https://arsandboxnaufpel.wordpress.com/

×