Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Seminários SecondLab – Métodos de Pesquisa  Revisão Sistemática da Literatura                Wallace Ugulino              ...
O que é revisão sistemática?“É uma revisão planejada para responder uma perguntaespecífica e que utiliza métodos explícito...
O que NÃO é revisão sistemática?“Análise da literatura publicada em livros, artigos de revistaimpressas e/ou eletrônicas n...
Revisão Narrativa serve para...Antes de atirar uma pedra, saiba que R.N. serve para...“(...) descrever ou discutir o desen...
Características de Revisão Narrativa Não informa as fontes de informações usadas Não informa o método usado para busca d...
Características de Revisão Sistemática Informam-se as fontes de informações usadas Informa-se o método usado para busca ...
Revisão Sistemática vs Narrativa• Revisão Narrativa: o que os revisores questionam?• Revisão Sistemática: o que os revisor...
Base apenas o sublinhado!   Ler       Cochrane     Mas a página é boa para sabermos que existem grupos dedicados a     man...
Método Descrito por Rother, E.T.• 1-) Formulação da pergunta• 2-) Localização dos estudos    obrigatório incluir principa...
Exemplo: artigo CRIWG 2011       • Context-Awareness on Software Artifacts in Distributed            Software Development:...
Exemplo: artigo CRIWG 2011• Search Strategy:    1-) buscou artigos num conjunto pré-definido por “especialistas”     (ori...
Exemplo: artigo CRIWG 2011                          Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11)                               Seminári...
Exemplo: artigo CRIWG 2011                          Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11)                               Seminári...
Exemplo: artigo CRIWG 2011                          Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11)                               Seminári...
Exemplo: artigo CRIWG 2011• Criteria and Selection procedures (INCLUSION)                                          Vivian,...
Exemplo: artigo CRIWG 2011       • Criteria and Selection procedures (INCLUSION)Vivian, R.L.; Huzita, M.H.E.; Leal, G.C.L....
Exemplo: artigo CRIWG 2011• 4-) Quality Assessment    Is the article based on research or is it merely a “lessons     lea...
Exemplo: artigo CRIWG 2011• Visão geral do processo de seleção                                       Vivian, et al., 2011 ...
Exemplo: artigo CRIWG 2011• 5-) Data Extraction and Synthesis    Usou um formulário pré-definido (pelo autor) para extraç...
Exemplo: artigo CRIWG 2011• Como apresentar os resultados:  Frequencia de Publicação             Sources of Information (R...
Links úteis     Exemplo: http://goo.gl/dP6tJ    Exemplo: http://goo.gl/3KsIG          http://goo.gl/AJ2lx      http://www....
Seminários SecondLab – Métodos de Pesquisa  Revisão Sistemática da Literatura                Wallace Ugulino              ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Revisão sistemática

11,072 views

Published on

Apresentação sobre o método para revisão da literatura conhecido como "Revisão Sistemática", usado frequentemente na medicina. A apresentação traz um exemplo do método aplicado à ciência da computação.

Published in: Education
  • Login to see the comments

Revisão sistemática

  1. 1. Seminários SecondLab – Métodos de Pesquisa Revisão Sistemática da Literatura Wallace Ugulino Seminários SecondLab – Método de Pesquisa 2012.1
  2. 2. O que é revisão sistemática?“É uma revisão planejada para responder uma perguntaespecífica e que utiliza métodos explícitos e sistemáticospara identificar, selecionar e avaliar criticamente osestudos, e para coletar e analisar os dados destes estudosincluídos na revisão”ROTHER, Edna Terezinha. Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta paul. enferm.[online]. 2007, vol.20, n.2, pp. v-vi. ISSN 0103-2100. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002007000200001 Versão pt-BRROTHER, Edna Terezinha. Systematic literature review X narrative review. Acta paul.enferm. [online]. 2007, vol.20, n.2, pp. v-vi. ISSN 0103-2100. Versão en-US Seminários SecondLab 2 / 20 2012.1
  3. 3. O que NÃO é revisão sistemática?“Análise da literatura publicada em livros, artigos de revistaimpressas e/ou eletrônicas na interpretação e análisecrítica pessoal do autor.” (Rother, E.T.)Chamado de “revisão narrativa da literatura” Seminários SecondLab 3 / 20 2012.1
  4. 4. Revisão Narrativa serve para...Antes de atirar uma pedra, saiba que R.N. serve para...“(...) descrever ou discutir o desenvolvimento ou o"estado da arte" de um determinado assunto, sobponto de vista teórico ou conceitual (...) (Rother, E.T.) Seminários SecondLab 4 / 20 2012.1
  5. 5. Características de Revisão Narrativa Não informa as fontes de informações usadas Não informa o método usado para busca de referências (string de busca) Não informa critérios de seleção (inclusão / exclusão) Não informa critérios na avaliação dos trabalhos São fruto análise crítica pessoal do autor sobre um conjunto de buscas de trabalhos feito de forma não sistemática Seminários SecondLab 5 / 20 2012.1
  6. 6. Características de Revisão Sistemática Informam-se as fontes de informações usadas Informa-se o método usado para busca de referências (string de busca) Informam-se os critérios de seleção Informam-se os critérios usados na avaliação dos trabalhos Planejada para responder uma pergunta específica Seminários SecondLab 6 / 20 2012.1
  7. 7. Revisão Sistemática vs Narrativa• Revisão Narrativa: o que os revisores questionam?• Revisão Sistemática: o que os revisores questionam? Parece difícil de fazer em Computaçao... Seminários SecondLab 7 / 20 2012.1
  8. 8. Base apenas o sublinhado! Ler Cochrane Mas a página é boa para sabermos que existem grupos dedicados a manter uma base de dados de Revisões Sistemáticas (na medicina) Seminários SecondLab 8 / 20 2012.1
  9. 9. Método Descrito por Rother, E.T.• 1-) Formulação da pergunta• 2-) Localização dos estudos  obrigatório incluir principais bases eletrônicas de Ciência da Computação  Incluir artigos de conferência, revistas não disponíveis nas bases de dados, etc. (opc)• 3-) Avaliação crítica dos estudos  Aplicar critérios para determinar a validade dos estudos selecionados. Os estudos que não preencherem os critérios devem ser citados e o motivo da exclusão explicado• 4-) Coleta de dados  As variáveis estudadas devem ser observadas nos estudos e resumidas em um formulário próprio do pesquisador. Objetivo: comparar os estudos (nem sempre é possível)• 5-) Análise e apresentação dos dados  Agrupar os estudos baseados na semelhança (ou criar um critério de agrupamento, que deve ser explicitado na hora de relatar os resultados)  Usar estatística descritiva Seminários SecondLab 9 / 20 2012.1
  10. 10. Exemplo: artigo CRIWG 2011 • Context-Awareness on Software Artifacts in Distributed Software Development: A Systematic Review • Método usado por esse autor:  1 – Research questions  2 – Search strategy  3 – Criteria and selection procedures  4 – Quality Assessment http://goo.gl/dP6tJ  5 – Data extraction and synthesis link do autor para apresentação feita no CRIWG’11 • RQ2: What types of software artifacts are addressed by research concerning context-awareness?Vivian, R.L.; Huzita, M.H.E.; Leal, G.C.L.; Steinmacher, A.P.C. Context-Awarenes on Software Artifacts in Distributed SoftwareDevelopment: A Systematic Review. In: Proceedings of the 17th International Conference on Collaboration and Technology (CRIWG11).Editor Vivacqua et al. Springer-Verlag, 2011. ISSN 0302-9743. ISBN 978-3-642-23800-0. Seminários SecondLab 10 / 20 2012.1
  11. 11. Exemplo: artigo CRIWG 2011• Search Strategy:  1-) buscou artigos num conjunto pré-definido por “especialistas” (orientador?) de journals e conferências. • O autor lista todas as conferências e journals consultados nessa primeira fase de busca  2-) Realizou busca eletrônica com uma string pequena (resultado amplo) nas bases: IEEE, ACM, EI Compendex, ScienceDirect, Scirus. • Não há uma justificativa para essa seleção, mas parece que se deu em função da possibilidade de acesso web e dos mecanismos de busca Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11) Seminários SecondLab 11 / 20 2012.1
  12. 12. Exemplo: artigo CRIWG 2011 Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11) Seminários SecondLab 12 / 20 2012.1
  13. 13. Exemplo: artigo CRIWG 2011 Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11) Seminários SecondLab 13 / 20 2012.1
  14. 14. Exemplo: artigo CRIWG 2011 Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11) Seminários SecondLab 14 / 20 2012.1
  15. 15. Exemplo: artigo CRIWG 2011• Criteria and Selection procedures (INCLUSION) Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11) Seminários SecondLab 15 / 20 2012.1
  16. 16. Exemplo: artigo CRIWG 2011 • Criteria and Selection procedures (INCLUSION)Vivian, R.L.; Huzita, M.H.E.; Leal, G.C.L.; Steinmacher, A.P.C. Context-Awarenes on Software Artifacts in Distributed SoftwareDevelopment: A Systematic Review. In: Proceedings of the 17th International Conference on Collaboration and Technology (CRIWG11).Editor Vivacqua et al. Springer-Verlag, 2011. ISSN 0302-9743. ISBN 978-3-642-23800-0. Seminários SecondLab 16 / 20 2012.1
  17. 17. Exemplo: artigo CRIWG 2011• 4-) Quality Assessment  Is the article based on research or is it merely a “lessons learned” report based on expert opinion?  Is there a clear statement of the aims of the research?  Is there an adequate description of the context in which the research was carried out?  Total de 11 critérios definidos para avaliar a qualidade do artigo. O julgamento da qualidade foi usado para guiar a interpretação, análise e síntese dos resultados Seminários SecondLab 17 / 20 2012.1
  18. 18. Exemplo: artigo CRIWG 2011• Visão geral do processo de seleção Vivian, et al., 2011 (CRIWG’11) Seminários SecondLab 18 / 20 2012.1
  19. 19. Exemplo: artigo CRIWG 2011• 5-) Data Extraction and Synthesis  Usou um formulário pré-definido (pelo autor) para extração dos dados. • Possibilitou padronização / tabulação dos dados • Apoiou o processo de síntese. • Formulário não foi publicado – Dados: autor, título, origem, ano, volume, páginas, abstract, keywords e funcionalidades discutidas no paper  Classificou cada paper em 1 de 5 categorias: • (1) Case Study, (2) Experimento, (3) Revisão da literatura, (4) Lessons Learned, e (5) Simulação • A classificação nas categorias acima seguiu a forma descrita em Zelkowitz e Wallace 1 1 Zelkowitz, M.V.; Wallace, D.R.; Experimental models for validating technology. Computer 31(5), 23-31 (1998) Seminários SecondLab 19 / 20 2012.1
  20. 20. Exemplo: artigo CRIWG 2011• Como apresentar os resultados: Frequencia de Publicação Sources of Information (RQ1) Visual Resources (RQ1) Types os Sw Artifacts (RQ2) Seminários SecondLab 20 / 20 2012.1
  21. 21. Links úteis Exemplo: http://goo.gl/dP6tJ Exemplo: http://goo.gl/3KsIG http://goo.gl/AJ2lx http://www.cochrane.org/ http://goo.gl/OhcnLArtigo referência: http://goo.gl/o834B Seminários SecondLab – Método de Pesquisa 2012.1
  22. 22. Seminários SecondLab – Métodos de Pesquisa Revisão Sistemática da Literatura Wallace Ugulino Seminários SecondLab – Método de Pesquisa 2012.1

×